Demais ou de mais?

As expressões “demais” e “de mais” existem na língua portuguesa e causam confusão por serem homófonas (isto é, por terem o mesmo som). Porém, há momentos específicos para usar “demais” e “de mais”.

Leia também: Jeito ou geito?

Quando usar demais?

A palavra “demais” pode ser um advérbio de intensidade ou um pronome indefinido.

→ Advérbio de intensidade

Quando a palavra “demais” é um advérbio de intensidade, serve para dar intensidade à ação de um verbo, à qualidade de um adjetivo ou à circunstância dada por outro advérbio. É sinônimo de “muito”, “bastante”, podendo ser substituída por essas palavras no contexto do enunciado. Seu antônimo é “pouco”, que pode ser substituído por “demais” no contexto oposto. Veja os exemplos abaixo:

  • Ele grita demais assistindo a qualquer jogo.

  • A minha filha é inteligente demais!

  • Essa cidade fica longe demais daqui...

→ Pronome indefinido

A palavra “demais” é pronome indefinido quando antecedida por um artigo, implicando a existência de outros seres de uma categoria já exposta no enunciado. Nesse caso, tem como sinônimos “outros”, “restante”, “resto”. Veja alguns exemplos desse caso:

  • Juntou os primeiros documentos para o processo. Os demais ficariam para amanhã.

  • Dispensaram as candidatas que chegaram atrasadas, mas as demais conseguiram fazer o exame.

  • Ele sabia o que fazer, mas os demais, não.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando usar de mais?

A expressão “de mais” pode ser uma locução adverbial ou ocorrer quando a preposição “de” aparece ao lado do advérbio “mais”.

→ Locução adverbial

A locução adverbial “de mais” é composta pelas palavras “de” e “mais”, que, juntas, formam uma ideia relativa à quantidade. Essa locução tem como sinônimo “a mais” e como antônimo “de menos”, podendo ser substituída por esses termos quando for o caso.

  • Não tinha dúvidas de mais, nem de menos.

  • O copo transbordou porque colocaram bebida de mais!

  • Será que eu trouxe comida de mais para a janta?

→ Preposição + advrbio

É possível que o termo “de mais” ocorra nos casos em que a preposição “de” aparece antes do advérbio de intensidade “mais”. Nesse caso, porém, não se trata de uma locução, porque as palavras não estão ligadas entre si. A preposição aparece acompanhando algum termo anterior, comumente um verbo. Por isso, se você substituir o verbo, é possível que a preposição “de” não seja necessária, ficando apenas o advérbio “mais”. Observe:

  • Esqueceu-se de mais detalhes da história.

  • Gostava de mais tempero na comida.

  • Essa culinária se origina de mais de um continente.

Leia também: Retificar ou ratificar?

 Os termos “demais” e “de mais” causam muitas dúvidas aos falantes de língua portuguesa, pois são pronunciados da mesma forma.
Os termos “demais” e “de mais” causam muitas dúvidas aos falantes de língua portuguesa, pois são pronunciados da mesma forma.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Complete as lacunas com “demais” ou “de mais” e informe quando se tratar de advérbio, de pronome ou de locução adverbial.

A) O bebê costumava chorar _____ durante a madrugada.

B) Você gostaria _____ um pedaço?

C) Você cria expectativas _____.

D) Era fã das bandas que se apresentaram no primeiro dia do evento, mas também foi ao show das _____.

Resolução

a) “demais” – advérbio de intensidade.

b) “de mais” – preposição regida pelo verbo “gostaria de” e advérbio “mais”.

c) “de mais” – locução adverbial.

d) “demais” – pronome indefinido.

Questão 2 – Assinale a alternativa correta em relação à ocorrência dos termos “demais” e “de mais”:

“Tivemos pontos demais na prova, ficamos contentes de mais!”

a) Ambos os termos estão grafados de acordo com a norma-padrão.

b) A primeira ocorrência está grafada de acordo com a norma-padrão, mas a segunda, não.

c) A primeira ocorrência não está grafada de acordo com a norma-padrão, mas a segunda, sim.

d) Nenhum dos termos está grafado de acordo com a norma-padrão.

Resolução

Alternativa D. A primeira ocorrência deve ser grafada separadamente, pois se trata da locução adverbial “de mais”, indicando a quantidade de pontos. A segunda ocorrência, por sua vez, deve ser grafada junto, tratando-se do advérbio “demais”, que caracteriza a intensidade do adjetivo “contentes”.

Por: Guilherme Viana

Artigos relacionados

As vezes ou às vezes?

Com este artigo você vai aprender as diferenças entre as expressões “as vezes” e “às vezes”. Vamos lá?

Companhia ou compania?

Você sabe dizer qual é a forma correta: companhia ou compania? Clique e tenha a resposta de mais uma dúvida linguística.

Deste ou desse?

Saiba em que classe de palavras “deste” e “desse” se situam. Conheça o processo de formação dessas palavras. Fique ciente acerca dos contextos de uso de cada uma.

Jeito ou geito?

Saiba se o correto é escrever jeito ou jeito e se essas palavras são homófonas. Descubra quando devemos utilizar a letra j nas palavras.

Peço ou pesso

Saiba qual a grafia correta da palavra conjugada na primeira pessoa do singular do presente do indicativo. Conheça os seus significados e observe os seus usos.

Prevenir ou previnir?

Prevenir ou previnir? Neste artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre como escrever esse verbo corretamente!

Retificar ou ratificar?

Leia e aprenda a diferença entre os parônimos retificar e ratificar e amplie seus conhecimentos sobre ortografia da Língua Portuguesa!

Saudade ou saudades?

Saudade ou saudades? Se você ficou curioso para saber a resposta, clique agora e confira mais uma super dica da língua portuguesa.