É proibido ou é proibida?

As expressões “É proibido” ou “É proibida” seguem critérios específicos ligados à concordância nominal.

Na concordância nominal, os determinantes (artigo, numeral, adjetivo e pronome substantivo) devem adequar-se ao substantivo. Então, se este está no feminino singular, todas as classes gramaticais a ele relacionadas também estarão, por isso, falamos que a flexão é em relação ao gênero (feminino e masculino) e ao número (singular e plural).

A regra geral é simples, no entanto, há algumas palavras ou expressões que fazem a concordância de forma particular. Estudaremos, a seguir, algumas expressões como “É proibido, é necessário, é bom, é preciso”, que se enquadram na particularidade.

Analisemos os exemplos:

Na língua escrita, é preciso respeitar as particularidades das regras de concordância nominal
Na língua escrita, é preciso respeitar as particularidades das regras de concordância nominal

A expressão “é proibido”, em geral, provoca dúvidas por fazer parte das particularidades da concordância nominal
A expressão “é proibido”, em geral, provoca dúvidas por fazer parte das particularidades da concordância nominal

A expressão usada foi a mesma nos dois exemplos, entretanto foram escritas de maneira diferente. Qual forma é a correta? Para respondermos a essa pergunta, é importante entender que:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • É preciso analisar os determinantes do substantivo;
  • É necessário entender que no caso específico das expressões, em que o verbo de ligação aparece com o predicativo, quem define a concordância é o determinante e não o substantivo.

Voltando aos exemplos, agora é possível perceber que ambos estão corretos, não é? Basta lembrar que, no primeiro, o substantivo entrada foi determinado pelo artigo feminino, logo a expressão também ficou no feminino. Já no segundo exemplo, não havia determinante, ou seja, o substantivo foi usado em sentido amplo, por isso, não houve variação na expressão.

Em síntese: Todas as vezes que for necessário usar as expressões citadas aqui ou outras similares, lembre-se de que quem define a flexão de gênero das expressões com verbos de ligação é o determinante, e não o substantivo.

Memorize:

Determinante no feminino = expressão no feminino.

Sem determinante = expressão não se altera, permanece no masculino.

As particularidades da concordância nominal têm feito muitas pessoas “esquentarem” a cabeça, para evitar isso, é importante prestar atenção às regras

As particularidades da concordância nominal têm feito muitas pessoas “esquentarem” a cabeça, para evitar isso, é importante prestar atenção às regras

Por: Mayra Gabriella de Rezende Pavan

Artigos relacionados

Concordância Nominal

Como acontece a concordância nominal quando o adjetivo se refere a dois substantivos? E quando há dois adjetivos e um substantivo?