Neologismo

O neologismo é a criação de novos vocabulários no idioma, muitas vezes por necessidade de expressão por parte dos falantes. Pode haver neologismo:

Leia também: Qual a diferença entre campo semântico e campo lexical?

O que é um neologismo?

Neologismo é a criação de uma palavra não existente no vocabulário, muitas vezes buscando atender a uma necessidade de expressão que levou à criação dela. No entanto, essa criação pode se dar de diferentes formas, seja gerando uma palavra nova, seja utilizando uma palavra já existente com um novo conceito, dando a ela um novo significado.

Tipos de neologismo

São reconhecidas muitas formas para classificar os neologismos, já que os falantes de um idioma geram novos vocabulários de forma muito criativa e flexível e de acordo com a necessidade de expressão.

  • Neologismo fonológico

É a criação de novas combinações fonológicas, resultando em uma nova unidade lexical. Também pode envolver a lexicalização de uma onomatopeia (ou seja, quando a onomatopeia passa a ser unidade integrante do enunciado, e não mais independente dele). É, portanto, um neologismo pautado na oralidade e, também, na informalidade. Veja os exemplos:

Cheguei, tchurma!
Tchurma = turma

Cansei de tomar sol, vou pro mar dar um tchibum!
Tchibum = mergulho

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Neologismo semântico

Quando uma palavra já existente ganha um novo significado no idioma. É bastante comum no uso popular, como em gírias.

Ela fez um gato usando a rede do vizinho!
Gato = instalação clandestina para obter serviços de maneira gratuita.

Que filme legal!
Legal = divertido, bacana. Hoje esse uso já está consagrado no português brasileiro, mas originalmente a palavra “legal” referia-se apenas ao que estava dentro da lei.

  • Neologismo sintático

É a criação de palavras ou de expressões alterando-se o significado original das palavras utilizadas para formar a expressão. Pode se dar apenas no âmbito da palavra, mas também pode envolver toda a estrutura de uma expressão com mais de uma palavra. Veja a diferença:

Neologismo sintático na estrutura da palavra

Infelizmente

Neologismo sintático feito pelo acréscimo de afixos:
in feliz mente
prefixo radical sufixo

Neologismo sintático na estrutura do enunciado

Nunca mais eu a chamo pra sair... Ela me deu um bolo ontem...
Dar um bolo = não ir a um evento previamente combinado com alguém.

  • Neologismo por empréstimo

É a incorporação de vocabulários estrangeiros ao idioma. As palavras incorporadas podem se adaptar às regras lexicais da língua portuguesa ou não. Há uma discussão acerca da diferença entre o neologismo por empréstimo e o estrangeirismo, conforme veremos a seguir.

Veja também: Polissemia – propriedade de termos com vários sentidos além de seu original

Diferença entre neologismo e estrangeirismo

Quando palavras estrangeiras são incorporadas ao idioma, há um estrangeirismo. O estrangeirismo pode ser adaptado às regras da língua portuguesa (“futebol”, “sutiã”, “hambúrguer”) ou simplesmente ser mantido em sua forma original (“marketing”, “pizza”, “show”).

O neologismo, como já vimos, é a criação de novas palavras de diversas formas. Muitos linguistas consideram qualquer estrangeirismo um neologismo por empréstimo, pois são palavras que não existiam no idioma e passaram a ser adotadas nele.

Também é muito comum haver neologismos com base em estrangeirismos, isto é, a criação de novas palavras na língua portuguesa baseada em palavras estrangeiras incorporadas à língua. Veja a diferença com alguns exemplos já incorporados à língua portuguesa:

Estrangeirismo

Neologismo sintático

hambúrguer

hamburgueria

blog

blogueiro

marketing

marqueteiro

futebol

futebolista

Linguistas mais conservadores podem considerar o estrangeirismo um vício de linguagem caracterizado pelo uso de vocabulários de origem estrangeira no lugar do vocabulário consagrado na língua de origem. Veja alguns exemplos:

Estrangeirismo

Significado

feedback

resposta,

retorno

delivery

entrega

deadline

prazo

online

conectado

Neologismo e arcaísmo

Enquanto o neologismo cria vocabulários e reforça seu uso na língua, o arcaísmo é representado por vocabulários que caíram em desuso e foram esquecidos pelos falantes do idioma. Dependendo da idade ou do nível de conservadorismo linguístico da comunidade do falante, alguns arcaísmos podem continuar sendo utilizados, mas isso chama bastante atenção de outros falantes do idioma, que já não estão mais tão acostumados àquele vocabulário.

