Globalização

Globalização é o processo de integração mundial nos âmbitos econômico, político e cultural. Trata-se de um meio de interdependência entre os países.

Ilustração da integração global decorrente da globalização
Globalização, processo de integração mundial.

A globalização é um processo de integração entre os países. A integração é estabelecida em conformidade com a economia, a política e a cultura. Embora seja um processo que passou a ser discutido a partir do final do século XX, foi iniciado nos séculos XV e XVI. Como todo processo histórico, é marcado por fases que vão desde as Grandes Navegações europeias aos dias atuais.

Ao longo de seu desenvolvimento, a globalização se estabeleceu em dois tipos: econômica e cultural. Ela é caracterizada pela expansão da produção e do comércio mundial, desenvolvimento das técnicas e tecnologias e crescimento das redes de informações, que permitem maior circulação de capitais pelo mundo. Suas vantagens estão ligadas aos processos que permitem a própria evolução do sistema capitalista. Como desvantagens, há a expansão dos problemas ambientais e o aumento das desigualdades socioeconômicas.

Leia também: Como a globalização é cobrada no Enem?

Resumo sobre globalização

  • Globalização é a atual fase do capitalismo mundial. Pode ser definida como o processo de integração entre os países.

  • Apresenta-se em dois tipos: globalização econômica, produzida pela hegemonia do sistema capitalista no mundo, e globalização cultural, caracterizada pela mundialização dos hábitos de consumo.

  • A expansão do comércio global, o aumento da produção industrial, o crescimento das trocas comerciais, a expansão das redes de informação e a grande circulação de capitais no mercado financeiro são as maiores características da globalização.

  • A história da globalização está diretamente ligada à ocorrência das Grandes Navegações europeias do século XV e se desenvolveu por fases: Grandes Navegações e Primeira Revolução Industrial, Segunda Revolução Industrial e fim da Segunda Guerra, Guerra Fria e fim da Guerra Fria aos dias atuais.

  • As principais vantagens da globalização são os melhoramentos técnicos e tecnológicos, a ampliação dos mercados e da geração de riquezas e a maior difusão de informações.

  • As principais desvantagens da globalização são o aumento das desigualdades socioeconômicas, o crescimento do mercado informal, o favorecimento às crises econômicas e a intensificação dos problemas ambientais.

  • Os principais efeitos da globalização são o aumento do consumo, o maior volume de informações, o desenvolvimento tecnológico, a redução dos direitos trabalhistas, o aumento da concorrência entre empresas e países e a massificação cultural.

  • O Brasil participa ativamente do processo de globalização mundial como país de economia emergente e como participante das principais organizações mundiais: ONU, OMC e G-20.

  • A globalização tem intensificado os problemas ambientais por causa do aumento da exploração de recursos naturais em todo o mundo, o que ocorre devido à elevação da produção mundial de mercadorias.

Videoaula sobre globalização

[publicidade_omnina]

O que é a globalização?

Globalização é o processo de integração dos países. Ocorre em função da expansão econômica do sistema capitalista e envolve a economia, a política e a cultura. Caracteriza-se pela intensificação da circulação de pessoas, mercadorias, informações e capitais pelo espaço geográfico mundial, os chamados fluxos da globalização.

Esses fluxos encontram facilidade de circulação em virtude de dois aspectos básicos: evolução dos meios de transportes e evolução das comunicações. A evolução tecnológica desses dois elementos estabelece um mundo, nesse contexto, sem barreiras, a chamada “aldeia global”.

Quais são os tipos de globalização?

É possível perceber a integração em vários aspectos, de modo que a globalização pode se apresentar em diferentes tipos.

  • Globalização econômica

Marcada pela expansão da produção e trocas de mercadorias e serviços em praticamente todos os países do mundo. Essa dispersão da produção foi acelerada a partir do final da Segunda Guerra Mundial, tendo na figura das empresas transnacionais sua principal causa.

A associação dos países em blocos econômicos é outra característica da globalização econômica. O objetivo básico de um bloco econômico é o fomento do comércio de seus países-membros a fim de fortalecer suas economias.

Aumento da concorrência, competição e exploração da mão de obra são resultados da globalização. Os países estão cada vez mais dependentes dos capitais que circulam no mundo em busca de vantagens.

  • Globalização cultural

McDonald’s em Nara, no Japão.
McDonald’s em Nara, no Japão. Empresas transnacionais são um símbolo da globalização. [1]

A globalização cultural é verificada por meio da facilidade na circulação de informações pelos países. A evolução das comunicações permite que pessoas, empresas e governos troquem informações de forma mais ágil. O advento e popularização da internet é o principal aspecto da globalização cultural. Hábitos de consumo e valores estéticos estão cada vez mais próximos e semelhantes entre as pessoas do mundo, pois a troca de informações culturais é mais facilitada.

Leia também: Aspectos culturais da globalização — os efeitos da mundialização do capitalismo nas sociedades

Quais as características da globalização?

