Concordância verbal e nominal

Apreender acerca dos estudos sintáticos significa, sobretudo, conhecer a relação que se estabelece entre os termos de uma oração. Relação esta que corrobora para a elaboração e estruturação dos discursos que proferimos cotidianamente.

Entre tais estudos, figuram-se duas importantes ocorrências gramaticais que, assim com as demais, constituem-se de pressupostos, de regras predeterminadas, cujo uso, uma vez adequado, fomenta o que determinam os padrões que regem a linguagem escrita. Estamos nos referindo, pois, à concordância nominal e à concordância verbal. 

Em se tratando dessa primeira, o princípio que a norteia se define pelo fato de que toda palavra variável referente ao substantivo deve flexionar-se, no sentido de a ele se adaptar. Quanto à segunda, o traço que a determina se define exatamente pelo princípio das flexões que se atribuem ao verbo, estabelecendo, pois, a concordância com o sujeito.

Nesse sentido, e, sobretudo, pautados na intenção de ampliar de forma significativa sua competência linguística, tornando-o (a) apto (a) a exercê-la mediante as situações específicas de interlocução, é que preparamos esta seção. Por meio dela você irá se inteirar de todos os pressupostos necessários ao amplo conhecimento de que deve dispor acerca dos fatos que norteiam a língua de uma maneira geral.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esperamos contribuir de forma significativa rumo a esse intento. Assim, bons estudos é o que realmente desejamos a você, estimado (a) usuário (a)!

A concordância verbal e nominal encontra-se caracterizada por pressupostos específicos

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos de Concordância verbal e nominal

A concordância que se atribui a alguns termos - Um estudo particular

Constate acerca de alguns pressupostos relacionados a este assunto!

A concordância relativa ao verbo ser

Aprimore seu conhecimento acerca de mais um fato linguístico!

Casos referentes a sujeito oracional - como se dá a concordância?

Aprimore seu conhecimento em relação a esse assunto!

Concordância com o sujeito deslocado

Sujeito deslocado? Como se dá a concordância entre ele e o verbo? Dúvidas podem ser sanadas por meio de um clique, somente um!

Concordância ideológica

Atenha-se às principais características que demarcam tal ocorrência!

Concordância Nominal

Como acontece a concordância nominal quando o adjetivo se refere a dois substantivos? E quando há dois adjetivos e um substantivo?

Concordância verbal

Por dentro da Gramática: Conheça a silepse, fenômeno encontrado em casos especiais de concordância verbal.

Concordância Verbal - O que fazer quando o verbo aparece antes do sujeito?

Confira acerca de algumas elucidações relacionadas a este assunto.

Concordância verbal: casos de sujeito composto

Amplie ainda mais sua competência linguística, clicando e se certificando da concordância verbal relacionada a casos de sujeito composto!

Concordância verbal: casos especiais com o sujeito simples

Aprenda os casos especiais de concordância verbal com o sujeito simples e amplie seus conhecimentos sobre a articulação dos termos oracionais.

É proibido ou é proibida?

Qual é a forma correta: É proibido a entrada ou é proibida entrada? Descubra a resposta aqui!

Emprego e concordância de “mesmo” e “próprio”

Conheça o emprego e a concordância nominal das palavras “mesmo” e “próprio” e entenda o que esses termos podem expressar nos enunciados. Você já ouviu falar dos pronomes de reforço? Os pronomes “mesmo” e “próprio” podem exercer essa função para reforçar termos com os quais se relacionam nas orações. Saiba mais aqui.

Os verbos e a partícula se - como se dá a concordância?

Constate acerca dos pressupostos que norteiam tal ocorrência!

Silepse: a concordância ideológica

Leia este artigo e saiba tudo sobre a concordância ideológica, conhecida como silepse de número, gênero ou pessoa.

Vende-se ou vendem-se casas?

Vende-se ou vendem-se casas? Conserta-se ou consertam-se roupas? Entenda a importância da concordância verbal.