Aceleração da gravidade

A aceleração da gravidade é uma grandeza física vetorial que indica a velocidade de queda de um corpo por segundo.

Astronauta em missão espacial com a Terra e a lua ao fundo.
Mesmo distantes da superfície terrestre, alguns corpos celestes ao seu redor são capazes de sentir a influência da aceleração da gravidade da Terra.

A aceleração da gravidade é um dos responsáveis pelo movimento de queda livre dos objetos, sendo seu valor na superfície terrestre de aproximadamente \(9,8\ {m}/{s^2}\). Contudo, esse valor não é constante, já que ele varia com a latitude, altitude, geologia e outros fatores. Em razão disso, cada corpo celeste possui um valor diferente de aceleração da gravidade, como no caso do Sol, onde o valor é de aproximadamente \(274\ {m}/{s^2}\), enquanto na lua o valor é de aproximadamente \(1,62\ {m}/{s^2}\).

Saiba mais: Imponderabilidade — a sensação de ausência de peso provocada em um objeto que orbita a Terra

Tópicos deste artigo

Resumo sobre aceleração da gravidade

  • A aceleração da gravidade determina a aceleração sofrida por um corpo devido à força de atração que a Terra realiza sobre todos os corpos.

  • Se desconsiderarmos a resistência do ar, todos os corpos caem com a mesma aceleração.

  • Nos exercícios, por fins de facilidade, é comum calcular a aceleração da gravidade terrestre com valor de \(10\ {m}/{s^2}\).

  • Como a Terra possui formado geoide, com polos achatados, sua aceleração da gravidade sofre variações de valor, ainda que pequenos.

  • Quanto mais alto estivermos, menor será a aceleração da gravidade.

  • Quanto mais próximos estivermos dos polos da Terra, maior será a aceleração da gravidade.

  • Podemos calcular a aceleração da gravidade de duas formas distintas, uma para o caso de o objeto estar distante e outra caso o objeto esteja na superfície do corpo celeste.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é a aceleração da gravidade?

A aceleração da gravidade é uma grandeza física vetorial que determina a aceleração sofrida por um corpo devido à força de atração que a Terra realiza sobre todos os corpos, de acordo com a lei da gravitação universal de Isaac Newton (1642-1727).

Na Cinemática, no estudo da queda livre, tratamos a aceleração da gravidade como a aceleração vertical sofrida pelos corpos em queda. Seu valor é igual para todos que estão no mesmo corpo celeste (no nosso caso, na Terra). Assim, o tempo de queda dos objetos de uma mesma altura é o mesmo, independentemente da massa e desconsiderando a resistência do ar, que é uma força contrária ao movimento de queda.

Contudo, na realidade, não podemos desconsiderar a resistência do ar, de modo que isso ocorre em exercícios com fins didáticos. Devido a essa resistência, objetos com maior massa ou menor superfície caem mais rápido do que objetos mais leves, como no caso de uma folha de papel amassada e uma aberta, conforme podemos ver na imagem abaixo.

Experimento similar ao feito por Galileu Galilei para determinar o tempo de queda dos objetos.
Experimento similar ao feito por Galileu Galilei para determinar o tempo de queda dos objetos.

Por ser uma grandeza física vetorial, a aceleração da gravidade possui características específicas, sendo elas:

  • Módulo: cálculado pela fórmula da aceleração da gravidade.

  • Sentido: em direção ao centro da Terra, normalmente para baixo.

  • Direção: vertical.

Qual o valor da aceleração da gravidade?

A aceleração da gravidade na superfície terrestre é de aproximadamente 9,8 m/s2, contudo esse valor varia de acordo com alguns fatores como latitude, altitude, topografia, geologia e intensidade da força gravitacional. Isso acontece porque a Terra não é uma circunferência perfeita — ela possui um formato geoide, com os polos achatados, fazendo com que a aceleração da gravidade varie.

Representação artística do formato geoide da Terra.
Representação artística do formato geoide da Terra.

Sendo assim, o valor da aceleração da gravidade varia inversamente com a altitude. Quanto mais altos estivermos em relação ao nível do mar, menor será a gravidade. Na superfície do oceano Ártico, por exemplo, seu valor é de aproximadamente \(9,8337\ {m}/{s^2}\), enquanto na montanha de Huascarán, no Peru, fica em torno de \(9,7639\ {m}/{s^2}\).

Além disso, quanto mais nos afastamos da Linha do Equador (linha imaginária que corta o planeta ao meio horizontalmente), maior será a gravidade. Nessa linha, a gravidade gira em torno de \(9,789\ {m}/{s^2}\); nos polos terrestres, ela vale aproximadamente \(9,823\ {m}/{s^2}\).

