Gramática

Iniciemos nossa discussão atendo-nos aos seguintes enunciados:

Costume lugar retornamos ao de.

Retornamos ao lugar de costume. 

Obviamente que o segundo enunciado nos retrata com clareza e precisão o discurso ora pretendido. Assim, tal afirmativa nos contextualiza a dois importantes conceitos: o de gramaticalidade e agramaticalidade. Tal pressuposto (referindo-se à gramaticalidade) revela-nos que o ser humano já possui as regras de como a língua, basicamente, se estrutura, independentemente de ter frequentado a escola ou não. Pois bem, notamos que, de forma expressiva, os conceitos básicos foram retratados, mas o que dizer de tantas normas com as quais compartilhamos no momento em que estabelecemos familiaridade com a gramática puramente descrita?

Antes de nos propormos à elucidação dos fatos, foquemos nossa atenção a esta criação artística:


Pronominais

Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido

Mas o bom negro e o bom branco
Da Nação Brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro

                       Oswald de Andrade


A esta letra musical:

Inútil

A gente não sabemos
Escolher presidente
A gente não sabemos
Tomar conta da gente
A gente não sabemos
Nem escovar os dente
Tem gringo pensando
Que nóis é indigente...

"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!

A gente faz carro
E não sabe guiar
A gente faz trilho
E não tem trem prá botar
A gente faz filho
E não consegue criar
A gente pede grana
E não consegue pagar...

                                 Ultraje a Rigor


E também a este cartaz:


São exemplos de que a comunicação perfeitamente se materializou, contudo, não estão de acordo com o padrão formal que rege a linguagem. No primeiro exemplo, constatamos que Oswald de Andrade, de maneira singular, deixa às claras sua indignação no que tange à existência de tantas imposições, enfatizando, no último verso, um recorrente desvio – manifestado pelo emprego de um pronome oblíquo no início de frases. Já no segundo, verificamos a evidente falta de concordância entre o pronome e a forma verbal que a ele se refere. E por último, no terceiro exemplo, nos deparamos com erros relacionados a questões ortográficas. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Quando falamos em padrão, estamos nos referindo justamente à questão das regras, uma vez que estas não nos mostram somente como a língua é, e sim como ela deveria ser. Por conseguinte, estamos dando enfoque principal à gramática normativa. Dessa forma, definimos que ela, em especial, nada mais é que o conjunto de normas a serem obedecidas por todos os usários do sistema linguístico, assim como as regras de trânsito, as regras relativas aos códigos de natureza ética e moral, entre muitos outros casos representativos.

Asim sendo, a presente seção tem por objetivo proporcionar a você todos os conhecimentos necessários, levando-se em conta todos os fatos concebidos por tais normas e manifestados mediante uma diversidade de circunstâncias linguísticas. Desejamos a todos um bom estudo e, sobretudo, que possam colocar em prática tudo o que aqui vivenciarem, principalmente quando se tratar da modalidade escrita.

A gramática normativa revela-se como um conjunto de regras, comum a todos os usuários da língua

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Seções de Gramática

Acentuação gráfica

Esta, aquela palavra... outra e mais outra...acentuada ou não acentuada? Em um simples clique confira uma seção que enfatiza acerca da acentuação gráfica!!!

Classe de palavras

Aprenda mais sobre as classes de palavras. Descubra quais são as classificações gramaticais, e entenda suas funções morfológicas.

Concordância verbal e nominal

Uma seção retratando diversas ocorrências linguísticas é tudo de que você precisava, não é verdade? Não deixe de conferir o que preparamos para você sobre concordância verbal e nominal!

Crase

Deseja saber um pouco mais sobre o acento indicador da crase? Clicar e conferir representa a palavra de ordem nesse momento em que você se deparou com esta seção!

Dúvidas linguísticas da norma culta

Dúvidas linguísticas andam rondando seu cotidiano? Não se preocupe, pois clicando você obterá o conhecimento necessário para seguir a norma culta.

Dúvidas verbais

Em se tratando das formas verbais, as dúvidas representam um fato recorrente. Por isso, que tal uma seção somente destinada a saná-las? Que tal clicar e conferir?