As principais características da globalização incluem:

  • redução das barreiras para a circulação dos fluxos de pessoas, informações, mercadorias e capitais;

  • expansão das empresas transnacionais, que se caracterizam pelo estabelecimento de suas atividades produtivas em vários países, sempre atraídas pelas vantagens de custos mais baixos de produção;

  • ampliação do mercado financeiro, especialmente por causa da facilidade que o capital especulativo encontra para circular no mundo por meio dos avançados sistemas de comunicação;

  • surgimento e crescimento dos blocos econômicos e redução das barreiras protecionistas;

  • aumento das migrações internacionais;

  • intensificação das desigualdades socioeconômicas;

  • maior difusão de informações;

  • agravamento dos problemas ambientais em escala global.

História da globalização

A maior parte dos estudiosos da globalização entende que o processo foi iniciado com as Grandes Navegações do século XV e XVI, pois a partir delas o comércio mundial aumentou, possibilitando maior integração entre os países.

Trata-se de um processo crescente ao longo da história. As revoluções industriais e os avanços técnicos e tecnológicos, especialmente na segunda metade do século XX, favoreceram as trocas comerciais e, naturalmente, aumentaram a integração dos países.

  • Fases da globalização

Por se tratar de um processo histórico, a globalização pode ser entendida como uma evolução marcada pelas seguintes fases:

Grandes Navegações e Primeira Revolução Industrial: expansão das relações capitalistas para além do espaço geográfico europeu, aumento das relações comerciais entre países de diferentes continentes e produção industrial nascente.

Segunda Revolução Industrial e fim da Segunda Guerra: caracterizada pelo crescimento da produção industrial, que se expandiu para diversos países. Além disso, pelo advento do neocolonialismo, ou seja, a colonização da Ásia e África. Destacam-se também a evolução tecnológica dos meios de transportes, o surgimento de novas fontes de energia, a maior necessidade de matérias-primas pelos países, as disputas por mercados de consumo e o crescimento das cidades.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Guerra Fria: a partir do fim da Segunda Guerra até o colapso do sistema socialista, na década de 1990, a evolução tecnológica que marcou a disputa entre capitalismo e socialismo contribuiu significativamente para a facilitação dos fluxos que marcam a globalização.

Fim da Guerra Fria aos dias atuais: hegemonia do capitalismo como sistema econômico. A globalização avança por todos os países. Suas características tornam-se comuns em países e sociedades ao longo do espaço geográfico terrestre.

Leia também: Fluxo de informações — a rede de comunicação estruturada pelo processo de globalização

Vantagens e desvantagens da globalização

Como qualquer processo histórico de construção que envolve a sociedade, é possível considerar vantagens e desvantagens na globalização.

São vantagens:

  • melhoramentos técnicos e tecnológicos nos processos que envolvem a produção e circulação de mercadorias;

  • maior difusão de informações entre pessoas;

  • aumento significativo na produção de riquezas;

  • melhoramento da qualidade técnica nos serviços e mercadorias, bem como a redução de seus preços;

  • ampliação dos mercados, com a introdução de mais países na produção de bens;

  • avanços científicos;

  • facilidade nas transações financeiras.

São desvantagens:

  • intensificação das desigualdades econômicas verificadas entre pessoas, empresas e países;

  • favorecimento crescente dos países mais desenvolvidos, que exploram e detêm o desenvolvimento científico e tecnológico;

  • redução gradativa dos direitos trabalhistas, a fim de garantir maior vantagem às empresas transnacionais, que buscam locais com mão de obra mais barata para instalar suas estruturas de produção;

  • aumento dos problemas ambientais em escala global;

  • favorecimento da ocorrência de crises financeiras por causa da integração dos mercados dos países;

  • dificuldades dos países mais pobres no mercado concorrencial global;

  • crescimento da economia informal em razão do aumento do desemprego gerado pela evolução tecnológica.

Quais são os efeitos da globalização?

É possível enxergar os efeitos da globalização no dia a dia, na vivência em sociedade. Os principais deles são:

  • aumento do consumo;

  • maior volume de informações;

  • desenvolvimento tecnológico que gera facilidade na circulação dos fluxos da globalização;

  • desemprego;

  • maior exploração da mão de obra;

  • massificação cultural;

  • aumento da concorrência.

Globalização no Brasil

O Brasil está inserido no processo de globalização. A partir das Grandes Navegações dos séculos XV e XVI, teve início a colonização portuguesa, marcando a inserção do nosso território no comércio global.

É importante destacar que a posição de subdesenvolvimento econômico sempre esteve presente na construção histórica do Brasil. Dependente dos investimentos provenientes de países desenvolvidos, das tecnologias estrangeiras e dos produtos importados e servindo aos interesses das grandes corporações internacionais, a posição brasileira na globalização é de país subordinado.

No comércio internacional, o Brasil se destaca pelo fornecimento de produtos primários, em geral caracterizados pelos baixos preços. O país carece do fornecimento de produtos com maior valor agregado.

Durante a década de 1990, com o estabelecimento de políticas neoliberais por parte do Estado brasileiro, o país foi inserido de forma incontestável no processo de globalização, uma vez que a redução da participação do Estado na economia é uma das premissas da globalização mundial.

