Como escrever bem?

O ato de escrever requer habilidades que vão além da língua escrita.

Escrever bem tem sido o grande calcanhar de Aquiles de muitos que se aventuram pelo mundo da língua escrita, não é mesmo? Mas saiba que, seguindo alguns passos e ampliando suas habilidades comunicativas, é possível elevar o nível de seus textos e deixar para trás essa dificuldade de colocar no papel aquilo que você pensa ou fala. Confira, aqui, alguns passos que podem te auxiliar no momento da produção textual!

1 – Leia muito sobre tudo

Pode parecer estranho esse primeiro passo, uma vez que se trata de escrita e não de leitura e intepretação textal. No entanto, a escrita está diretamente relacionada com outras habilidades comunicativas como essa. Afinal, conhecer o assunto, o gênero textual, o tipo textual e o destinatário é fundamental para que seu texto tenha coerência e realize sua função no processo de comunicação de suas ideias. Por isso, LEIA muito sobre tudo relacionado com o assunto do seu texto.

2 – Delimite o seu tema

Ao delimitar o tema você fará um recorte do assunto que irá tratar no seu texto. Isso é muito importante para que sua escrita não aborde de forma superficial uma realidade mais ampla do que o espaço que um texto comporta, ou seja, ao fazer a seleção de uma parte a ser tratada, você garantirá uma abordagem mais concisa, englobando um aspecto que será retirado do contexto geral.

Assim, para delimitar o tema, é necessário conhecer a diferença entre assunto, objeto de estudo e delimitações.

Observe o tema:

“A importância da leitura para uma boa produção textual”

Assunto: Leitura
Objeto de estudo: A importância
Delimitações: para uma boa produção textual

Perceba que, ao fazer a delimitação do tema, saímos de um universo geral para um estudo particular, envolvendo essa generalização. Veja:

Dentro do assunto LEITURA há diversas possibilidades de estudo, por exemplo: A importância da leitura, O uso da leitura, A falta de leitura, A presença da leitura etc. Assim, ao escolher o seu objeto de estudo você fará um recorte e irá direcionar o seu texto apenas para esse aspecto em particular. Dessa forma, temos:

Além disso, é possível analisar esse recorte (objeto de estudo) dentro de determinadas delimitações como: no Brasil, para uma produção textual, na escola etc. Isto quer dizer que delimitar é escolher uma situação, um contexto específico onde o seu objeto de estudo se realizará. As delimitações são normalmente expressas por adjetivos, advérbios e locuções. Veja:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outros exemplos de delimitação:

"Desafio no combate à homofobia no Brasil"

Assunto: Homofobia
Objeto de estudo: Desafio
Delimitações: no combate, no Brasil

"Inclusão de pessoas com deficiência na sociedade brasileira"

Assunto: Deficiência
Objeto de estudo: Inclusão
Delimitações: de pessoas, na sociedade brasileira

3 – Esquematize seu texto

Após o tema ser delimitado, é hora de fazer uma seleção de ideias sobre ele.

De acordo com o gênero textual escolhido, comece a esquematizar, obedecendo a estrutura textual que o gênero requer e selecione as suas ideias para formar o texto. Lembre-se das leituras iniciais, inspire-se nelas, mas não copie o que você leu. Seja criativo e original!

Assim, se você estiver treinando para o ENEM, você deverá esquematizar um texto dissertativo-argumentativo que contenha uma tese, uma introdução, parágrafos de desenvovimento (2 ou mais) e uma conclusão com proposta de intervenção. Dessa forma, seu esquema deverá abranger todas as partes do gênero escolhido.

4 – Escrita do texto

Esquematizado o texto, é o momento de conectar as ideias.

Agora, é necessário estar atento ao uso de alguns elementos da língua que conferem ao texto uma escrita melhor elaborada, como: recursos estilísticos, elementos coesivos etc., sempre dependendo do gênero textual a ser escrito.

Além disso, tenha sempre em mente o destinatário do seu texto, ou seja, conheça bem quem irá ler a sua produção e busque ser o mais claro possível em suas colocações para que o leitor tenha prazer em realizar essa leitura.

5 – Correção textual e título

Ao finalizar o texto, faça uma lista de itens para verificar, por exemplo: ortografia, pontuação, repetição de palavras, elementos coesivos etc.

Peça a outra pessoa para ler o seu texto e verificar se percebe algum desvio na escrita. Ás vezes, nossa visão fica “poluída” pelo contato excessivo com o texto e, por isso, alguns erros passam despercebidos.

E, finalmente, seja bastante criativo em seu título! Ele é o primeiro contato do leitor com o texto e, por isso, deve chamar a atenção desse, incentivando-o a outras leituras futuras.

