Albert Einstein

Albert Einstein (1879-1955) foi um dos maiores físicos da história. Alemão e nascido na cidade de Ulm, formou-se na Suíça, em Zurique, e casou-se, em 1903, com Mileva Maric. Ele foi capaz, entre outros feitos, de explicar o fenômeno do efeito fotoelétrico, o movimento browniano, além das relatividades geral e restrita.

Veja também: Temas de Física que mais caem no Enem

Vida pessoal

Einstein era filho de judeus não praticantes. Na época de seu nascimento, sua família passava por dificuldades financeiras e, por isso, mudou-se para Munique, onde Einstein recebeu sua educação formal. De acordo com os relatos, quando criança, ele não demonstrava sinais claros de sua genialidade, entretanto, preferia as matérias relacionadas às ciências exatas e à lógica.

Aos 21 anos, Einstein formou-se em matemática e física, em 1900. Mesmo nessa época, ele não era o melhor dos alunos de sua turma, uma vez que faltava às aulas para estudar os assuntos que achava mais pertinentes e também mais avançados que aqueles ainda estudados na graduação.

Ao fim de sua graduação, em 1902, ele começou a trabalhar no Departamento de Patentes de Zurique, e, então, em 1905, iniciou seu doutorado, mesma época em que publicou quatro estudos que revolucionariam a física.

Einstein casou-se duas vezes e teve três filhos. Morreu em 1955, aos 76 anos de idade, deixando um vasto legado científico.

Veja também: Ondas gravitacionais – previstas pela teoria da relatividade geral, de Einstein

Produção científica

Albert Einstein é considerado um dos maiores físicos de todos os tempos.
Albert Einstein é considerado um dos maiores físicos de todos os tempos.

Einstein iniciou suas produções acadêmicas ainda cedo. Aos 26 anos de idade, o físico publicou seus estudos sobre a teoria da relatividade especial. No entanto, foi no ano de 1905, conhecido como o “ano miraculoso”, que a produção científica de Einstein ganhou projeção internacional. A partir de então, todo o mundo passou a conhecê-lo como o grande gênio da física que conhecemos hoje.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os trabalhos publicados por Einstein não tinham relação direta entre si, pois tratavam de assuntos diferentes, no entanto, foram igualmente relevantes para o progresso científico. São eles:

  • “Sobre um ponto de vista heurístico relativo à produção e transformação da luz” — que explicou o mecanismo do efeito fotoelétrico.
  • “Sobre o movimento de pequenas partículas em suspensão dentro de líquidos em repouso, tal como exigido pela teoria cinética molecular do calor” — que explicou o movimento browniano (relacionado à movimentação caótica de partículas).
  • “Sobre a eletrodinâmica dos corpos em movimento” — que lançou as bases teóricas da relatividade restrita.
  • “A inércia de um corpo depende do seu conteúdo energético?” — que estabeleceu a relação entre massa e energia de repouso (E = mc²).

Veja também: Física quântica para leigos – o que é, principais teorias, curiosidades etc.

Prêmio Nobel de Física

Embora Einstein seja mais conhecido por sua fórmula E = mc², o físico não foi agraciado com o prêmio Nobel de Física por tal descoberta, mas sim pela explicação do efeito fotoelétrico. Albert Einstein foi laureado com o Nobel de Física, em 1921, “por suas contribuições à física teórica e, especialmente, por sua descoberta da lei do efeito fotoelétrico, que foi fundamental no estabelecimento da teoria quântica”.

O efeito fotoelétrico já havia sido descoberto alguns anos antes, em 1886, pelo físico alemão Heinrich Hertz (1857-1894), que percebera que ao iluminar-se chapas metálicas com luz ultravioleta, produzia-se faíscas com maior facilidade.

O efeito fotoelétrico contradizia as previsões da física clássica da época de Einstein. De acordo com ela, qualquer frequência de luz deveria fazer com que elétrons fossem ejetados do material após certo período de exposição. O que acontecia, no entanto, era que os elétrons só eram ejetados a partir de uma frequência mínima. Einstein, para tanto, utilizou-se do argumento de Planck, que, por sua vez, usou-o para explicar a emissão de radiação do corpo negro.

Por: Rafael Helerbrock

Artigos relacionados

A relação entre velocidades relativas relativísticas

Veja aqui como podemos determinar a velocidade relativa em dois corpos que se encontram com velocidades próximas à velocidade da luz no vácuo.

Condensado de Bose-Einstein

Já ouviu falar do condensado de Bose-Einstein? Descubra as características desse estado artificial da matéria previsto por Nath Bose e Albert Einstein.

Efeito Fotoelétrico

O efeito fotoelétrico consiste na extração de elétrons de uma superfície metálica quando iluminada por um feixe de luz.

Física quântica

Você sabe o que é física quântica? Clique aqui para saber o conceito dessa área e conhecer seus pensadores. Conheça algumas aplicações da física quântica.

Fóton

A luz é composta por partículas minúsculas denominadas fótons.

Heinrich Hertz

Conheça a história da vida de Heinrich Rudolf Hertz, físico alemão responsável por comprovar experimentalmente as ondas eletromagnéticas.

Laser

Conheça as principais características do laser e veja como ele funciona.

Massa e Energia

A energia produz aumento de massa porque tem inércia, ou seja, a energia tem massa.

Ondas gravitacionais

Quando corpos de grandes massas, como estrelas anãs brancas, estrelas de nêutrons ou prótons, orbitam entre si, formando sistemas binários, ou quando buracos negros colidem-se, surgem as ondas gravitacionais. Conheça o que são essas ondas que deformam o espaço-tempo e que podem ser detectadas a grandes distâncias.

Paradoxo dos gêmeos

Entenda o paradoxo dos gêmeos e as conclusões que podem ser tiradas por meio de uma análise qualitativa desse problema.

Temas de Física que mais caem no Enem

Vai fazer o Enem e gostaria de saber quais são os assuntos de Física quem mais caem na prova? Acesse nosso texto e confira os temas mais frequentes!

Teoria da Relatividade Geral

Compreendendo a Teoria da Relatividade Geral de Einstein

Teoria da relatividade para altas velocidades

Entenda um pouco mais sobre a teoria da relatividade através do estudo das altas velocidades.

Teoria da relatividade restrita

Conheça os principais postulados da Teoria da Relatividade.

Thomas Edison

Clique aqui e conheça a história de Thomas Alva Edison, inventor estadunidense responsável pela criação da lâmpada incandescente.