Ortografia

O vocábulo “ortografia” deriva dos radicais gregos – orto = certo, correto, justo, exato e grafia = escrita, e constitui a parte da gramática que se ocupa da grafia correta das palavras. Ela, por ser fruto de convenções oriundas de acordos ortográficos decorrentes dos diversos países nos quais a Língua Portuguesa é oficial, manifesta-se mediante padrões convencionais pré-estabelecidos, obedecendo a critérios etimológicos (relacionados à origem das palavras) e fonológicos (relacionados aos fonemas representados).

A título de informação, há que se ressaltar acerca da existência de duas ortografias oficiais – a lusitana e a brasileira, fato considerado prejudicial para a unidade intercontinental do idioma e para seu prestígio de forma global, envolvendo todo o mundo. Desta feita, o primeiro foi aprovado em 1931, contudo considerado sem êxito, haja vista que o objetivo era promover a unificação dos dois sistemas ortográficos. Subsequentes a este houve o de 1943, 1945, 1971 no Brasil e 1973 em Portugal, e o de 1975, embora não tenha sido oficialmente aprovado por razões de ordem política. Em meio a tantas incoerências, aconteceu em 1986, no Rio de Janeiro, um encontro de todos os representantes dos países lusófonos, ficando estabelecido o Novo Acordo Ortográfico de 1986, também inviabilizado.

Em 1º de janeiro de 2009, começou a vigorar outra reforma ortográfica, estabelecendo mudanças em diferentes aspectos, estudadas posteriormente. Uma delas, relacionadas a questões ortográficas, foi a junção das letras “K”, “W” e “Y” ao alfabeto português oficial. Sendo este assim representado:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A – B – C – D – E – F – G – H – I – J – K – L – M – N – O – P – Q – R – S – T – U – V – W – X – Y – Z

Mediante tais pressupostos, torna-se relevante mencionar que o ato de grafar corretamente as palavras significa tão somente adequar-se a estes padrões estabelecidos por lei. Tal adequação representa um processo que se desenvolve de forma paulatina, por meio do contato frequente com essas mesmas palavras. Procedimento este representado pelo hábito da leitura, a prática da escrita e pelas recorrentes consultas ao dicionário, no intento de esclarecer possíveis questionamentos no que concerne a este ou àquele vocábulo ora em evidência. 


Assim sendo, nessa seção o usuário poderá conferir a maneira correta pela qual se grafa uma infinidade de vocábulos existentes no sistema linguístico, tendo em vista os traços que lhes são peculiares, efetivamente manifestados entre sons e letras e suas respectivas relações de semelhança e materializados pela grafia e a pronúncia, como é o caso da homonímia, paronímia e polissemia.

Parte da Gramática que se ocupa da grafia correta das palavras

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos de Ortografia

A Costa ou As Costas?

A costa e as costas revelam algumas dúvidas linguísticas, sendo que as costas se referem ao dorso e a costa à zona litorânea.

A nível de? Em nível de? - pressupostos linguísticos

Constate acerca de alguns deles ao clicar aqui!

A ortografia e suas formas variantes

Conheça suas principais características!

Abreviatura de horas

A abreviatura de horas, tendo em vista o padrão formal que rege a linguagem, constitui-se de pormenores específicos, aos quais devemos estar atentos.

Acentuação das formas verbais ligadas por hífen

A acentuação das formas verbais ligadas por hífen está condicionada a regras específicas.

Acerca de; a cerca de ou há cerca de

Dúvidas no momento de empregá-las? Embora tão parecidas, se divergem quanto ao significado.

Acordo Ortográfico

Interaja-se com as peculiaridades inerentes a este fato.

As letras "G" e "J" - empregando-as corretamente

Amplie seus conhecimentos em relação a este fato linguístico!

As vezes ou às vezes?

Com este artigo você vai aprender as diferenças entre as expressões “as vezes” e “às vezes”. Vamos lá?

As vogais O e U - traços distintivos

Em apenas um clique, conheça-os!

Bacharel ou Bacharela?

Bacharel não é um substantivo comum de dois gêneros, haja vista que existe o feminino “bacharela”.

Bom dia: com ou sem hífen

Você pode escrever “bom dia”, assim como “bom-dia”. Saiba o porquê do emprego ou não do hífen clicando aqui!

Companhia ou compania?

Você sabe dizer qual é a forma correta: companhia ou compania? Clique e tenha a resposta de mais uma dúvida linguística.

Darmos e dar-mos

Darmos e dar-mos representam alvo de alguns equívocos cometidos pelos usuários, sendo que darmos se refere à forma infinitiva flexionada e dar-mos, à junção entre o pronome oblíquo “me” e o artigo masculino plural “os”.

De férias ou Em férias?

Clique aqui e tire suas dúvidas quanto às expressões: De férias ou Em férias!

De o (a) ou do (a) - qual a forma correta?

Proponha-se a uma análise mais detalhada deste caso. Para isso, é só clicar!

