Coesão textual

O texto não representa um simples emaranhado de palavras, dispostas de forma solta, desconexa. Seja ele constituído desta ou daquela intenção comunicativa, as partes que o compõem têm de estar entrelaçadas entre si, de modo a formar um todo lógico, preciso, coerente. Caso assim não se apresente, as ideias nele abordadas assemelhar-se-ão a uma colcha de retalhos, formada de partes desordenadas.

Dessa forma, texto tem tudo a ver com tessitura, entrelaçamento. Mas para que tal aspecto se manifeste de forma efetiva, a presença de alguns elementos, considerados elementares, é necessária. Entre eles, a coesão, responsável por atribuir clareza, precisão e objetividade ao discurso ora proferido. Assim, podemos defini-la como um conjunto de recursos linguísticos de que dispõe a língua, de forma a estabelecer as ligações necessárias entre os constituintes de uma frase, entre as orações de um período e entre os parágrafos de um texto. Trata-se de uma relação harmoniosa, a qual permite ao leitor uma leitura agradável, fazendo com que o texto não se torne repetitivo, tampouco enfadonho. Nesse sentido, a coesão se subdivide em referencial e sequencial.

A coesão referencial se caracteriza como uma retomada de determinados termos do texto antes expressos, manifestando-se sob dois processos. Dentre eles, destacamos:

Substituição

Tal processo se manifesta quando uma determinada palavra é retomada por intermédio de um elemento gramatical, seja ele um pronome, advérbio, numeral ou verbo. Vejamos alguns exemplos:

Sua atitude desagradou a todos ali presentes. Da próxima vez não faça mais isso.

Temos que o pronome demonstrativo “isso” se tornou responsável por estabelecer tal aspecto.

Durante as férias visitamos lugares paradisíacos. No próximo ano voltaremos.

Inferimos que o advérbio também se ocupou da mesma função.

Reiteração

Esse processo se faz evidente quando ocorre a repetição de determinadas expressões, sendo elas manifestadas pelo emprego de:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

→ Palavras sinônimas:

Aplaudimos seu desempenho durante a reunião, por isso recomendamos que continue mantendo essa performance, sempre.

→ Expressões nominais definidas:

Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa, continua lindo.

→ Nomes genéricos (coisa, gente, negócio, entre outros):

Não entre nessa parceira, pois esse negócio pode ser arriscado.

A coesão sequencial, embora não se manifeste pela retomada de termos, permite que o texto progrida normalmente. Assim como a anterior, revela-se sob dois processos:

Sequenciação temporal

Nela atestamos a presença de alguns recursos, tais como:

→ Encadeamento lógico, expresso por uma ordenação linear dos elementos:

Fez as malas, despediu-se de todos e viajou.

→ Emprego de elementos que demarcam a ordenação das sequências temporais:

Antes estava sem perspectivas, agora me sinto repleto de esperanças ao falar sobre o assunto.

→ Partículas temporais:

Ontem parecia desacreditado, hoje se mostrou confiante.

→ Correlação de tempos verbais:

Se pudesse voltar atrás não teria agido daquela forma.

Sequenciação por conexão

Ocorre mediante o uso de:

→ Preposições ou locuções prepositivas:

O resultado não foi positivo, apesar do enorme esforço.

→ Conjunções ou locuções conjuntivas:

Procure se aprimorar bastante, a fim de obter um cargo melhor.  (finalidade)

Promoveu um grande evento, porém não conseguiu agradar a todos. (adversidade)

→ Pausas:

Pode ser que suas ideias o agradem, como pode ser também que...

 

Aproveite para conferir nossas videoaulas sobre o assunto:

A coesão textual representa uma das características necessárias à construção de todo e qualquer discurso, conferindo-lhe clareza e objetividade

A coesão textual representa uma das características necessárias à construção de todo e qualquer discurso, conferindo-lhe clareza e objetividade

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos relacionados

Dicas para planejar sua redação

Quer saber como escrever bem? Acompanhe as dicas de redação

Simplicidade na escrita

Escrever de forma difícil impressiona ou prejudica a leitura do texto? Entenda a importância da simplicidade na escrita!

Conectivos e o processo de estruturação do texto

Texto e construção de sentidos: Saiba mais sobre a importância dos conectivos.

Tipos de coesão

Quer aprender mais sobre os processos de construção do texto? Clique e saiba quais são os tipos de coesão textual.

Dicas de Redação

Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas na hora de escrever um texto? Siga nossas dicas de redação e saiba como aprimorar a escrita!

Tipos de coerência

Analisando a coerência textual: Clique e saiba mais sobre os seis diferentes tipos de coerência!

Os 5 erros mais comuns em redações de vestibulares

Dicas de redação: Clique e conheça os 5 erros mais comuns em redações de vestibulares.

Coesão referencial

Aprenda mais sobre a coesão referencial e saiba como esse mecanismo pode ser utilizado na criação das relações entre elementos de um mesmo texto.

Competências da escrita

Conheça a importância de se desenvolver as competências da escrita clicando aqui.

Como escrever bem?

Aprenda 5 passos para aprimorar a sua produção textual e desenvolva a sua habilidade de escrita!

Importância da revisão textual

A importância da revisão textual representa um conhecimento destinado ao emissor, no intuito de colocar em prática suas habilidades requisitadas mediante a linguagem escrita.

Os elementos da textualidade

Atenha-se a alguns pressupostos de fundamental importância!

Procedimentos úteis diante de uma construção textual

Conheça alguns elementos que poderão te auxiliar no momento da produção textual!

Dicas de Redação

Redação, dicas de português, escrever bem, redigir bem, redação do vestibular, erros comuns, curiosidades, emprego da língua, ortografia, modismos, estrangeirismos, conexões, superlativos.