Organização das Nações Unidas (ONU)

A Organização das Nações Unidas (ONU) é um órgão internacional, criado em 1945, que tem como objetivo primário a manutenção da paz no globo. A história da criação da ONU está ligada aos inúmeros conflitos bélicos que dominaram o mundo na primeira metade do século passado. A busca pela paz como um ideal estabelecido pelos países do globo fomentou o surgimento dessa organização e o apoio desses países a ela.

A ONU está dividida em seis órgãos, sendo os dois mais importantes a Assembleia Geral e o Conselho de Segurança. A Assembleia Geral é composta por 193 países-membros, mesmo número de países participantes da organização. Já o Conselho de Segurança é formado por 15 países-membros, sendo cinco permanentes e 10 não permanentes, que possuem ações importantes no cenário geopolítico mundial.

Leia também: Quais são as ordens geopolíticas mundiais?

O que é a ONU?

A Organização das Nações Unidas, conhecida pela sigla ONU, é um organismo internacional formado por diferentes países do globo. O seu principal objetivo é contribuir para o desenvolvimento mútuo dos países-membros, por meio da cooperação entre eles, e, ainda, manter a paz entre as nações.

Para tal, a estrutura organizacional da ONU conta com diversas agências especializadas, voltadas para discutir e apresentar soluções para questões políticas, econômicas, sociais e ambientais dos países que fazem parte da instituição.

O prédio sede da ONU está localizado na cidade de Nova York (Estados Unidos). [1]
O prédio sede da ONU está localizado na cidade de Nova York (Estados Unidos). [1]

A ONU foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. Sua fundação está ligada ao desdobramento da chamada Liga das Nações, agrupamento de países criado após a Primeira Guerra Mundial com o objetivo de evitar conflitos bélicos.

Na atualidade, a ONU conta com 193 países-membros, um orçamento aproximado de quase 6 bilhões de dólares e seis grandes órgãos que realizam as tomadas de decisão. A sede da ONU está localizada na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História da ONU

A história da ONU está intimamente ligada ao processo histórico vivenciado pelo mundo ao longo da primeira metade do século XX, em especial, aos dois maiores conflitos bélicos mundiais que aconteceram nesse período. A precursora da criação de um organismo internacional que envolvesse diversos países do globo em torno de objetivos comuns foi a chamada Liga das Nações.

Essa organização, fundada logo após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) com a participação ativa dos vencedores do conflito, tinha como objetivo principal evitar novas disputas militares em escala regional e global. Contudo, a referida organização não evitou a ocorrência de um novo conflito bélico de escala mundial: a Segunda Guerra (1939-1945). Sendo assim, diante do fato de a Liga das Nações não ter alcançado o seu principal objetivo, o organismo foi perdendo a credibilidade na esfera política global.

A projeção azimutal é o símbolo da ONU, pois permite a visualização de todos os continentes e indica o ideal de igualdade defendido pela organização.
A projeção azimutal é o símbolo da ONU, pois permite a visualização de todos os continentes e indica o ideal de igualdade defendido pela organização.

Com o término da Segunda Guerra Mundial, novamente a ideia de um organismo que tivesse como objetivo manter a paz mundial tomou força. A ideia era de fato evitar a ocorrência de novos conflitos militares, como as duas Guerras Mundiais, que ocasionaram grandes perdas políticas e econômicas, além de um alto número de vítimas fatais.

Desse modo, cerca de 50 países reuniram-se na cidade de São Francisco, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, para discutir e assinar a criação da ONU. O protagonismo dessa formação está atrelado à ação dos Estados Unidos, União Soviética (atual Rússia), Reino Unido, além de China e França, potências mundiais que se sagraram vencedoras da Segunda Guerra Mundial.

Ao longo das últimas décadas, vários outros países foram aderindo à instituição. Por sua vez, a sua atuação perpassou a esfera política, sendo que, ao longo do tempo, a ONU passou a contribuir em diferentes áreas, como a econômica e a ambiental. O dia da ONU é comemorado na data da sua fundação: 24 de outubro de 1945.

Leia também: Brics – países emergentes que poderão tornar-se grandes economias internacionais

Organização da ONU

A ONU está divida em seis órgãos, que são entidades segmentadas que atuam em diferentes frentes, conforme os objetivos e os interesses da organização. Os seis órgãos que compõem a ONU são:

  • Assembleia Geral

  • Conselho de Segurança

  • Conselho Econômico e Social

  • Conselho de Tutela

  • Corte Internacional de Justiça

  • Secretariado

A Assembleia Geral é formada por todos os países-membros da instituição. Anualmente, ocorre uma reunião, no mês de setembro, na sede da ONU, onde os países que compõem a organização colocam em discussão pautas voltadas para a paz, a segurança e a qualidade de vida da população mundial. A Assembleia Geral tem uma função consultiva e é uma oportunidade para os governos nacionais discutirem seus pontos de vista sobre as principais questões mundiais.

