Como são as provas do Enem

Vai fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela primeira vez e não sabe como são as provas? Fique tranquilo! Estamos aqui para isso e vamos te explicar direitinho como elas funcionam.

O primeiro passo para participar do Enem é realizar a inscrição. Depois de feita, você deve ir se preparando para o Exame, cuidando da sua rotina de estudos.

Saiba como fazer sua inscrição no Enem

E para que o seu estudo seja satisfatório, é muito importante saber o que cai nas provas do Enem, até para adequar sua rotina de preparação. Para ajudar, os estudantes devem estudar o conteúdo da Matriz de Referência do Enem.

Quando acontecem as provas do Enem?

As provas do Enem acontecem, geralmente, durante dois domingos consecutivos no mês de novembro. Em 2020, o Ministério da Educação (MEC) implantou o Enem Digital, que se trata da mesma prova do Exame tradicional, mas aplicada no formato digitalizado. Estas também acontecem em dois domingos consecutivos e no mês de novembro.

Qual o formato da prova do Enem?

Já o conteúdo da prova é dividido em quatro grandes áreas e redação. Veja abaixo:

1) Linguagens, Códigos e suas Tecnologias -  Português, Língua Estrangeira - Espanhol ou Inglês, Artes, Literatura, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação

2) Ciências Humanas e suas Tecnologias -  História, Geografia, Sociologia e Filosofia

3) Ciências da Natureza e suas Tecnologias -  Física, Química e Biologia

4) Matemática e suas Tecnologias - Matemática (álgebra, geometria etc)

5) Redação – texto dissertativo-argumentativo

As provas do Enem são formadas por 180 questões objetivas de múltipla escolha mais uma proposta de redação. Cada pergunta contém cinco alternativas de resposta, sendo apenas uma correta, e são representadas pelas letras A,B,C,D e E.

No primeiro dia de provas do Enem, os participantes fazem uma redação e respondem 45 questões de Ciências Humanas e 45 questões de Linguagens e Códigos. No segundo dia, são mais 45 itens de Matemática e outros 45 de Ciências da Natureza.

1º dia:
45 questões de Linguagens e Códigos (questões 1 a 45)
45 questões de Ciências Humanas (questões 46 a 90)
Redação

2º dia:
45 questões de Ciências da Natureza (questões 91 a 135)
45 questões de Matemática (questões 136 a 190)

No momento da inscrição do Enem é preciso optar pela língua estrangeira de preferência para o Exame: se inglês ou espanhol. As provas do Enem são constituídas por cinco questões de língua estrangeira que já aparecem no início da prova.

Aqueles que não informarem a opção de língua estrangeira terão que responder questões de inglês, de acordo com o regulamento do Exame.

Que horas as provas começam?

As provas do Enem têm início às 13h, em ambos os dias, seguindo o horário de Brasília. Os portões dos locais de prova são abertos às 12h e fechados às 13h. Contudo, as provas começam mesmo 30 minutos depois do horário em que os portões são fechados, ou seja, às 13h30.

Durante esse intervalo, é preciso ficar dentro da sala em que você vai fazer as provas. O período pode ainda ser utilizado para a verificação de dados e/ou medidas de segurança. 

No primeiro dia de provas você terá cinco horas e meia para responder as questões do Enem. Ou seja, das 13h30 às 19h. Já no segundo, serão cinco horas de provas, com as mesmas ocorrendo das 13h30 às 18h30.

O caderno de provas

No início de cada dia do Enem é entregue o seu caderno de provas, o qual é constituído por capa, dados pessoais, cor, frase, prova e folha de resposta. Vamos falar sobre cada um desses itens. Confira:

Capa – É nela que deverá estar as informações gerais referentes à prova do Enem; o código de barras de identificação; a informação sobre o número de questões e sua divisão; a instruções sobre o número de questões e sua divisão; as instruções para preenchimento do cartão-resposta; a opção de cor a ser assinalada; e frase de identificação para verificação ortográfica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados pessoais – Além das informações citadas acima, o caderno de provas conta também com os seus dados pessoais para que não haja o risco de trocas de provas ou fraudes no Exame. Por isso, é muito importante verificar, assim que estiver com o caderno de provas em mãos, se todas as suas informações estão corretas e, havendo algum erro, o fiscal de sala deverá ser informado.

Cor – Os cadernos de provas do Enem são feitos em quatro cores diferentes em cada um dos dias. Quando você receber o caderno é preciso sinalizar a cor da prova, facilitando futuramente a correção do gabarito. As questões que formam o Exame são as mesmas para todos os participantes, no entanto elas alternam de ordem em cada uma das provas, conforme a cor. Isso para evitar que os participantes colem. 

Frase – Há uma frase na capa do caderno de provas do Enem. Este texto deverá ser transcrito por você a fim de comparar a caligrafia com a da folha de redação. O objetivo é evitar possíveis fraudes no Enem, como a de participantes fazerem as provas nos lugares de outros ou que os cadernos sejam trocados. 

Sobre as questões do Enem 

As perguntas das provas do Enem possuem enunciados formados por textos, na grande maioria das vezes, que contextualizam a questão para que o estudante possa escolher a alternativa correta. 

Dependendo da disciplina há também obras de arte, histórias em quadrinhos e gráficos nas perguntas. O formato de provas do Enem exige que exercite a sua capacidade tanto de interpretação textual como também visual.

Aqui vale reforçar que as provas do Enem gostam de trabalhar com interdisciplinaridade. Mas o que isso quer dizer? Resumidamente falando: uma mesma questão poderá cobrar conhecimentos de duas ou mais disciplinas. Podemos dar como exemplo a prova de Ciência da Natureza, que poderá utilizar de conteúdos de biologia com os de química. 

A redação do Enem

A prova de redação encontra-se após a última questão de Linguagens e Códigos e antes da parte de Ciências Humanas. Anteriormente, havia uma folha somente para rascunho da redação. Contudo, desde o Enem 2019 a prova contou com uma nova diagramação, com aproveitamento dos espaços em branco para rascunho, diminuindo as folhas do caderno.

A redação é, com certeza, a parte mais temida do Enem e não é para menos, já que ela tem um peso considerável em relação ao SiSU. Para facilitar, é preciso entender como é a redação do Enem, suas características e exigências.

A redação do Enem é formada por uma frase-tema, geralmente de um problema atual da sociedade brasileira, e cobra dos participantes uma proposta de intervenção. O texto deve ser escrito em até 30 linhas e na forma de dissertação argumentativa.

O Enem cobra uma única estrutura de texto, que é a dissertativo-argumentativa. A proposta de redação vem acompanhada por textos de apoio, que podem ser pesquisas científicas, notícias, quadrinhos ou outras ilustrações.

A fuga total ao tema ou a elaboração de um texto que não seja dissertativo-argumentativo zeram a redação. Ela também precisa ter entre 7 e 30 linhas. Qualquer texto que não cumpra com esse limite será zerado pelo corretor.

Os participantes não precisam criar um título. Quem criar perderá uma linha para escrever o texto. Deixar a redação em branco, mesmo com texto em rascunho, é outro quesito que zera a prova de redação.

Cartão-resposta

A cada dia de prova do Enem você vai receber um cartão-resposta com os números das questões e as letras das alternativas. Ele não pode ser rasurado. Se houver erro na marcação que dificulte a leitura óptica do corretor automático, a questão é anulada. Cada círculo deve ser preenchido totalmente com caneta de tinta preta. Canetas de outras cores não são aceitas.

Por: Érica Caetano