Quais são as fórmulas da aceleração da gravidade?

Aceleração da gravidade na superfície do planeta ou corpo celeste

\(g=\frac{G\bullet m}{r^2}\)

  • g  → aceleração da gravidade, medida em \([m/s^2]\).

  • G  → constante de gravitação universal, igual a \(6,67\bullet{10}^{-11}\ N.m^2/{kg}^2\).

  • m  → massa do planeta, medida em quilogramas [kg].

  • r  → raio médio do corpo celeste, medido em metros [m].

Aceleração da gravidade para corpos externos ao planeta ou corpo celeste

\(g=\frac{G\bullet m}{({r+h)}^2}\)

  • g  → aceleração da gravidade, medida em \([m/s^2]\).

  • G  → constante de gravitação universal, igual a \(6,67\bullet{10}^{-11}\ N.m^2/{kg}^2\).

  • m  → massa do planeta, medida em quilogramas [kg].

  • r  → raio médio do corpo celeste, medido em metros [m].

  • h  → altura entre o objeto e a superfície do planeta, medida em metros [m].

Saiba também: Velocidade de escape — a menor velocidade necessária para um corpo escapar da atração da gravidade

Como se calcula a aceleração da gravidade?

Podemos calcular a aceleração da gravidade por meio das fórmulas estudadas no tópico anterior, sendo que cada uma servirá para um caso específico — uma caso o objeto esteja na superfície planetária e outra caso o objeto esteja distante dela. Além disso, vale resaltar que caso nos exercícios não seja dado o valor da aceleração da gravidade terrestre, podemos considerá-la \(10\ {m}/{s^2}\).

  • Exemplo 1:

Determine o módulo da aceleração da gravidade da Terra, sabendo que seu raio médio é de 6.371 km e sua massa é de \(5,972\bullet{10}^{24}\ kg\).

Resolução:

Usando a fórmula da aceleração da gravidade na superfície do planeta:

\(g=\frac{G\bullet m}{r^2}\)

Vamos converter o valor do raio médio de quilômetros para metros (\(6.371\ km=6371000\ m=6,371\bullet{10}^6\)):

\(g=\frac{6,7\bullet{10}^{-11}\bullet5,972\bullet{10}^{24}}{{(6,371\bullet{10}^6)}^2}\)

\(g=\frac{40,0124\bullet{10}^{-11+24}}{40,589641\bullet{10}^{12}}\)

\(g=\frac{40,0124\bullet{10}^{13}}{40,589641\bullet{10}^{12}}\)

\(g=0,985778613\bullet{10}^{13-12}\)

\(g=0,985778613\bullet{10}^1\)

\(g=9,85778613\)

\(g\approx9,8{\ m}/{s^2}\)

A aceleração da gravidade na superfície da Terra tem valor de, aproximadamente, \(9,8{\ m}/{s^2}\).

  • Exemplo 2:

Determine o módulo da aceleração da gravidade da Terra para um objeto a 1000 km da superfície terrestre, sabendo que o raio médio do planeta é de 6.371 km e sua massa é de \(5,972\bullet{10}^{24}\ kg\).

Resolução:

Usando a fórmula da aceleração da gravidade para corpos externos ao planeta ou corpo celeste:

\(g=\frac{G\bullet m}{({r+h)}^2}\)

Vamos converter o valor do raio médio e a distância do objeto de quilômetros para metros (\(6.371\ km=6371000\ m=6,371\bullet{10}^6\)  e \(1000\ km=1\bullet{10}^6\ m\), respectivamente):

\(g=\frac{6,7\bullet{10}^{-11}\bullet5,972\bullet{10}^{24}}{{(6,371\bullet{10}^6+1\bullet{10}^6)}^2}\)

\(g=\frac{40,0124\bullet{10}^{-11+24}}{{(7,371\bullet{10}^6)}^2}\)

\(g=\frac{40,0124\bullet{10}^{13}}{54,331641\bullet{10}^{12}}\)

\(g\approx0,7366\bullet{10}^{13-12}\)

\(g\approx0,7366\bullet{10}^1\)

\(g\approx7,366{\ m}/{s^2}\ \)

A aceleração da gravidade sentida no corpo que está externo ao planeta tem valor de, aproximadamente, \(7,366{\ m}/{s^2}\).

Qual é a aceleração da gravidade em outros planetas?