Globalização e o meio ambiente

Na atual fase da globalização, os debates sobre as questões ambientais ganham força à medida que os problemas em escala global se tornam nítidos. Também é possível observar o crescimento de organismos internacionais, como o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e organizações não-governamentais como o Greenpeace, que se dedicam à identificação, discussão e apontamentos relacionados à resolução dos principais problemas ambientais que foram intensificados com a globalização.

O crescimento da produção mundial de mercadorias, a maior necessidade de matérias-primas, a utilização emergente de fontes de energia e o aumento da geração de resíduos são as principais razões para a ampliação dos problemas ambientais em escala global.

Problemas ambientais urbanos e rurais ganharam o mundo na globalização, com destaque àqueles ligados à poluição atmosférica, ao desmatamento, à extração mineral, ao esgotamento dos solos agricultáveis e à poluição das águas.

Videoaula sobre os movimentos antiglobalização

Exercícios resolvidos sobre globalização

Questão 1

(Enem 2019) Quanto mais a vida social se torna mediada pelo mercado global de estilos, lugares e imagens, pelas viagens internacionais, pelas imagens da mídia e pelos sistemas de comunicação interligados, mais as identidades se tornam desvinculadas — desalojadas — de tempos, lugares, histórias e tradições específicos e parecem “flutuar livremente”. Somos confrontados por uma gama de diferentes identidades (cada qual nos fazendo apelos, ou melhor, fazendo apelos a diferentes partes de nós), dentre as quais parece possível fazer uma escolha.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

Do ponto de vista conceitual, a transformação identitária descrita resulta na constituição de um sujeito:

a) altruísta.

b) dependente.

c) nacionalista.

d) multifacetado.

e) territorializado.

Resposta:

Letra D

A questão estabelece características da globalização cultural, que gera um indivíduo que sofre a influência das informações que circulam em todo o mundo por vários canais.

Questão 2

(Enem 2020) Num mundo como o nosso, por um lado marcado pela fluidez do espaço, as questões ligadas à circulação se tornam ainda mais relevantes e, com elas, a situação de um dos componentes mais emblemáticos dos territórios: seus limites. E é aí que surge um dos grandes paradoxos da geografia contemporânea: ao lado da fluidez globalizada aparecem também os fechamentos, as tentativas de controle da circulação de pessoas.

HAESBAERT, R. Da multiterritorialidade aos novos muros: paradoxos da desterritorialização contemporânea. Disponível em: http://www.posgeo.uff.br. Acesso em: 2 jan. 2013 (adaptado).

O texto aborda um paradoxo marcante do mundo contemporâneo, que consiste na oposição entre:

a) tecnologias da informação e desemprego estrutural.

b) livre mercado e construção de barreiras fronteiriças.

c) blocos supranacionais e ineficiência do transporte.

d) desconcentração industrial e concentração de capital.

e) redução da pobreza e aumento da desigualdade social.

Resposta:

Letra B

Uma das características marcantes da globalização é o aumento da circulação de pessoas pelo espaço geográfico devido à evolução dos meios de transportes. Ao mesmo tempo em que há esse aumento, percebe-se a dificuldade de indivíduos migrarem, especialmente entre países desenvolvidos, o que contradiz o conceito de “mundo sem fronteiras”, característico da globalização.

Crédito da imagem

[1] MAHATHIR MOHD YASIN / Shutterstock   

Por: Larissa Mesquita

Artigos relacionados

Aspectos culturais da Globalização

Confira uma breve análise sobre os aspectos culturais da Globalização e entenda essa complexa relação expressa no mundo cotidiano.

Capitalismo

Clique aqui, saiba o que é capitalismo e conheça seu histórico, seus tipos e suas vantagens e desvantagens.

Cidades globais

Cidades globais, O que são cidades globais, Quais são as cidades globais, As características das cidades globais, Quais são os grupos das cidades globais.

Economia Global

Entenda o que é a expressão “economia global”, o que ela representa e quais são as principais características da globalização econômica.

Expansão Marítima Portuguesa

Veja como ocorreu a expansão marítima portuguesa e os principais navegadores que a realizaram.

Fluxo de informações

Entenda a formação do atual fluxo de informações e saiba como a era da globalização age na difusão dos mais diversos tipos de valores e saberes.

GPS

GPS, o que é GPS, como funciona um GPS, importância do GPS, utilização do GPS, bússola, geografia.

Globalização no Enem

Revise brevemente o que é a globalização e saiba de que forma esse conceito é cobrado no Enem. Veja também alguns exemplos de questões de provas anteriores sobre o tema.

Internet

Internet, mudando a vida das pessoas, Quando surgiu a internet, Em qual país surgiu a internet, A internet em pesquisas, O uso da internet em relacionamentos, amizades e namoros, O uso da internet em compras, O uso da internet em lazer e cultura.

Problemas Ambientais Globais

Confira esta análise introdutória sobre os principais problemas ambientais globais.

Transnacionais

As transnacionais são empresas que atuam em diferentes países do planeta. Clique e confira!