Reino Animalia

O reino Animalia, ou reino animal, agrupa espécies como os seres humanos, esponjas, águas-vivas, estrelas-do-mar, cavalos, cachorros e tantas outras. Esse reino engloba cerca de 1,3 milhão de espécies conhecidas, mas pesquisadores acreditam que esse número seja muito maior, podendo variar entre 10 a 20 milhões.

Esse reino apresenta vários filos, porém, geralmente, focamos nosso estudo em nove grupos:

Os invertebrados (poríferos, cnidários, platelmintos, nematódeos, moluscos, anelídeos, artrópodes e equinodermos) constituem a maior parte dos animais, correspondendo a cerca de 95% das espécies conhecidas.

Leia também: Classificação dos seres vivos em cinco reinos

Características gerais dos animais

Os animais constituem um grupo de seres vivos muito heterogêneo, apresentando representantes de diferentes formatos, cores, tamanhos e também com hábitos de vida variados, sendo possível verificar espécies parasitas e de vida livre, por exemplo. Diante de um grupo tão amplo e diversificado, nem sempre é fácil encontrar características compartilhadas por todos os representantes.

Os animais vivem em diferentes ambientes e apresentam diferentes hábitos de vida.
Os animais vivem em diferentes ambientes e apresentam diferentes hábitos de vida.

De uma maneira geral, consideramos animais aqueles seres vivos eucariontes, multicelulares e heterotróficos. Os seres vivos eucariontes são aqueles que apresentam células eucarióticas, ou seja, células que possuem núcleo definido, bem como organelas celulares, tais como a mitocôndria, complexo golgiense, lisossomo e retículo endoplasmático. Além de possuírem esse tipo celular, os animais se destacam por serem multicelulares, ou seja, todos os animais possuem várias células. Na maioria dos casos, essas células estão formando tecidos verdadeiros. As esponjas, no entanto, não apresentam tecidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outra característica marcante dos animais é a nutrição heterotrófica. Isso significa que os animais não são capazes de produzir moléculas orgânicas, devendo ingerir outros seres vivos ou matéria orgânica não viva. Podemos classificar os animais em três grupos básicos levando em consideração sua alimentação: animais herbívoros, carnívoros e onívoros. Os animais herbívoros são aqueles que se alimentam apenas de algas e/ou plantas. Já os animais carnívoros se alimentam de outros animais. Os onívoros, por sua vez, podem se alimentar tanto de outros animais quanto de algas e/ou plantas.

Os animais fazem parte de diferentes cadeias alimentares, ocupando diferentes níveis tróficos, a depender do tipo de alimento que estão ingerindo. Por não realizarem decomposição nem serem capazes de produzir moléculas orgânicas, os animais são sempre consumidores. Entretanto, podem ser consumidores primários, secundários, terciários e assim por diante. Eles se comportam como consumidores primários apenas quando se alimentam de produtores, portanto apenas onívoros e herbívoros podem ocupar esse papel.

Leia também: Características que definem um animal

Animais invertebrados e vertebrados

Os animais podem ser classificados de diferentes formas, e uma dessas classificações é a divisão em invertebrados e vertebrados. Essa classificação, no entanto, é artificial, uma vez que o reino é extremamente complexo e definir apenas uma característica para dividi-lo não é viável. Veja a seguir um pouco sobre essa classificação.

  • Animais invertebrados: não apresentam coluna vertebral e crânio. São encontrados em diferentes ambientes e possuem diferentes hábitos de vida. Eles representam a grande maioria dos animais. Existem vários filos de invertebrados, mas os principais são: poríferos, cnidários, platelmintos, nematódeos, moluscos, anelídeos, artrópodes e equinodermos.

  • Animais vertebrados: grupo de animais incluído no filo dos cordados. Eles se caracterizam por apresentar coluna vertebral e crânio. A coluna vertebral é formada por ossos chamados de vértebras e atua garantindo a sustentação para o corpo do animal e protegendo a medula espinhal, uma importante parte do sistema nervoso central. O crânio, por sua vez, atua protegendo o encéfalo. Como exemplos de animais vertebrados, podemos citar os peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

Leia também: Cinco doenças comuns a homens e animais

Filos dos animais

O reino Animalia é dividido em vários filos, porém os mais amplamente estudados são os apresentados a seguir.