Demais ou de mais?

Entenda a diferença entre “demais” e “de mais”. Saiba qual é o contexto adequado para se usar cada um deles e quais são suas possíveis funções.

Dentre ou entre? - Em que circunstâncias utilizá-los?

Já ficou em dúvida e não sabia se utilizava a preposição dentre ou entre? Confira aqui alguns exemplos que acabarão com a suas dúvidas!

Em vez de e Ao invés de - marcas linguísticas

Atenha-se às circunstâncias nas quais fazemos o uso destas expressões!

Empregando corretamente a letra "X"

Confira algumas de suas características!

Empregando corretamente a letra Z

Atente-se a algumas características!

Estado ou estado? - traços que os distinguem

Aprenda em quais contextos você deve utilizar Estado ou estado!

Frequentes desvios linguísticos

Como usuários da língua, alguns desvios linguísticos são procedimentos frequentes. Saiba então como evitá-los, clicando e analisando alguns casos representativos!

Grande maioria

A expressão “grande maioria” não pode ser considerada um pleonasmo.

Há ou a? - circunstâncias em que se manifestam

Certifique-se de algumas elucidações inerentes a esta ocorrência linguística!

Jeito ou geito?

Saiba se o correto é escrever jeito ou jeito e se essas palavras são homófonas. Descubra quando devemos utilizar a letra j nas palavras.

Letras maiúsculas e minúsculas: quando utilizá-las?

Letras maiúsculas e minúsculas integram o padrão formal da linguagem, por isso devemos utilizá-las corretamente.

Mau ou Mal, eis a questão

Aprenda o emprego adequado das palavras homófonas mau e mal que sempre geram dúvidas em seu uso.

Nenhum X Nem um - marcas linguísticas

Inteire-se dos pontos que demarcam ambos os termos!

O emprego do "h"

Atenha-se a alguns pressupostos quanto ao emprego desta letra!

O hífen relacionado ao uso do não como prefixo

Você já se sentiu questionado (a) acerca do uso do hífen antes do “não” utilizado como prefixo? Então, não perca a oportunidade de conferir dicas quentíssimas!

O uso do hífen

Constate as ocorrências linguísticas nas quais ele se manifesta, tendo em vista as regras advindas da nova reforma!

Onde, aonde e donde

Onde, aonde e donde apesar de serem demarcadas por traços semelhantes, divergem em alguns aspectos, tendo em vista as circunstâncias linguísticas em que são empregadas.

Ortoepia e prosódia

Você sabe o que é ortoepia e prosódia? Clique aqui e descubra!

Para com, para e pra - traços linguísticos

Deseja saber quando usar para com, para e pra? Se sim, clique e se certifique de alguns traços linguísticos que demarcam tais expressões.

Peculiaridades relacionadas às vogais E e I

Atenha-se a algumas considerações de relevante importância!

Pedir para e Pedir que - circunstâncias de uso

Analisando-as descobrirá acerca de todas as suas características. Para tanto, é só clicar!

Perda ou perca?

Perda ou perca possuem sentidos distintos. Perda se refere a um substantivo, enquanto que perca retrata a flexão do verbo perder.

Por ora ou por hora?

Por ora ou por hora, apesar das semelhanças, divergem quanto ao significado. Por ora significa por agora; e por hora significa a cada hora.

Prevenir ou previnir?

Prevenir ou previnir? Neste artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre como escrever esse verbo corretamente!

Retificar ou ratificar?

Leia e aprenda a diferença entre os parônimos retificar e ratificar e amplie seus conhecimentos sobre ortografia da Língua Portuguesa!

S ou SS? - Em quais circunstâncias empregá-las?

Atenha-se a algumas considerações em relação a este fato!

Saudade ou saudades?

Saudade ou saudades? Se você ficou curioso para saber a resposta, clique agora e confira mais uma super dica da língua portuguesa.

Semana retrasada?

Semana retrasada faz referência àquela semana anterior à atrasada, e não àquela anterior à passada.

Siglas e abreviaturas

Aprimore seus conhecimentos em relação a esses fatos linguísticos

Ter que... ter de... qual delas é a forma correta?

Atenha-se aos aspectos que as demarcam.

Tudo a ver ou Tudo haver? - qual a forma correta?

Tudo a ver ou Tudo haver? Clique aqui e não tenha mais dúvidas!

Um estudo acerca das letras C e Ç

Confira suas peculiaridades!

Um Mil

“Um mil” é um modo incorreto de se grafar essa expressão.

Uso de maiúsculas e minúsculas

O uso de maiúsculas e minúsculas faz parte dos assuntos relacionados à gramática, dos quais devemos estar sempre cientes.

Uso dos porquês

Tem problemas com o uso dos porquês? Tire suas dúvidas e deixe no passado o emprego equivocado dessas palavras!

Viagem ou viajem? Entenda a diferença

Viagem ou viajem? Aprenda como e quando usar essas duas palavras!