Praticando sempre e seguindo esses passos, você atingirá níveis mais apurados na escrita de seus textos. Tenha ótimas produções!

A habilidade de escrever bem requer o desenvolvimento de habilidades complementares

A habilidade de escrever bem requer o desenvolvimento de habilidades complementares

Por: Mariana Rigonatto

Artigos relacionados

A Costa ou As Costas?

A costa e as costas revelam algumas dúvidas linguísticas, sendo que as costas se referem ao dorso e a costa à zona litorânea.

A Crase

Atenha-se aos traços que demarcam este fato linguístico.

A Paráfrase - Uma recriação textual

Recriar um texto implica no aperfeiçoamento da escrita!

A concordância que se atribui a alguns termos - Um estudo particular

Constate acerca de alguns pressupostos relacionados a este assunto!

A nível de? Em nível de? - pressupostos linguísticos

Constate acerca de alguns deles ao clicar aqui!

A ortografia e suas formas variantes

Conheça suas principais características!

A redação nos concursos e vestibulares

A redação se apresenta como um dos principais requisitos nos concursos e vestibulares. Você se sente preparado (a)? Não deixe de conferir aqui algumas dicas!

Abreviatura de horas

A abreviatura de horas, tendo em vista o padrão formal que rege a linguagem, constitui-se de pormenores específicos, aos quais devemos estar atentos.

Acento tônico e acento gráfico - marcas distintivas

Aprenda a distingui-los em apenas um clique!

Acentuação Gráfica

Confira acerca dos aspectos relacionados a esta, tendo em vista a nova reforma ortográfica!

Acentuação da letra U

Se a acentuação da letra u resulta numa questão de análise, que tal analisar por meio de um clique e conferir acerca de alguns detalhes?

Acentuação das formas verbais ligadas por hífen

A acentuação das formas verbais ligadas por hífen está condicionada a regras específicas.

Acerca de; a cerca de ou há cerca de

Dúvidas no momento de empregá-las? Embora tão parecidas, se divergem quanto ao significado.

Anúncio classificado

O anúncio classificado é um gênero textual cujo objetivo é vender, trocar, alugar, comprar, oferecer mão de obra especializada, entre outros.

As interjeições no poema de José Paulo Paes

Saiba um pouco mais sobre o uso da interjeições no poema de José Paulo Paes. Clicando, certificar-se-á!

As letras "G" e "J" - empregando-as corretamente

Amplie seus conhecimentos em relação a este fato linguístico!

As vogais O e U - traços distintivos

Em apenas um clique, conheça-os!

Aspectos eufônicos na colocação pronominal

O uso correto da colocação pronominal se encontra muitas vezes relacionado a aspectos eufônicos. Entenda aqui como ocorre esse processo!

Ata

A ata caracteriza-se como um documento que registra os acontecimentos relativos a uma assembleia ou reunião, sendo esses retratados de forma fidedigna.

Atestado

Através de uma estrutura padrão, o atestado tem por fim confirmar a existência ou inexistência de uma situação de direito.

Bacharel ou Bacharela?

Bacharel não é um substantivo comum de dois gêneros, haja vista que existe o feminino “bacharela”.

Características das interjeições

Para você, que deseja ampliar sua competência linguística, não deixe de clicar e conhecer as características das interjeições!

Carta aberta

A carta aberta possui uma finalidade argumentativa, no intuito de convencer o interlocutor a respeito de um dado assunto.

Carta de Reclamação

Conheça aqui os aspectos discursivos da carta de reclamação, cuja natureza é argumentativa!

Coesão textual

A coesão textual é um elemento de fundamental importância na construção de um texto, sendo responsável por atribuir clareza ao discurso. Atenha-se aos traços que a norteiam!

Competências da escrita

Conheça a importância de se desenvolver as competências da escrita clicando aqui.

Crítica

A crítica é um gênero textual cuja finalidade é a descrição de um objeto cultural.

De férias ou Em férias?

Clique aqui e tire suas dúvidas quanto às expressões: De férias ou Em férias!

De o (a) ou do (a) - qual a forma correta?

Proponha-se a uma análise mais detalhada deste caso. Para isso, é só clicar!

De olho nas conjugações verbais

É importante sempre estar de olho nas conjugações verbais. Por isso, não deixe de conferir algumas dicas!

Declaração

Conheça a declaração e aprenda quais suas características e função social. Aprenda como fazer uma declaração com diferentes modelos.

Denotação e Conotação

Denotação e Conotação são os sentidos que as palavras podem adquirir, um voltado para a subjetividade, e outro para o sentido original, de acordo com o que retrata o dicionário.

