Isaac Newton

Isaac Newton foi um importante cientista inglês que deixou grandes contribuições para a matemática e a física. Ele foi o responsável por formular teorias famosas nesses dois campos, como a lei da gravitação universal e as leis de Newton. É, até hoje, um dos grandes cientistas da humanidade.

Acesse também: Cinco coisas que você precisa saber sobre as leis de Newton

Juventude

Isaac Newton nasceu na fazenda de sua família, Woolsthorpe Manor, localizada na aldeia de Woolsthorpe-by-Colsterworth, na Inglaterra. Nasceu em 4 de janeiro de 1643 oficialmente, de acordo com o calendário que usamos atualmente, o gregoriano. Entretanto, na época, usava-se o calendário juliano, e o registro de Newton consta que ele nasceu em 25 de dezembro de 1642.

Woolsthorpe Manor, onde Newton nasceu, no século XVII.
Woolsthorpe Manor, onde Newton nasceu, no século XVII.

Ele não chegou a conhecer seu pai, também Isaac Newton, porque este faleceu meses antes de ver o filho nascer. Sua mãe se chamava Hannah Ayscough, e dela Newton teve atenção especial até completar três anos de idade. Os cuidados maternos eram redobrados porque ele havia nascido prematuro.

Quando Newton tinha três anos, sua mãe casou-se com um reverendo local, Barnabas Smith. Com isso, ela abandonou seu filho, deixando-o com a mãe dela (e avó dele) e indo morar com seu novo marido. Relatos da infância de Newton deixam claro que ele detestava o seu padrasto, apesar de não morar com ele.

Com 11 anos, Newton passou a conviver novamente com sua mãe, pois ela retornou para a casa em que ele morava. O retorno aconteceu porque seu marido havia falecido, deixando-a com três filhos (meio-irmãos de Newton). Aos 12 anos, Newton foi enviado para estudar em uma escola de gramática, em Grantham, cidade mais próxima de onde ele morava.

Newton estudou nessa escola por quase cinco anos, e, quando tinha 17 anos, retornou para a sua casa. Seu retorno estava ligado ao fato de que sua mãe queria que ele assumisse os negócios da família, pois era seu filho mais velho. Entretanto, Newton não tinha interesse nisso, e seu tio, William Ayscough, conseguiu fazer com que ele voltasse aos estudos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vida profissional

Aos 18 anos, Newton ingressou na Trinity College, em Cambrige. Apesar de sua família possuir boa condição financeira, Newton estudou durante quatro anos em Cambridge como um subsizar, modalidade em que o estudante pagava os seus estudos prestando serviços na própria universidade.

Isaac Newton é reconhecido atualmente como um dos grandes cientistas de todos os tempos.
Isaac Newton é reconhecido atualmente como um dos grandes cientistas de todos os tempos.

Em 1664, ele obteve uma scholarship e conseguiu estudar sem que precisasse prestar algum tipo de serviço. Seus estudos se davam nas humanidades, e ele obteve um bacharelado em artes em 1664, por exemplo. O que o transformou em um dos grandes gênios da história foi seu trabalho no campo da matemática e física.

Newton começou a estudar matemática em 1663, por incentivo de seu professor, Isaac Barrow. Os conhecimentos que Newton obteve em matemática foram tão expressivos que, entre 1665 e 1667, ele formulou diversas teorias inovadoras para a época e que têm importância expressiva nos dias de hoje.

Parte significativa da obra de Isaac Newton foi elaborada durante um período de isolamento que ele foi forçado a viver, por conta de uma epidemia de peste bubônica que atingiu a Inglaterra, causando a morte de cerca de 100 mil pessoas. A epidemia forçou a Trinity College a fechar, o que fez Newton retornar para a sua casa, em Woolsthorpe.

Nesse período, Isaac Newton elaborou teorias como a teoria binomial, também conhecida como binômio de Newton. Essa teoria foi extremamente importante para a matemática e possibilitou o surgimento do cálculo, uma área de estudo desse campo do conhecimento. Outra grande contribuição realizada por Newton nesse período foi a lei da gravitação universal.

Essa teoria teria sido pensada quando Newton teria visto um fruto cair de uma macieira em sua casa. Outras versões falam que a maçã teria caído na cabeça do cientista. De toda forma, a queda da maçã levou-o a se questionar sobre o fato das coisas sempre caírem para o chão. A partir daí, ele concluiu que existe uma força que atrai as matérias para o centro da Terra.

