Dúvidas verbais

Dúvidas verbais representam uma recorrência no cotidiano linguístico de muitos usuários
Dúvidas verbais representam uma recorrência no cotidiano linguístico de muitos usuários

Ao estudarmos os verbos, nem sempre nos damos conta de quão importante é essa classe gramatical tão presente nas comunicações cotidianas, sejam essas relacionadas à oralidade, sejam à escrita, especificamente falando.

Importante e, sobretudo, necessária, porque é justamente em torno dos verbos que se organizam as orações, seguindo adiante, os períodos e, consequentemente, representam o suporte necessário de que precisamos para estruturar nosso pensamento de uma maneira geral.

Falamos assim sobre a importância, mas... e as dúvidas? Será que elas realmente tendem a persistir? Certamente que sim, justamente por se tratar de uma classe um tanto complexa, mas não incompreensível.  Dessa forma, compreender as particularidades de uma infinidade de formas verbais é o que realmente nos impulsiona, cujo intento é fazer com que você se familiarize o quanto antes com muitas das particularidades que serão nesta seção abordadas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nesse sentido, somente para norteamos o que vem pela frente, alguns exemplos fundamentam nosso real propósito, entre eles:

Ele reouve ou ele reaveu?

Ele media ou ele medeia?

Ele intermedia ou ele intermedeia?

Ele interviu ou ele interveio?

Sentiu-se instigado (a) a realizar mais algumas descobertas? Não se preocupe, sinta-se à vontade para clicar e conferir muito mais. Um ótimo conhecimento é o que desejamos a você, caríssimo (a) usuário (a)!!!

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos de Dúvidas verbais

Agradecer-lhe ou Agradecê-lo

Agradecer-lhe ou agradecê-lo? Ocorrências como essa nos remetem ao caso relativo à predicação verbal. Saiba por que clicando aqui!

Chego ou chegado?

Entenda quando você deve utilizar o vocábulo “chego” e como empregar o termo “chegado”, além de conferir exercícios sobre o assunto.

Dúvidas verbais

Por dentro da língua portuguesa: Clique e conheça cinco dicas sobre dúvidas verbais.

Envolver-se com ou envolver-se em?

Envolver-se com ou envolver-se em são exemplos de regência verbal em que somente o contexto define qual a preposição a ser utilizada.

Haja e Aja

Haja e aja, apesar do som idêntico, divergem quanto ao significado.

Havia ou haviam? Existem regras específicas?

Clique aqui e não tenha mais dúvidas!

Houve ou houveram?

Houve ou houveram? Acabe com a dúvida: Clique e saiba mais sobre as particularidades da conjugação do verbo haver!

Pôde ou pode?

Afinal, qual é a forma correta, pôde ou pode? Clique e saiba mais sobre essa dúvida verbal!

Tinha ou tinham? Quando o verbo ter é usado com o sentido de existir

Conheça a conjugação do verbo “ter” como verbo impessoal e veja exemplos desse uso no sentido de “existir”.

Tratam-se de ou trata-se de?

Qual seria o correto: tratam-se de ou trata-se de? Descubra em um simples método: clicando aqui!

Verbo pôr

Em dúvida sobre a conjugação dos verbos irregulares? Clique e saiba mais sobre o emprego do verbo pôr!

Vim ou vir?

Entenda melhor a diferença no uso das formas verbais “vim” e “vir”, aprendendo quando se trata de uma conjugação do verbo “vir” ou do verbo “ver” com exemplos.