Expressionismo

O expressionismo é um movimento de vanguarda surgido na Europa em 1910. Ele é caracterizado pela distorção da realidade, como é possível ver na tela “O grito”.

“O grito”, pintura expressionista de Edvard Munch.
“O grito”, pintura expressionista de Edvard Munch.

Expressionismo é o nome de um dos movimentos de vanguarda do início do século XX. Ele surgiu na Alemanha, em 1910, faz oposição ao impressionismo e tem como principal característica a distorção da realidade. O pintor Edvard Munch, autor da tela O grito, foi o precursor desse movimento. No Brasil, o expressionismo influenciou alguns artistas modernistas.

Leia também: Dadaísmo — movimento de vanguarda marcado pelo nonsense

Resumo sobre expressionismo

  • A principal característica do expressionismo é a distorção da realidade.

  • O pintor expressionista mais conhecido é o norueguês Edvard Munch.

  • O grito, de Edvard Munch, é a obra expressionista mais conhecida do mundo.

  • No Brasil, artistas modernistas como Anita Malfatti e Tarsila do Amaral produziram obras com traços expressionistas.

  • O expressionismo surgiu na Alemanha, em 1910, como um dos movimentos de vanguarda.

Videoaula sobre o expressionismo

Principais características do expressionismo

De forma geral, o expressionismo apresenta as seguintes características:

  • distorção da realidade;

  • anti-impressionismo;

  • caráter realista;

  • visão subjetiva da realidade;

  • pessimismo;

  • degradação do belo;

  • crítica sociopolítica;

  • antiburguesia;

  • cores fortes;

  • pinceladas espessas.

a literatura expressionista, além da distorção da realidade, possui temas recorrentes como o conflito de gerações e a oposição entre o artista e o burguês. É comum o relato acerca do sacrifício de personagens em prol da construção de uma nova sociedade, além do ataque às convenções sociais. As obras trazem também a simbólica ideia de morte e renascimento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Artistas do expressionismo

  • Edvard Munch (1863-1944) — pintor

  • Käthe Kollwitz (1867-1945) — pintor

  • Emil Nolde (1867-1956) — pintor

  • Ernst Barlach (1870-1938) — escultor

  • Robert Wiene (1873-1938) — cineasta

  • Thomas Mann (1875-1955) — escritor

  • Rainer Maria Rilke (1875-1926) — escritor

  • Fritz Höger (1877-1949) — arquiteto

  • Alfred Döblin (1878-1957) — escritor

  • Georg Kaiser (1878-1945) — escritor

  • Bruno Taut (1880-1938) — arquiteto

  • Ernst Ludwig Kirchner (1880-1938) — pintor

  • Wilhelm Lehmbruck (1881-1919) — escultor

  • James Joyce (1882-1941) — escritor

  • Oskar Kokoschka (1886-1980) — pintor

  • Erich Mendelsohn (1887-1953) — arquiteto

  • Friedrich Wilhelm Murnau (1888-1931) — cineasta

  • Fritz Lang (1890-1976) — cineasta

Artes do expressionismo

  • O grito (1893)|1|, pintura de Edvard Munch

  • Mulher ajoelhada (1911), escultura de Wilhelm Lehmbruck

  • Os burgueses de Calais (1913), livro de Georg Kaiser

  • Pavilhão de vidro (1914), obra arquitetônica de Bruno Taut

  • Estação de Koenigstein (1916), pintura de Ernst Ludwig Kirchner

  • Tenham piedade! (1919), escultura de Ernst Barlach

  • O gabinete do Dr. Caligari (1920), filme de Robert Wiene

  • A viúva I (1921), pintura de Käthe Kollwitz

  • Ulysses (1922), livro de James Joyce

  • Nosferatu (1922), filme de Friedrich Wilhelm Murnau

  • Chilehaus (1922-1924), obra arquitetônica de Fritz Höger

  • Complexo Woga (1926-1931), obra arquitetônica de Erich Mendelsohn

  • Metrópolis (1927), filme de Fritz Lang

  • Berlin Alexanderplatz (1929), livro de Alfred Döblin

  • Cartas a um jovem poeta (1929), livro de Rainer Maria Rilke

  • Autorretrato de um artista degenerado (1937), pintura de Oskar Kokoschka

  • Doutor Fausto (1947), livro de Thomas Mann

  • Autorretrato (1947), pintura de Emil Nolde

Leia também: Oswald de Andrade — um dos grandes nomes do modernismo brasileiro

Expressionismo no Brasil

“Homem de chapéu”, de Ismael Nery
“Homem de chapéu”, de Ismael Nery, é uma obra modernista com traços expressionistas.

O expressionismo no Brasil se manifestou por meio da arte modernista em obras como:

  • A estudante russa (1915), de Anita Malfatti (1889-1964)

  • Amigos (1921), de Di Cavalcanti (1897-1976)

  • Retrato de Oswald de Andrade (1922), de Tarsila do Amaral (1886-1973)

  • Retrato de Oswald de Andrade e Julieta Bárbara (1939), de Flávio de Carvalho (1899-1973)

  • Figuras no restaurante (1943), de Ernesto de Fiori (1884-1945)

  • Retirantes (1944), de Candido Portinari (1903-1962)

  • Figura com reposteiro (1954), de Lasar Segall (1889-1957)

  • Homem de chapéu (s. d.), de Ismael Nery (1900-1934)

Na literatura, segundo alguns críticos, é possível apontar traços expressionistas em obras de autores brasileiros da primeira metade do século XX, como:

O contexto histórico e a origem do expressionismo

O expressionismo surgiu na Alemanha, em 1910. Assim como os outros movimentos de vanguarda, é caracterizado pelo caráter inovador e de oposição ao passado. Isso porque o início do século XX foi marcado pela mudança, já que a inovação tecnológica e as novas descobertas científicas ampliavam a visão de mundo dos vanguardistas.

