Como se inscrever no Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebe suas inscrições por um sistema totalmente informatizado, pela internet, chamado Página do Participante. Apesar de simples e autoexplicativo, o sistema de inscrição no Exame contém muitas etapas e pode acabar gerando dúvida e confusão em quem se inscreve pela primeira vez.

Pensando nisso, bolamos esse passo a passo das inscrições do Enem para facilitar o seu entendimento. Vamos lá?

A primeira coisa a se saber é que as inscrições para Enem devem ser feitas dentro do prazo estipulado pelo Inep. É muito importante ficar atento ao prazo, já que ele nunca foi prorrogado.

A taxa de inscrição do Enem custa, atualmente, R$ 85 e há a possibilidade de solicitar isenção dessa taxa. O prazo costuma ser iniciado antes mesmo do período de inscrições.

Podem fazer o pedido de isenção da taxa estudantes que estão no terceiro ano do ensino médio em escolas públicas e estudantes de baixa renda que se enquadrem na Lei Federal nº 12.799/2013 ou que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Saiba como solicitar isenção no Enem

Voltando as inscrições, fizemos um passo a passo para facilitar seu entendimento.

1 – Acessar a Página do Participante

O primeiro passo consiste em acessar a Página do Participante. A tela de início vai te mostrar a robô Nanda, que te solicitará algumas informações, sendo a primeira delas a de clicar na imagem do objeto que ela escolheu. 

Ao se inscrever, você deve escolher a opção de provas tradicionais do Enem ou as provas do Enem Digital. As inscrições para as duas modalidades são recebidas no mesmo período e no mesmo endereço eletrônico, que é a Página do Participante. Cabe a você fazer a escolha quando a tela solicitar. 

Sobre o Enem Digital, há um número limitado de inscrições e a preferência é de quem se inscrever primeiro. A versão digital é exclusiva para quem terminou o ensino médio ou irá concluir até o final do ano e para quem não vai precisar de atendimento especial (falaremos disso daqui a pouco).

2 – Preenchendo com os Dados Pessoais

O próximo passo é o preenchimento de seus dados pessoais, como CPF e a data de nascimento. Para quem tiver solicitado a isenção da taxa, o sistema consegue reconhecer a partir do momento em que o CPF é digitado. Com isso, algumas etapas são puladas.

A próxima tela solicitará informações referentes ao sexo, cor/raça, estado civil e nacionalidade. Também é necessário informar onde nasceu, com cidade e estado. A robô Nanda também solicita o número do RG (identidade). 

A última informação desta etapa da inscrição é digitar o número do CEP de onde mora. Se você não souber, há como pesquisar pelo site dos Correios. Quando o CEP for informado, vão aparecer o nome de sua cidade e bairro onde mora. Depois de selecionar, siga completando com as informações solicitadas.

3 – Solicitando Atendimento Especializado

Partindo para aproxima fase da inscrição, esta etapa deverá ser preenchida por aqueles participantes que necessitam de atendimento especial durante as provas. 

Enquadra-se como atendimento especializado aqueles participantes que possuam baixa visão, cegueira, deficiência física ou mental, deficiência auditiva, surdez, surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial, que comprovem por meio de laudo médico suas condições.

Participantes na condição de gestantes, lactantes, idosos e estudantes hospitalizados também podem solicitar o atendimento especializado.

Se você não precisa desse atendimento especial, deverá sinalizar a opção “Não” e dar continuidade na inscrição indo para a próxima tela.

No caso de ser necessário, indique sua deficiência ou condição especial ou se precisa de auxílio ou recurso de acessibilidade para a prova. É preciso ainda enviar, por meio do próprio sistema de inscrição, documentos que comprovem a deficiência ou a condição especial que motiva a solicitação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Saiba como solicitar atendimento especializado no Enem

4 – Escolhendo a Língua Estrangeira

Durante o processo de inscrição também é preciso definir a opção de língua estrangeira  - se inglês ou espanhol - para a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. A escolha só pode ser alterada durante o prazo de inscrições.

5 – Preenchendo a sua Escolaridade

Nesta etapa a sua atenção precisa ser redobrada, já que os dados sobre a escolaridade não podem ser alterados depois da inscrição finalizada. Indique se você já concluiu o ensino médio, se ainda esta cursando e onde – se em escola pública ou particular, ensino médio regular ou supletivo ou ainda Encceja.

Caso marque que não concluiu o ensino médio ou não concluirá este ano, você participará do Enem como treineiro. Isso quer dizer que não poderá usar as notas da prova para se inscrever no SiSU, ProUni e Fies. Marque também o tipo de ensino: se regular, educação especial ou EJA e quando concluiu o ensino médio.

6 – Preenchendo o questionário socioeconômico

Aqui será preciso preencher um questionário socioeconômico com informações suas e da sua família. Esses dados são usados apenas para desenvolvimento de estudos do Inep, não tendo nenhuma influência na sua prova.

O questionário possui no total 25 perguntas e, depois que responder a última, sobre internet na sua casa, deverá aparecer uma mensagem informando que os dados do questionário não poderão ser alterados depois que concluir sua inscrição.

7– Contato e senha

Informe um número de telefone fixo (não obrigatório) e celular e um e-mail único. O Inep usará o seu número de celular e e-mail para enviar comunicados.

Lembre-se de anotar a senha assim que cadastrá-la e guardá-la em um lugar seguro. A senha cadastrada poderá ter letras maiúsculas e minúsculas. Números também são permitidos.

8 – Gerando o boleto – para candidatos não isentos

Fim das etapas e sua inscrição foi concluída. Agora, o sistema vai te apresentar o Beto, que é um outro robô que auxilia no pagamento da taxa. No caso de ter conseguido a isenção, aparecerá à mensagem que sua inscrição foi confirmada. Para quem precisa pagar, é só fazer o download do boleto (Guia de Recolhimento da União – GRU).

O boleto pode ser pago, dentro do prazo estabelecido, em casas lotéricas, internet banking, agências dos Correios que tenham o Banco Postal ou app de agências bancárias.

Você terá a sua confirmação da inscrição depois do banco repassar as informações bancárias para o Inep, o que pode levar até uma semana, mas em geral são dois dias.

Mesmo com a confirmação, guarde o seu boleto. Ele é o seu comprovante de que a taxa foi paga e pode ser apresentado ao Inep no caso de algum problema na inscrição. 

Inscrição simplificada

Para quem solicitou a isenção da taxa, o sistema apresentará uma versão simplificada da inscrição.  Este sistema está em vigor desde a edição de 2018 do Enem.

Neste caso, as telas referentes à escolaridade e questionário socioeconômico não vão aparecer, já que as mesmas foram preenchidas durante o processo de isenção. O boleto para participantes que conseguiram a gratuidade também não será gerado.

Posso cancelar a inscrição no Enem?

Caso tenha realizado a inscrição no Enem e, após concluir o processo, decida não fazer as provas, você pode cancelar sua participação deixando de pagar a taxa do exame. 

Se decidir desistir das provas do Enem após o pagamento da taxa, é só não comparecer às provas. No entanto, o valor pago não será devolvido!

Por: Érica Caetano