Estrutura e formação das palavras

Ao proferir uma palavra, já se deu conta da maneira como ela se estrutura? Seja hábil o suficiente para clicar nesta seção e conferir importantes dicas.

Figuras de linguagem

A depender da intencionalidade a que se presta o emissor, recursos estilísticos inteiramente ao dispor – especificamente encontrados nas figuras de linguagem. Conheça-as!

Fonologia

Provavelmente, você não perderá a oportunidade de compartilhar as informações prestadas por uma seção que se destina somente à fonologia, não é mesmo? Ora, clique, pois!

Orações Coordenadas e Orações Subordinadas

Fazê-lo (a) conhecer acerca das características que norteiam as orações coordenadas e orações subordinadas é o objetivo principal desta seção. Aproveite, portanto!!!

Ortografia

Confira importantes pressupostos inerentes a esta parte da gramática!

Regência

Uma seção destinada a você, caro (a) usuário (a), a qual trata de uma ocorrência linguística particularmente importante: a regência. Conheça-a e se inteire das novidades!

Significação das palavras

Conferir clareza aos enunciados que proferimos depende, entre outras habilidades, do conhecimento de que dispomos acerca da significação das palavras!

Sinais de pontuação

Uma seção a qual o (a) conduzirá ao efetivo conhecimento acerca dos sinais de pontuação! É clicar e conferir diversas informações!

Sintaxe

A sintaxe representa uma das partes da gramática responsável pelo estudo de fatos linguísticos específicos. Com vistas a interagir com todos eles, clique aqui!

Termos constituintes da oração

Uma seção que aborda todos os aspectos relacionados aos termos constituintes da oração era tudo de que você precisava, por isso, clique e confira!

Artigos de Gramática

Ampersand ou E comercial.

Você sabe o que é ampersand? Clique aqui e descubra!

Cedilha

Clique aqui e aprenda mais sobre o sinal da cedilha. Descubra o que ela significa e qual é sua origem. Saiba também se ela pode ser considerada um acento.

Diferenças entre a linguagem culta e a linguagem coloquial

Você conhece as diferenças entre a linguagem culta e a linguagem coloquial? Clique e saiba mais sobre os níveis de linguagem!

Estrangeirismo

Quer saber mais sobre o estrangeirismo? Clique aqui e descubra a origem das palavras “intrusas” do léxico!

Gírias

Fique ligado, aprenda mais sobre o curioso universo das gírias!

Inferências linguísticas

Clicando, descobrirá acerca do verdadeiro sentido que se atribui às inferências linguísticas, demarcadas no espaço que você irá compartilhar a partir de agora!

O português pelo mundo: palavras de origem portuguesa

O português pelo mundo: conheça uma lista curiosa de palavras de origem portuguesa!

Os elementos necessários à comunicação

Para que exista uma comunicação é necessário a presença de alguns elementos. Confira!

Palavras e locuções denotativas

Inteire-se acerca desse assunto!

Por que estudar?

Certifique-se de algumas discussões relacionadas a este assunto.

Por que falar bem e ser cordial?

Conheça acerca dos benefícios resultantes de tais atitudes.

Prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Enem

Clique e saiba como estudar para a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Enem.

Registros ou níveis de língua: por dentro da língua portuguesa

A diversidade da língua portuguesa: Clique e conheça os principais registros ou níveis de língua encontrados no português.

Termos relativos ao português brasileiro e ao lusitano - traços peculiares

Atenha-se a alguns deles, mantendo-se bem informado (a) sobre este aspecto!

Tipos de gramática

De forma a ampliar ainda mais sua competência linguística, conheça aqui os tipos de gramática por meio de um só clique!

Variações linguísticas

Acesse para aprender o que é uma variação linguística e quais são seus tipos: sociais (diastráticas), regionais (diatópicas), históricas (diacrônicas) e estilísticas (diafásicas).

Variações linguísticas x Preconceito linguístico

Variações linguísticas x Preconceito linguístico: Conheça a importância dos dialetos e registros na língua portuguesa.