Já o Conselho de Segurança é formado por um número reduzido de países. Ele tem como objetivo realizar discussões sobre as ameaças à paz mundial, assim como propor soluções para possíveis conflitos existentes no globo. O Conselho de Segurança possui caráter deliberativo, ou seja, pode instituir sanções aos países-membros. Ele é formado por um conjunto 15 países: cinco permanentes e 10 não permanentes.

Interior de um auditório da ONU, onde são realizadas reuniões do órgãos componentes da instituição. [2]
Interior de um auditório da ONU, onde são realizadas reuniões do órgãos componentes da instituição. [2]

Por sua vez, o Conselho Econômico e Social possui como função auxiliar na proposição e na concretização de políticas que vislumbram a melhoria da qualidade de vida da população do globo, com destaque para as áreas econômicas e sociais, além da área ambiental. Fazem parte desse órgão importantes instituições, sendo as principais:

Com relação ao Conselho de Tutela, esse órgão direcionava-se a proteger povos e territórios que não possuíam um governo específico, sendo muitos deles originados de disputas geopolíticas pelo globo, em especial a partir do resultado dos conflitos bélicos da primeira metade do século XX.

Na atualidade, todos esses territórios que estavam sob tutela da ONU já se tornaram independentes ou integraram-se ao território de outras nações. Assim, o Conselho de Tutela foi suspenso no ano de 1994. Contudo, é um órgão que continua existindo e que compõe a ONU, e ainda pode voltar a reunir-se, caso haja uma indicação da Assembleia Geral ou do Conselho de Segurança.

A Corte Internacional de Justiça, sediada em Haia (Países Baixos), é o órgão jurídico da ONU. O seu objetivo é solucionar conflitos jurídicos entre os países-membros, conforme as legislações internacionais vigentes.

Por fim, o Secretariado é o órgão administrativo da ONU. Ele é chefiado por um Secretário-Geral, eleito pela Assembleia Geral, por meio da sanção do Conselho de Segurança, para um mandato de cinco anos.

Objetivos da ONU

A ONU tem como objetivo inicial e principal a promoção da paz entre os países-membros. Desse modo, a organização atua de forma a mediar os conflitos existentes no globo. Além disso, busca-se, por meio das suas esferas de atuação, analisar cenários geopolíticos mundiais com o intuito de garantir-se a estabilidade internacional, manter-se o diálogo entre os países e impedir-se que conflitos militares aconteçam no globo.

Esse objetivo de caráter pacifista da ONU está atrelado ao contexto de sua criação, após a Segunda Guerra Mundial e frente ao temor de que novos conflitos bélicos pudessem acontecer entre as nações.

Ao longo da sua trajetória, a ONU ampliou os seus objetivos, sendo que, nas últimas décadas, coloca-se ainda como o principal deles a contribuição para o desenvolvimento econômico, social e ambiental dos países-membros, por meio de um bom convívio político entre as nações.

Sendo assim, por meio de suas agências, a ONU busca, para além de fomentar a paz mundial, desenvolver ações que promovam a melhoria da qualidade de vida das populações.

Acesse também: Quais as diferenças e relações entre Estado, nação e governo?

Países que fazem parte da ONU

A ONU possui um total de 193 membros permanentes, além de dois membros observadores, sendo eles a Palestina e o Vaticano. O último país a ingressar na ONU foi o Sudão do Sul, a partir da sua independência, em 2011.

O Brasil é um membro fundador da ONU, ou seja, faz parte da organização desde o ano de 1945. A ONU possui uma grande diversidade países que estão distribuídos por cinco continentes do globo (América, África, Ásia, Europa e Oceania). Suas línguas oficiais são:

  • Países da África que fazem parte da ONU

África do Sul

Egito

Mali

Serra Leoa

Angola

Eritreia

Marrocos

Seychelles

Argélia

Etiópia

Maurício

Tunísia

Benin

Gabão

Mauritânia

Somália

Botsuana

Gâmbia

Moçambique

Suazilândia

Burkina Faso

Gana

Namíbia

Sudão

Burundi

Guiné

Níger

Sudão do Sul

Cabo Verde

Guiné-Bissau

Nigéria

Uganda

Camarões

Guiné-Equatorial

Quênia

Tanzânia

Chade

Lesoto

República Centro-Africana

Togo

Comores

Libéria

República Democrática do Congo

Zâmbia

Congo

Líbia

Ruanda

Zimbábue

Costa do Marfim

Madagáscar

São Tomé e Príncipe

 

Djibuti

Malauí

Senegal

 