O episódio da maçã é polêmico, e muitos historiadores sustentaram que a história que envolvia Newton e o fruto era falsa. Entretanto, documentos recentes mostram que a queda de uma maçã pode mesmo ter influenciado o cientista inglês. No entanto, não existem provas de que a maçã tenha caído na sua cabeça, e acredita-se que ele tenha visto uma maçã cair apenas.

Outro trabalho significativo da vida de Newton se deu já na década de 1680, apesar de existirem aqueles que apontam o fato de que ele já havia esboçado essa teoria anos antes. Estamos falando das três leis do movimento, tradicionalmente conhecidas como leis de Newton. São elas: lei da inércia (1ª), lei da superposição de forças (2ª), lei da ação e reação (3ª).

Acesse também: O que é o pêndulo de Newton?

Curiosidades sobre Newton

  • Apesar de ter sido um grande cientista e responsável por teorias revolucionárias, Newton reconhecia a importância de outros cientistas, como Kepler, em seu trabalho.

  • Em 1669, Newton assumiu como professor em Cambridge e sustentou sua posição de professor da Trinity College até o ano de 1702, quando se aposentou.

  • Newton assumiu como professor em Cambridge no lugar de Isaac Barrow, quem o incentivou a estudar matemática.

  • Ao longo de sua vida, Newton tinha grande temor sobre a apreciação alheia de seu trabalho e tinha muito receio de publicar seus escritos, pois temia as críticas que poderia sofrer. Esse temor o acompanhou durante toda sua vida.

  • Em sua vida pessoal, Newton nunca se relacionou com mulher alguma e, portanto, não se casou nem teve filhos, e muitos biógrafos sugerem que ele pode ter morrido virgem.

  • Ainda no âmbito pessoal, Newton tinha visões religiosas que lhe renderam uma acusação de herege pelo fato de que ele era ariano e não acreditava na Trindade.

  • Era uma pessoa que não possuía muitas habilidades sociais, preferindo a solidão muitas vezes.

Últimos dias

A partir da década de 1690, Newton passou a sofrer com colapsos nervosos, e o convívio com ele se tornou mais complicado depois disso. O falecimento do cientista inglês aconteceu em 31 de março de 1727, e ele ainda tem o reconhecimento como um dos grandes cientistas de todos os tempos.

Por: Daniel Neves Silva

Artigos relacionados

Aplicando as leis de Newton nas roldanas

Veja aqui como as roldanas são utilizadas para modificar a direção de aplicação de uma força.

Carl Sagan

Clique aqui para saber mais sobre a vida de Carl Sagan, astrônomo e astrofísico estadunidense que publicou inúmeros trabalhos sobre o Universo.

Cinco coisas que você precisa saber sobre as leis de Newton

Clique aqui e veja quais são as cinco coisas que você precisa saber sobre as leis de Newton, a base da Mecânica Clássica.

Enunciando a Segunda Lei de Newton

Estudo do aperfeiçoamento da Segunda Lei de Newton, tomando como base a quantidade de movimento de um corpo.

Gravitação

Você sabe o que é gravitação? Clique aqui e conheça importantes estudos de Newton sobre essa questão.

Heinrich Hertz

Conheça a história da vida de Heinrich Rudolf Hertz, físico alemão responsável por comprovar experimentalmente as ondas eletromagnéticas.

Lei da Gravitação de Newton

Conheça a lei da gravitação e sua equação, que determina a intensidade da força de atração entre dois corpos separados por uma distância qualquer.

Leis de Newton

Clique aqui e conheça as leis de Newton, a base da Mecânica Clássica e as responsáveis pela explicação de diversos fenômenos cotidianos.

Precursores do iluminismo

Saiba por que o movimento iluminista ganhou força na Holanda, no século XVII, e conheça mais sobre Descartes, Locke e Newton, considerados os precursores do iluminismo.

Primeira Lei de Newton

Aqui você vai compreender a Primeira Lei de Newton, chamada Lei da Inércia, e ver situações cotidianas nas quais observamos seus efeitos.

Reescrevendo a Segunda Lei de Newton

Veja aqui a definição da segunda lei de Newton e veja também como reescrevê-la em função da quantidade de movimento e impulso.

Richard Feynman

Clique aqui e conheça a história de Richard Feynman, físico estadunidense que, em 1959, introduziu o conceito de nanotecnologia.

Segunda Lei de Newton

Clique aqui e aprenda os conceitos da segunda lei de Newton e quando aplicá-la!

Terceira Lei de Newton

A terceira lei de Newton também é conhecida como lei da ação e reação.

Thomas Edison

Clique aqui e conheça a história de Thomas Alva Edison, inventor estadunidense responsável pela criação da lâmpada incandescente.