Enem Digital

O Ministério da Educação (MEC) anunciou em julho de 2019 uma novidade para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): a aplicação de provas digitais a partir de 2020. O objetivo da nova versão do exame foi reduzir os gastos com a impressão das provas.

Inicialmente, o Enem Digital foi lançado para atender 50 mil estudantes em 15 capitais. Porém, após a publicação do edital, no dia 31 de março de 2020, mudanças foram aplicadas para que a prova pudesse atender um número maior de participantes, sendo 100 mil provas aplicadas em todos os estados e no Distrito Federal.

O MEC tem a intenção de aumentar a quantidade de participantes nas provas digitais anualmente para que, até 2026, elas possam substituir totalmente as provas impressas.

O que é o Enem Digital?

O Enem Digital é uma nova forma de aplicação das provas do Enem por meio de computadores. Os participantes respondem as questões de forma digital, substituindo a tradicional versão impressa.

As provas mantêm a mesma estrutura do exame tradicional, com 180 questões e uma redação, divididos em dois dias de aplicação. Somente a redação continua sendo impressa.

Quem pode fazer o Enem Digital?

Por enquanto, as provas digitais do Enem só podem ser feitas pelos estudantes que já concluíram ou vão concluir o Ensino Médio até o final do ano de aplicação do exame, o que impede a participação de treineiros (estudantes que ainda não concluíram o Ensino Médio).

Os participantes que necessitam de atendimento especial no Enem, como recursos de acessibilidade, ainda não podem participar da versão digital do Enem. No entanto, a participação deles deve acontecer em edições futuras.

Em 2020 foram disponibilizadas apenas 100 mil inscrições para a prova digital e, em cada estado, há uma quantidade específica de vagas. A participação é opcional e, quando o total de inscrições é atingido, os demais estudantes só podem se inscrever nas provas tradicionais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como fazer a inscrição no Enem Digital?

As inscrições para o Enem Digital são realizadas no mesmo período e local do Enem tradicional. Antes de começar o processo de inscrição, o participante deve se cadastrar no Portal do Governo Federal, exigência que também começou em 2020.

Para fazer a inscrição no Enem Digital, o estudante deve acessar a Página do Participante e iniciar o processo. Além disso, também é obrigatório fazer o upload de uma foto para a identificação nos dias de prova. A taxa de inscrição é a mesma das provas impressas.

O participante também só pode optar por um tipo de prova. Não é possível fazer o Enem nas duas modalidades.

Como funciona o Enem Digital

O formato da prova digital e tradicional é o mesmo, mas com perguntas e tema da redação diferentes, visto que as datas de aplicação não são as mesmas. O nível de dificuldade também é o mesmo, assim como o tempo oferecido para a resolução das questões.

Saiba como são as provas do Enem

As provas digitais do Enem também podem conter vídeos, infográficos, games e outros recursos audiovisuais que as provas impressas não permitem.

Os locais de aplicação da prova digital são determinados pelo Inep e devem apresentar infraestrutura adequada para receber os computadores de aplicação dos exames. Durante o exame, os participantes só têm acesso ao caderno de provas virtual, sem acesso à internet ou a outro programa.

Enem Digital 2020

As provas digitais do Enem 2020 estavam previstas para serem aplicadas nos dias 11 e 18 de outubro. Em consequência da pandemia do coronavírus (covid-19) a data foi alterada para os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021

Por: Giullya Franco

Artigos relacionados

Diferenças entre Enem Digital e Impresso

Veja como são as provas do Enem na versão digital e impressa. Saiba quais são as diferenças e semelhanças das duas modalidades de provas.