Ao mesmo tempo, a tensão política na Europa, que antecedeu a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), ameaçava o otimismo em relação ao futuro da humanidade. Assim, a disputa por territórios entre as grandes potências europeias levou à corrida armamentista e a um aumento do sentimento nacionalista.

Mas o novo século também era o século da velocidade (automóvel, avião, telefone), das possibilidades e do fim das certezas. O tempo e o espaço foram repensados considerando a teoria da relatividade de Albert Einstein (1879-1955), e o conhecimento acerca da mente humana foi ampliado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939).

Leia também: Belle Époque — o período de furor e crença no progresso que antecedeu a I Guerra Mundial

Exercícios resolvidos sobre o expressionismo

Questão 01

(Enem)

TEXTO I

GOELDI, O. Sem título.
GOELDI, O. “Sem título”. Bico de pena, 29,4 x 24 cm. Coleção Ary Ferreira Macedo, circa 1940. Disponível em: https://revistacontemporartes.blogspot.com.br. Acesso em: 10 dez. 2012.

TEXTO II
Na sua produção, Goeldi buscou refletir seu caminho pessoal e político, sua melancolia e paixão sobre os intensos aspectos mais latentes em sua obra, como: cidades, peixes, urubus, caveiras, abandono, solidão, drama e medo.

ZULIETTI, L. F. Goeldi: da melancolia ao inevitável. Revista de Arte, Mídia e Política. Acesso em: 24 abr. 2017 (adaptado).

O gravador Oswaldo Goeldi recebeu influências de um movimento artístico europeu do início do século XX, que apresenta as características reveladas nos traços da obra de

a)

“Sonho e desarranjo”, Alfred Kubin.
Alfred Kubin, representante do expressionismo.
Sonho e desarranjo, Alfred Kubin.

b)

“Bailarina deitada”, Henri Matisse.
Henri Matisse, representante do Fauvismo.
Bailarina deitada, Henri Matisse.

c)

“Mineiro”, Diego Rivera.
Diego Rivera, representante do muralismo.
Mineiro, Diego Rivera.

d)

“Retrato de Igor Stravinsky”, Pablo Picasso.
Pablo Picasso, representante do Cubismo.
Retrato de Igor Stravinsky, Pablo Picasso.

e)

 “Os amantes”, René Magritte.
René Magritte, representante do surrealismo.
Os amantes, René Magritte.

Resolução:

Alternativa A

A obra de Goeldi apresenta aspectos expressionistas, assim como a de Alfred Kubin. Em ambas, é possível perceber traços espessos e a distorção da realidade causada pela visão particular dos artistas acerca dessa realidade, além do caráter melancólico e pessimista.

Questão 02

“O beijo”, de Edvard Munch
Imagem 1

 

“O violino”, de Juan Gris
Imagem 2

 

“O violino e as cartas de baralho sobre uma mesa”, de Juan Gris
Imagem 3

 

“O livro”, de Juan Gris
Imagem 4

 

“Natureza morta com guitarra”, de Juan Gris
Imagem 5

Nas imagens acima, a única que apresenta traços do expressionismo é:

a) a imagem 1.

b) a imagem 2.

c) a imagem 3.

d) a imagem 4.

e) a imagem 5.

Resolução:

Alternativa A

A imagem 1 é a tela expressionista O beijo, de Edvard Munch. Nela, é possível perceber as pinceladas espessas e cores fortes. Já as outras imagens são de autoria do pintor cubista Juan Gris.

Questão 03

Aponte a alternativa que apresenta uma característica expressionista:

a) Otimismo.

b) Nitidez.

c) Geometrismo.

d) Alienação.

e) Anti-impressionismo.

Resolução:

Alternativa E

O expressionismo faz oposição ao impressionismo, que representa uma arte acadêmica e, portanto, tradicional.

Nota

|1| O grito é uma obra precursora do expressionismo. 

Por: Warley Souza

Artigos relacionados

Dadaísmo

Conheça as principais características do dadaísmo, saiba quem são os principais artistas desse movimento e descubra a data de seu surgimento.

Futurismo

Saiba o que foi o futurismo. Conheça as suas características. Veja quais são os principais artistas desse movimento e algumas de suas obras.

Modernismo

Conheça mais sobre o modernismo: por que e como surgiu, suas principais características, seus principais escritores e suas respectivas obras mais significativas.

Semana de Arte Moderna de 1922

Conheça o contexto histórico em que ocorreu a Semana de Arte Moderna de 1922. Saiba o que aconteceu nesse evento e veja que artistas participaram dessa celebração.

Surrealismo

Conheça a origem do surrealismo e as características desse movimento. Veja também quais são seus principais artistas e obras.

Vanguardas europeias

Clique aqui, saiba quando surgiram as vanguardas europeias e conheça as características de cada um dos movimentos de vanguarda.