Neologismos são novas palavras que surgem no idioma.
Neologismos são novas palavras que surgem no idioma.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Enem)

Texto I

Um ato de criatividade pode gerar um modelo produtivo. Foi o que aconteceu com a palavra sambódromo, criativamente formada com a terminação -(o)dromo (= corrida), que figura em hipódromo, autódromo, cartódromo, formas que designam itens culturais da alta burguesia. Não demoraram a circular, a partir de então, formas populares como rangódromo, beijódromo, camelódromo.

AZEREDO, J. C. Gramática Houaiss da língua portuguesa. São Paulo: Publifolha, 2008.

Texto II

Existe coisa mais descabida do que chamar de sambódromo uma passarela para desfile de escolas de samba? Em grego, -dromo quer dizer “ação de correr, lugar de corrida”, daí as palavras autódromo e hipódromo. É certo que, às vezes, durante o desfile, a escola se atrasa e é obrigada a correr para não perder pontos, mas não se descoloca à velocidade de um cavalo ou de um carro de Fórmula 1.

GULLAR, F. Disponível em: www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 3 ago. 2012.

Há nas línguas mecanismos geradores de palavras. Embora o texto II apresente um julgamento de valor sobre a formação da palavra sambódromo, o processo de formação dessa palavra reflete

A) o dinamismo da língua na criação de novas palavras.
B) uma nova realidade limitando o aparecimento de novas palavras.
C) a apropriação inadequada de mecanismos de criação de palavras por leigos.
D) o reconhecimento da impropriedade semântica dos neologismos.
E) a restrição na produção de novas palavras com o radical grego.

Resolução

Alternativa A. Tanto no texto 1 quanto no texto 2 (a despeito do juízo de valor que figura neste último), reflete-se sobre o dinamismo da língua na criação de novas palavras, fenômeno conhecido por neologismo.

Questão 2 – (Enem)

Carnavália
Repique tocou
O surdo escutou
E o meu corasamborim
Cuíca gemeu, será que era meu, quando ela passou por mim?
[...]
ANTUNES, A.; BROWN, C.; MONTE, M. Tribalistas, 2002 (fragmento).

No terceiro verso, o vocábulo “corasamborim”, que é a junção coração + samba + tamborim, refere-se, ao mesmo tempo, a elementos que compõem uma escola de samba e à situação emocional em que se encontra o autor da mensagem, com o coração no ritmo da percussão.

Essa palavra corresponde a um(a)

A) estrangeirismo, uso de elementos linguísticos originados em outras línguas e representativos de outras culturas.
B) neologismo, criação de novos itens linguísticos pelos mecanismos que o sistema da língua disponibiliza.
C) gíria, que compõe uma linguagem originada em determinado grupo social e que pode vir a se disseminar em uma comunidade mais ampla.
D) regionalismo, por ser palavra característica de determinada região.
E) termo técnico, dado que designa elemento de área ou de atividade.

Resolução

Alternativa B. A palavra “corasamborim”, sem registro, foi um neologismo criado pela banda Tribalistas usando os vocábulos “coração”, “samba” e “tamborim”. Como essa ocorrência não é consagrada por nenhum grupo social, não pode ser classificada como gíria, regionalismo, termo técnico nem como estrangeirismo, pois não foi importada de uma língua estrangeira.

Por: Guilherme Viana

Artigos relacionados

Cacoetes linguísticos

Vícios de linguagem: Conheça cinco exemplos de cacoetes linguísticos presentes na modalidade oral.

Como escrever bem?

Aprenda 5 passos para aprimorar a sua produção textual e desenvolva a sua habilidade de escrita!

Fonemas

Neste artigo você vai aprender tudo sobre os fonemas, as menores unidades sonoras das palavras de uma língua. Vamos lá?

Internetês

Internetês e a língua portuguesa: Saiba quando usar essa variação linguística!

Polissemia

Os vários sentidos da palavra: Clique e saiba mais sobre a polissemia, interessante ocorrência da língua portuguesa.

Procedimentos úteis diante de uma construção textual

Conheça alguns elementos que poderão te auxiliar no momento da produção textual!

Selfie ou autorretrato?

Selfie ou autorretrato? Um caso de estrangeirismo desnecessário ou apenas mais um modismo linguístico? Clique e descubra!

Vinte dicas necessárias à competência linguística

Amplie ainda mais sua competência linguística, clicando e conferindo vinte dicas necessárias a tal habilidade!

Vícios de linguagem

Entenda o que são vícios de linguagem por meio de exemplos. Veja como eles são classificados. Resolva os exercícios propostos sobre o tema.