Pronomes indefinidos

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso de forma indefinida, genérica e imprecisa e podem ou não ser variáveis em gênero e número.

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso (ele/a, eles/as) de forma indefinida, ou seja, genérica e imprecisa. Vamos observar como eles funcionam em um enunciado:

Nenhum convidado apareceu.

Note que o pronome indefinido “nenhum” não identifica nem quantos e nem quem são os convidados, se eram somente homens ou homens e mulheres. Os pronomes indefinidos referem-se à pessoa do discurso, àquele/a(s) que, em tese, recebe(m) ou pratica(m) a ação.

Alguém esteve aqui pela manhã.

O pronome indefinido “alguém” é capaz de indicar um ser que existe, mas cuja identidade é desconhecida ou não se quer revelar.

Relembrando...
Pronomes são a classe de palavras da Língua Portuguesa que tem a função de identificar as pessoas do discurso, bem como os seres, eventos ou situações aos quais o discurso faz referência. Dessa forma, conforme veremos mais adiante, os pronomes podem ocupar o lugar dos substantivos e agir como importantes elementos de coesão textual, evitando a repetição de palavras.

Classificação dos pronomes indefinidos

Existem diversos pronomes indefinidos em nossa língua, uns invariáveis e outros variáveis, ou seja, podem ou não ser flexionados em número (singular e plural) e gênero (masculino e feminino).

Pronomes indefinidos variáveis

São os pronomes que variam quanto ao gênero e ao número:

Um(ns)/Uma(s)

Pouco(s)/Pouca(s)

Nenhum(ns)/Nenhuma(s)

Outro(s)/Outra(s)

Todo(s)/Toda(s)

Certo(s)/Certa(s)

Muito(s)/Muita(s)

Tanto(s)/Tanta(s)

Algum(ns)/Alguma(s)

Quanto(s)/Quanta(s)

Exemplos:

  • Pesquisei em algumas revistas da área.

  • Certas pessoas me deixam tão inspiradas.

  • muitas pessoas desempregadas.

São os pronomes que variam apenas quanto ao número:

Qualquer/Quaisquer

Qual/Quais

Bastante/Bastantes

Exemplos:

  • Qual desses você gosta mais?

  • Já disse que qualquer um pode participar.

Pronomes indefinidos invariáveis

Os pronomes indefinidos invariáveis não são flexionados em gênero e/ou número.

Alguém

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Nada

Ninguém

Cada
Quem

Mais

Algo

Menos

Tudo

Demais

Nada

Outrem

Exemplos:

  • Alguém sabe onde estão as chaves?

  • Quem foi que disse?

  • Eu perguntei e ninguém respondeu.

Além de serem classificados quanto à (in)variação de gênero e número, os pronomes indefinidos são também classificados em relação ao papel que assumem e ao modo como qualificam os seres nos enunciados.

Pronomes indefinidos substantivos

São aqueles que assumem o lugar do ser na frase.

Exemplos:

Algo

→ Vamos sair para comer algo?

Nada

Nada o convence de que está errado.

Alguém

Alguém sabe quantas horas são?

Ninguém

Ninguém sabe o que eu vi.

Fulano

→ Quem é esse fulaninho aí?

Outrem

→ Mais do que amar a si, é preciso amar outrem.

Sicrano

→ Não quero saber se foi você, se foi sicrano, se foi o cachorro, o papagaio; quero que limpe tudo isso já!

Quem

Quem está falando?

Beltrano

→ Não importa se foi culpa de beltrano ou sicrano, o importante agora é resolvermos o problema.

Tudo

Tudo passa nessa vida.

Pronomes indefinidos adjetivos

São aqueles que qualificam o ser, conferindo-lhe a noção de quantidade aproximada.

Cada

→ Cada cultura tem o seu valor.

Certo(s)

→ Certos alunos sempre chegam atrasados.

Certa(s)

→ Certas pessoas não merecem o nosso respeito.

Fique atento:

Alguns pronomes ora podem exercer a função de pronomes indefinidos substantivos, ora pronomes indefinidos adjetivos:

algum(ns)

alguma(s)

bastante(s)

demais

muito(s)

muita(s)

mais

menos

que

nenhum(ns)

nenhuma(s)

qual

qualquer

quaisquer

quanto(s)

quanta(s)

pouco(s)

pouca(s)

tal(is)

tanto(s)

tanta(s)

todo(s)

toda(s)

um(ns)

uma(s)

vários

várias

Observe os exemplos:

Muitos vieram para o curso.
(função de substantivo)

Muitos alunos vieram para o curso.
(função de adjetivo – quantidade aproximada de alunos)

Leia também a respeito dos Pronomes Possessivos e Pessoais. Bons estudos!

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso de forma indefinida, genérica e imprecisa

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso de forma indefinida, genérica e imprecisa

Por: Luciana Kuchenbecker Araújo

Artigos relacionados

Pronomes Pessoais

Conheça os pronomes pessoais existentes em língua portuguesa e aprenda as funções exercidas por eles no enunciado.

Pronomes de tratamento

Neste artigo você vai encontrar tudo sobre os pronomes de tratamento, usados para designar as formas de tratamento entre os interlocutores.

Pronomes demonstrativos

Clique aqui e entenda como os pronomes demonstrativos são empregados!

Pronomes interrogativos

Leia este artigo e saiba tudo a respeito dos pronomes interrogativos, que são utilizados para introduzir os enunciados interrogativos.

Pronomes possessivos

Atenha-se aos traços que os demarcam!

Pronomes relativos

Interaja-se com as características inerentes a estes, os quais integram as classes de palavras.

Pronomes substantivos e Pronomes adjetivos - características que os demarcam

Atenha-se a algumas considerações relativas a esta ocorrência!

Uso e valor de alguns pronomes indefinidos

Aprenda a utilizar alguns pronomes indefinidos adequadamente e amplie seu conhecimento sobre o valor deles no enunciado.