  • Países da América que fazem parte da ONU

Antígua e Barbuda

Colômbia

Guiana

República Dominicana

Argentina

Costa Rica

Haiti

Santa Lúcia

Bahamas

Cuba

Honduras

São Cristóvão e Névis

Barbados

Dominica

Jamaica

São Vicente e Granadinas

Belize

El Salvador

México

Suriname

Bolívia

Equador

Nicarágua

Trinidad e Tobago

Brasil

Estados Unidos

Panamá

Uruguai

Canadá

Granada

Paraguai

Venezuela

Chile

Guatemala

Peru

 

  • Países da Ásia que fazem parte da ONU

Afeganistão

Coreia do Norte

Jordânia

Quirguistão

Arábia Saudita

Coreia do Sul

Kuwait

Síria

Bangladesh

Emirados Árabes Unidos

Laos

Sri Lanka

Barein

Filipinas

Líbano

Tadjiquistão

Brunei

Iêmen

Malásia

Tailândia

Butão

Índia

Maldivas

Timor-Leste

Camboja

Indonésia

Myanmar

Turquia

Catar

Irã

Mongólia

Turcomenistão

Cazaquistão

Iraque

Nepal

Uzbequistão

China

Israel

Omã

Vietnã

Cingapura

Japão

Paquistão

 

  • Países da Europa que fazem parte da ONU

Albânia

Dinamarca

Itália

Polônia

Alemanha

Eslováquia

Letônia

Portugal

Andorra

Eslovênia

Liechtenstein

Reino Unido

Armênia

Espanha

Lituânia

República Tcheca

Áustria

Estônia

Luxemburgo

Romênia

Azerbaijão

Finlândia

Macedônia

Rússia

Belarus

França

Malta

San Marino

Bélgica

Geórgia

Moldávia

Sérvia

Bósnia-Herzegóvina

Grécia

Mônaco

Suécia

Bulgária

Hungria

Montenegro

Suíça

Chipre

Irlanda

Noruega

Ucrânia

Croácia

Islândia

Países Baixos

 

  • Países da Oceania que fazem parte da ONU

Austrália

Kiribati

Palau

Tuvalu

Fiji

Micronésia

Papua Nova Guiné

Vanuatu

Ilhas Marshall

Nauru

Samoa

 

Ilhas Salomão

Nova Zelândia

Tonga

 

Conselho de segurança da ONU

O Conselho de Segurança da ONU é um órgão da instituição que tem como função a manutenção da paz e da segurança mundial por meio de suas discussões e possíveis ações deliberativas. Desse modo, busca-se evitar a ocorrência de conflitos armados no globo e estabelecer um diálogo com as partes envolvidas em conflitos existentes.

É formado por um conjunto 15 países: cinco permanentes e 10 não permanentes. Os membros permanentes são:

  • China

  • Estados Unidos

  • França

  • Reino Unido

  • Rússia

Já os membros não permanentes são eleitos pela Assembleia Geral para um mandato de dois anos.

O Conselho de Segurança da ONU já atuou em situações importantes da geopolítica mundial e auxiliou na resolução de diversos conflitos pelo globo. No entanto, vários países defendem uma mudança no Conselho, com a inserção de novas nações nos assentos permanentes, ou seja, que possuem direito a veto. São exemplos de países que querem ser membros permanentes do Conselho de Segurança: Alemanha, Brasil, Índia e Japão.

Leia também: Organização dos Países Exportadores de Petróleo - Opep

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (ENEM 2018)

Os objetivos da ONU, de acordo com o disposto no capítulo primeiro de sua Carta, são quatro: 1) manter a paz e segurança internacionais; 2) desenvolver ações amistosas entre as nações, com base no respeito ao princípio de igualdade de direitos e de autodeterminação dos povos; 3) conseguir uma cooperação internacional para resolver os problemas internacionais de caráter econômico, social, cultural ou humanitário; 4) ser um centro destinado a harmonizar a ação das nações para a consecução desses objetivos comuns.

GONÇALVES, W. Relações internacionais. Rio de Janeiro: Zahar, 2008 (adaptado).

De acordo com os objetivos descritos, o papel do organismo internacional mencionado consiste em

A) regular o sistema financeiro global.

B) mediar conflitos de ordem geopolítica.

C) legitimar ações de expansionismo territorial.

D) promover a padronização de hábitos de consumo.

E) estabelecer barreiras à circulação de mercadorias.

Resolução

Alternativa B: O principal objetivo da ONU é garantir a paz e a segurança mundial. Desse modo, por meio da atuação da Assembleia Geral e do Conselho de Segurança, a ONU detém o poder de mediar os conflitos entre os países-membros com base no diálogo e na promoção da melhoria da qualidade de vida da população mundial.