Dentre ou entre? - Em que circunstâncias utilizá-los?

Já ficou em dúvida e não sabia se utilizava a preposição dentre ou entre? Confira aqui alguns exemplos que acabarão com a suas dúvidas!

Descrição

Aprimore seu conhecimento sobre as técnicas dessa modalidade textual

Dicas de Redação

Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas na hora de escrever um texto? Siga nossas dicas de redação e saiba como aprimorar a escrita!

Dicas para planejar sua redação

Quer saber como escrever bem? Acompanhe as dicas de redação

Discorrendo acerca de alguns tropeços relativos à oralidade e à escrita

Atenha-se a alguns importantes pressupostos que a este assunto se relacionam!

Dissertação

Neste artigo você vai entender melhor a dissertação, um tipo de texto em prosa estruturado por introdução, desenvolvimento e conclusão.

Dissertação subjetiva

A dissertação subjetiva representa uma modalidade textual em que o autor expõe suas ideias e defende seus argumentos, dessa forma, seu posicionamento é revelado por meio de um tom mais pessoal.

Diário

O diário se caracteriza como um gênero textual e, como tal, é dotado de características próprias. Conheça-as, portanto, clicando aqui!

Dúvidas gramaticais recorrentes

Algumas dúvidas gramaticais recorrentes tendem a se manifestar no cotidiano de muitos usuários da língua. Caso você as tenha, não deixe de clicar e conferir!

Em vez de e Ao invés de - marcas linguísticas

Atenha-se às circunstâncias nas quais fazemos o uso destas expressões!

Empregando corretamente a letra "X"

Confira algumas de suas características!

Empregando corretamente a letra Z

Atente-se a algumas características!

Encontros vocálicos e Encontros consonantais

Interaja-se com as características que a eles se referem!

Escolhas lexicais

A qualidade do discurso que ora proferimos depende das escolhas lexicais que fazemos, sendo elas fruto de nossa competência linguística. Atenha-se a alguns pressupostos!

Estado ou estado? - traços que os distinguem

Aprenda em quais contextos você deve utilizar Estado ou estado!

Estratégias de leitura

Em apenas um clique aprimore seus conhecimentos no que tange a esta prática.

Grafia e leitura dos numerais

A grafia e a leitura dos numerais estão relacionadas a regras predefinidas.

Grande maioria

A expressão “grande maioria” não pode ser considerada um pleonasmo.

Gêneros textuais orais e escritos

Você sabia que os gêneros textuais podem ser orais e escritos, não é mesmo? Pois bem, confira sobre isso e muito mais clicando aqui!

Haja e Aja

Haja e aja, apesar do som idêntico, divergem quanto ao significado.

Hiperonímia e Hiponímia

Hiperonímia e hiponímia representam a relação de significado que as palavras estabelecem umas com as outras.

Há ou a? - circunstâncias em que se manifestam

Certifique-se de algumas elucidações inerentes a esta ocorrência linguística!

Importância da revisão textual

A importância da revisão textual representa um conhecimento destinado ao emissor, no intuito de colocar em prática suas habilidades requisitadas mediante a linguagem escrita.

Leitura e Autonomia textual

Que relação há entre a leitura e a autonomia textual? Clique e confira!

Leitura nas férias

Entenda por que a leitura é algo tão importante para a formação do estudante e como você pode aprimorá-la nas férias!

Letras maiúsculas e minúsculas: quando utilizá-las?

Letras maiúsculas e minúsculas integram o padrão formal da linguagem, por isso devemos utilizá-las corretamente.

Língua portuguesa no Vestibular

O que é cobrado nas provas de língua portuguesa no vestibular? Você sabe? Que tal se informar um pouco mais clicando aqui?

Memorando

Memorando é um tipo de comunicação eminentemente interna estabelecida entre as unidades administrativas de um órgão, obedecendo a uma estrutura padronizada.

Narração

Constate acerca dos pontos que demarcam tal modalidade.

Nenhum X Nem um - marcas linguísticas

Inteire-se dos pontos que demarcam ambos os termos!

Neologismo

Aprenda mais sobre neologismos, o que são e por que ocorrem no idioma. Descubra quais são os tipos de neologismo existentes, e veja exemplos de seu uso.

O blog

Atenha-se a algumas elucidações inerentes a este assunto!

O emprego do "h"

Atenha-se a alguns pressupostos quanto ao emprego desta letra!

O hífen relacionado ao uso do não como prefixo

Você já se sentiu questionado (a) acerca do uso do hífen antes do “não” utilizado como prefixo? Então, não perca a oportunidade de conferir dicas quentíssimas!