As esponjas são exemplos de poríferos.
As esponjas são exemplos de poríferos.
  • Porifera: grupo que reúne animais também chamados de esponjas. Recebem o nome de poríferos devido à grande presença de poros em seu corpo. São animais sésseis e que se alimentam por filtração. Não possuem tecidos verdadeiros.

As anêmonas são exemplos de cnidários.
As anêmonas são exemplos de cnidários.
  • Cnidaria: grupo que reúne animais que possuem uma cavidade gastrovascular e apenas uma abertura, que funciona como boca e ânus. Como exemplo de cnidários, podemos citar águas-vivas, hidras e corais.
As tênias são exemplos de platelmintos.
As tênias são exemplos de platelmintos.
  • Platyhelminthes: grupo que reúne animais conhecidos também como vermes planos. São encontrados em vários ambientes, sendo muitas espécies de vida livre. Apesar de existirem espécies de vida livre, as espécies mais conhecidas são as parasitas, como a tênia, que provoca a teníase.

As lombrigas são exemplos de nematódeos.
As lombrigas são exemplos de nematódeos.
  • Nematoda: grupo que reúne vermes cilíndricos e com extremidade afilada. São encontrados em diferentes habitat, e algumas espécies são parasitas. O nematódeo mais conhecido é, sem dúvida, a lombriga, que causa a ascaridíase em seres humanos.
Os polvos são exemplos de moluscos.
Os polvos são exemplos de moluscos.
  • Mollusca: grupo que reúne animais que apresentam corpo mole. Muitas espécies são marinhas, mas há representantes de água doce e terrestre. Algumas espécies possuem conchas. Como exemplos de moluscos, podemos citar os polvos, lulas e ostras.

As minhocas são exemplos de anelídeos.
As minhocas são exemplos de anelídeos.
  • Annelida: grupo que reúne animais que apresentam corpo formado por vários anéis fusionados. São encontrados tanto em ambiente terrestre quanto em ambiente aquático. São exemplos de anelídeos as minhocas e as sanguessugas.

A aranha é um exemplo de artrópode.
A aranha é um exemplo de artrópode.
  • Arthropoda: é o grupo mais diverso, sendo considerado o filo mais bem-sucedido de todos os animais. Esses animais se destacam pela presença de apêndices articulados e um exoesqueleto rígido, que protege o animal, mas impede o seu crescimento, portanto, de tempos em tempos, ele deve trocá-lo. São exemplos de artrópodes os escorpiões, lacraias, embuás, borboletas, carrapatos, moscas, lagostas e camarões.

As estrelas-do-mar são exemplos de equinodermos.
As estrelas-do-mar são exemplos de equinodermos.
  • Echinodermata: grupo de animais encontrado no ambiente marinho. Possuem uma epiderme recobrindo um esqueleto interno formado por placas calcárias rígidas. Algumas espécies possuem espinhos recobrindo seu corpo, e outras possuem projeções pontiagudas provenientes do esqueleto. Ouriços-do-mar e estrelas-do-mar são exemplos de equinodermos.

Os guaxinins são exemplos de cordados.
Os guaxinins são exemplos de cordados.
  • Chordata: cordados são animais que apresentam quatro características básicas: presença de notocorda, cordão nervoso dorsal oco, fendas faringianas e uma cauda muscular pós-anal. No grupo dos cordados, estão incluídos os vertebrados, que se destacam por serem cordados com coluna vertebral e crânio. Peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos são animais vertebrados pertencentes ao filo dos cordados.
Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Seções de Reino Animalia

Invertebrados

Animais desprovidos de caixa craniana e coluna vertebral.

Tecidos animais (Histologia)

Conjuntos de células que desempenham funções específicas, de maneira integrada.

Vertebrados

Grupo de animais cuja característica principal é a presença de crânio e, depois, a de vértebras.

Artigos de Reino Animalia

Anexos embrionários

Veja quais são os anexos embrionários e a função de cada um deles.

Anfioxo

Conheça mais sobre o anfioxo, um animal marinho que compõe o grupo mais basal dos cordados atuais.

Características que definem um animal

Você já se perguntou a respeito das características que definem um animal? Descubra a resposta para essa pergunta aqui!

Cordados

Saiba mais sobre as características e o desenvolvimento embrionário dos cordados.

Diferença entre autotrófico e heterotrófico

Compreenda a diferença entre um ser vivo autotrófico e um heterotrófico, além de conhecer alguns exemplos.