Questão 2 – (ENEM 2019)

Brasil, Alemanha, Japão e Índia pedem reforma do Conselho de Segurança

Os representantes do G4 (Brasil, Alemanha, Índia e Japão) reiteraram, em setembro de 2018, a defesa pela ampliação do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) durante reunião em Nova York (Estados Unidos). Em declaração conjunta, de dez itens, os chanceleres destacaram que o órgão, no formato em que está, com apenas cinco membros permanentes e dez rotativos, não reflete o século 21. “A reforma do Conselho de Segurança é essencial para enfrentar os desafios complexos de hoje. Como aspirantes a novos membros permanentes de um conselho reformado, os ministros reiteraram seu compromisso de trabalhar para fortalecer o funcionamento da ONU e da ordem multilateral global, bem como seu apoio às respectivas candidaturas”, afirma a declaração conjunta.

Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br. Acesso em: 7 dez. 2018 (adaptado).

Os países mencionados no texto justificam sua pretensão com base na seguinte característica comum:

A) Extensividade de área territorial.

B) Protagonismo em escala regional.

C) Investimento em tecnologia militar.

D) Desenvolvimento de energia nuclear.

E) Disponibilidade de recursos minerais.

Resolução:

Alternativa B: Os países citados no texto são potências em escala regional e, até mesmo, mundial. Sendo assim, eles buscam a participação no Conselho de Segurança da ONU na tentativa de reequilibrar-se o jogo geopolítico mundial e, ainda, terem o seu papel de potências com amplo poder de decisão reconhecido pelo organismo internacional.

Crédito das imagens

[1] Osugi / Shutterstock

[2] EQRoy / Shutterstock

Por: Mateus Campos

Artigos relacionados

5 de junho — Dia Mundial do Meio Ambiente

Você sabe qual é a importância do Dia Mundial do Meio Ambiente? Clique aqui, veja a resposta para essa pergunta e entenda como foi criada essa data.

As principais leis do Apartheid

As principais leis do apartheid, apartheid, segregação racial, separação racial, apartheid, uma lei que proibia a livre circulação de negros, negros, brancos, serviços públicos, escola, hospital, praça pública, estádio esportivo, eleições, líder, Nelson Mandela.

Banco Mundial

Você conhece a finalidade do Banco Mundial? Clique e saiba mais sobre seus objetivos, estrutura, características e as críticas realizadas sobre ele.

Cruz Vermelha

Acesse o site e conheça mais sobre a Cruz Vermelha. Acompanhe como se deu a criação dessa instituição, seus símbolos e sua atuação no Brasil.

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Conheça a história e a importância da Declaração Universal dos Direitos Humanos!

Estado da Cidade do Vaticano

Estado da Cidade do Vaticano, Vaticano, Mapa do Vaticano, país, mundo, micropaís, Roma, capital, Itália, embaixadores, representantes, jornal oficial, estação de rádio, força militar, Guarda Suíça, igrejas, basílicas, pinturas, esculturas.

Fundo Monetário Internacional (FMI)

Conheça as principais características do FMI, bem como o seu funcionamento e críticas.

Golpe militar em Mianmar

Clique para saber mais detalhes sobre o golpe militar em Mianmar. Esse golpe aconteceu em fevereiro de 2021 e foi organizado pelo exército mianmarense.

Madre Teresa de Calcutá

Acesse e veja detalhes da vida de Madre Teresa de Calcutá, um dos nomes mais conhecidos do século XX por cuidar dos povos e promover da paz.

Mundo Bipolar

A influência exercida por Estados Unidos e União Soviética no período pós-guerra.

O Iraque

Iraque que país é esse, Onde está localizado o Iraque, Os problemas do Iraque, Iraque foco de conflito, As guerras do Iraque, Os inimigos do Iraque, Iraque e o Islamismo, Sadam Hussein e o Iraque.

OPEP

Saiba o que é a OPEP, por que foi criada, quais são os seus membros e os seus principais objetivos.

OTAN

OTAN, O que é a OTAN, onde surgiu a OTAN, quando surgiu a OTAN, Organização do tratado do Atlântico Norte.

Objetivos do Milênio

Você sabe o que são os Objetivos do Milênio e os “8 jeitos de mudar o mundo”? Conheça a proposta das Nações Unidas!

Organização Internacional do Trabalho (OIT)

Conheça a Organização Internacional do Trabalho (OIT), sua origem, seus princípios e objetivos.

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Conheça um pouco mais a respeito da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma agência das Nações Unidas voltada para a saúde dos povos.

Organização Mundial do Comércio (OMC)

Como surgiu, como funciona e quais são as principais características da OMC.

Siglas da Geopolítica

Confuso(a) com tantos termos, como OMC, OTAN, ONU e BIRD? Leia e conheça o significado das siglas para facilitar os seus estudos!

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)

Entenda o que é Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e conheça sua história. Veja como ele é calculado e quais países têm os maiores ou menores IDH.