O período composto por subordinação e o uso da vírgula

Constate acerca das características que norteiam tal ocorrência.

O plural dos substantivos compostos

Constate suas peculiaridades!

O que é falso prefixo?

Atenha-se às peculiaridades relacionadas a este assunto.

O uso do hífen

Constate as ocorrências linguísticas nas quais ele se manifesta, tendo em vista as regras advindas da nova reforma!

Objeto direto e o uso da vírgula

Será mesmo que o uso da vírgula se faz presente no objeto direto? Certifique-se de alguns detalhes clicando aqui!

Onde, aonde e donde

Onde, aonde e donde apesar de serem demarcadas por traços semelhantes, divergem em alguns aspectos, tendo em vista as circunstâncias linguísticas em que são empregadas.

Ortoepia e prosódia

Você sabe o que é ortoepia e prosódia? Clique aqui e descubra!

Os elementos da textualidade

Atenha-se a alguns pressupostos de fundamental importância!

Os elementos que interferem na qualidade textual

O domínio das técnicas é primordial na “arquitetura” de um texto!

Os sentidos do verbo acusar

Os sentidos do verbo acusar estão relacionados à predicação verbal, podendo ser transitivo direto ou transitivo indireto.

Paralelismo Sintático e Paralelismo Semântico

O paralelismo sintático e o paralelismo semântico integram um dos requisitos atribuídos à modalidade escrita da linguagem. Certifique-se dos traços que os norteiam!

Pedir para e Pedir que - circunstâncias de uso

Analisando-as descobrirá acerca de todas as suas características. Para tanto, é só clicar!

Perda ou perca?

Perda ou perca possuem sentidos distintos. Perda se refere a um substantivo, enquanto que perca retrata a flexão do verbo perder.

Por ora ou por hora?

Por ora ou por hora, apesar das semelhanças, divergem quanto ao significado. Por ora significa por agora; e por hora significa a cada hora.

Por que estudar?

Certifique-se de algumas discussões relacionadas a este assunto.

Procedimentos úteis diante de uma construção textual

Conheça alguns elementos que poderão te auxiliar no momento da produção textual!

Pronome cujo

O pronome cujo se manifesta mais comumente na linguagem escrita.

Relato Pessoal

O relato pessoal, ora concebido como um gênero textual, constitui-se de características distintas. Conheça-as aqui.

Relações de significado entre as palavras

Conheça como se efetiva todo este processo!

Resumo

Conheça as características inerentes a esta modalidade.

S ou SS? - Em quais circunstâncias empregá-las?

Atenha-se a algumas considerações em relação a este fato!

Semana retrasada?

Semana retrasada faz referência àquela semana anterior à atrasada, e não àquela anterior à passada.

Siglas e abreviaturas

Aprimore seus conhecimentos em relação a esses fatos linguísticos

Sílaba e Divisão silábica

Atenha-se a algumas peculiaridades que a elas se relacionam!

Ter que... ter de... qual delas é a forma correta?

Atenha-se aos aspectos que as demarcam.

Tudo a ver ou Tudo haver? - qual a forma correta?

Tudo a ver ou Tudo haver? Clique aqui e não tenha mais dúvidas!

Um Mil

“Um mil” é um modo incorreto de se grafar essa expressão.

Um estudo acerca das letras C e Ç

Confira suas peculiaridades!

Uso da próclise e da mesóclise

Deseja saber acerca do uso da próclise e da mesóclise? Então não deixe de clicar aqui e ampliar seu conhecimento!

Uso da vírgula

O uso da vírgula, assim como as demais ocorrências linguísticas, está relacionado a regras específicas. Atenha-se a elas clicando aqui!

Uso de maiúsculas e minúsculas

O uso de maiúsculas e minúsculas faz parte dos assuntos relacionados à gramática, dos quais devemos estar sempre cientes.

Uso do adjetivo e do advérbio

O uso do adjetivo e do advérbio está relacionado a casos específicos, porém em determinadas circunstâncias, um pode exercer a função do outro.

Verbosidade

Atenha-se aos principais aspectos relativos a essa ocorrência!

Viagem ou viajem? Entenda a diferença

Viagem ou viajem? Aprenda como e quando usar essas duas palavras!

Vinte dicas necessárias à competência linguística

Amplie ainda mais sua competência linguística, clicando e conferindo vinte dicas necessárias a tal habilidade!

Vícios de linguagem

Entenda o que são vícios de linguagem por meio de exemplos. Veja como eles são classificados. Resolva os exercícios propostos sobre o tema.