Como dito anteriormente, cada corpo celeste possui um valor de aceleração da gravidade. Esses valores estão descritos na tabela abaixo.

Corpo celeste

Aceleração da gravidade

\(({m}/{s^2})\)

Sol

274

Mercúrio

3,7

Vênus

8,87

Terra

9,807

Lua

1,62

Marte

3,721

Júpiter

24,79

Saturno

10,44

Urano

8,87

Netuno

11,15

Plutão

0,62

Exercícios resolvidos sobre aceleração da gravidade

Questão 1

Determine o módulo da aceleração da gravidade de Marte, sabendo que seu raio médio é de 3400 km (3,4·106 m) e que a sua massa é de 6,4·1023 kg.

Dados: G = 6,7·10-11 Nm²/kg²

A) 5,20 m/s²

B) 3,71 m/s²

C) 9,8 m/s²

D) 4,15 m/s²

E) 12,7 m/s²

Resolução:

Alternativa B

Para encontrarmos o valor da gravidade do planeta Marte, usamos a fórmula da aceleração da gravidade:

\(g=\frac{G\bullet M}{r^2}\)

\(g=\frac{6,7\bullet{10}^{-11}\bullet6,4\bullet{10}^{23}}{{(3,4\bullet{10}^6)}^2}\)

\(g=\frac{6,7\bullet{10}^{-11}\bullet6,4\bullet{10}^{23}}{11,56{\bullet10}^{12}}\)

\(g\approx3,71\bullet{10}^{-11+23-12}\)

\(g\approx3,71\bullet{10}^0\)

\(g\approx3,71\bullet1\)

\(g\approx3,71\ m/s^2\)

Questão 2

(UFGRS) Considerando que o módulo da aceleração da gravidade na Terra é igual a 10 m/s2, é correto afirmar que se existisse um planeta cuja massa e cujo raio fossem quatro vezes superiores aos da Terra, a aceleração da gravidade seria de:

A) 2,5 m/s2

B) 5 m/s2

C) 10 m/s2

D) 20 m/s2

E) 40 m/s2

Resolução:

Alternativa A

Isolando a constante gravitacional G da fórmula da aceleração gravitacional:

\(g=\frac{G\bullet M}{r^2}\)

\(G=\frac{g\bullet r^2}{M}\)

Igualando o valor das constantes gravitacionais da Terra e do planeta, faremos uma comparação entre eles:

Primeira parte da comparação entre a gravidade da Terra e de outro planeta.

Segunda parte da comparação entre a gravidade da Terra e de outro planeta.

Por: Pâmella Raphaella Melo

Artigos relacionados

Campo gravitacional

Saiba o que é campo gravitacional e por que ele é importante.

Determinando o tempo de queda

Melancia ou tomate, quem chega ao chão primeiro? Clique aqui entenda o cálculo do tempo de queda dos objetos.

Estrelas de nêutrons

Aprenda mais sobre a formação e o comportamento de uma classe de estrelas muito curiosa: as estrelas de nêutrons.

Força peso

O que é força peso? Acesse e confira a definição, aprenda a calcular a força peso, conheça as fórmulas, e saiba mais sobre o assunto com exercícios resolvidos.

Gravitação

Você sabe o que é gravitação? Clique aqui e conheça importantes estudos de Newton sobre essa questão.

Lançamento oblíquo

Confira algumas propriedades do lançamento oblíquo, movimento composto de um movimento uniforme e de um movimento acelerado, que ocorrem simultaneamente em duas dimensões. Quando projéteis são lançados obliquamente, descrevem trajetórias parabólicas e levam, aproximadamente, o mesmo tempo para subir e para cair.

Lei da Gravitação de Newton

Conheça a lei da gravitação e sua equação, que determina a intensidade da força de atração entre dois corpos separados por uma distância qualquer.

Leis de Kepler

Conheça as três Leis de Kepler utilizadas para descrever o movimento planetário.

Levitação magnética (Princípio do Maglev)

Que tal saber mais sobre o fenômeno da levitação magnética? Ela surge quando campos magnéticos em direções opostas interagem entre si. Uma interessante aplicação disso é o Maglev, um meio de transporte capaz de flutuar sobre trilhos usando a repulsão criada entre ímãs permanentes e ímãs supercondutores.

Peso de um corpo

Conheça a definição geral da força peso de um corpo.

Plano inclinado

Descubra como analisar o movimento em um plano inclinado. Veja também as forças que atuam no corpo que está em um plano inclinado.

Queda livre

Veja aqui como aplicar a segunda lei de Newton ao movimento de queda livre de um corpo qualquer.