Carta pessoal

A carta pessoal é um texto com marcas de intimidade direcionado a pessoas próximas (família, amigos, interesses românticos etc.) contendo questões cotidianas e amenidades.

A carta pessoal, apesar de estar em desuso, mantém muitas de suas características em seus sucessores, como o e-mail e serviços de mensagens instantâne
A carta pessoal, apesar de estar em desuso, mantém muitas de suas características em seus sucessores, como o e-mail e serviços de mensagens instantâne

A carta pessoal é uma carta direcionada a uma determinada pessoa próxima (familiar, amigo/a, interesse romântico) a fim de tratar de um assunto particular, podendo ser um acontecimento recente, um debate familiar ou demais questões pessoais.

Ela apresenta, na maioria das vezes, uma linguagem de cunho informal e em primeira pessoa, diferenciando-se de outros gêneros de carta, mais formais e impessoais (como, por exemplo, a carta aberta).

Leia também: Carta comercial — um gênero textual do âmbito empresarial

Resumo sobre carta pessoal

  • A carta pessoal é uma modalidade de texto em que prevalecem as marcas de proximidade e afetividade.

  • Ela apresenta a seguinte estrutura: local e data, vocativo, texto, despedida e assinatura.

  • Pode variar em sua composição a depender do assunto ou tema abordado. Transita entre as seguintes tipologias: exposição, narração, injunção, argumentação e descrição.

  • Diferencia-se da carta aberta em seu objetivo e em suas características.

Videoaula sobre carta pessoal

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características e estrutura da carta pessoal

A carta pessoal tem como principal característica a relação de proximidade do remetente com o destinatário. Essa relação proporciona um texto voltado para a afetividade, com histórias íntimas e conversas cotidianas. Por exemplo, um relato sobre o início em um novo emprego, declarações amorosas, discussões particulares sobre temas amplos, dentre outros tópicos.

Do ponto de vista estrutural, a carta organiza-se da seguinte forma:

  • local e data;

  • vocativo;

  • texto;

  • despedida e assinatura.

Leia também: Carta do leitor — um gênero textual que circula em jornais e revistas

Como escrever uma carta pessoal?

Antes de se escrever a carta, é preciso ter em mente qual ou quais assuntos serão tratados com o destinatário. A definição do tema ou do assunto é essencial para ditar o tom da carta, pois, a depender do que será tratado, a carta pessoal passa por adaptações em sua composição linguística.

  • Carta pessoal com relato

A carta pessoal no modelo de relato apresenta elementos narrativos significativos, pois seu intuito é narrar fatos e acontecimentos pessoais. Por exemplo, ao ingressar em uma universidade, um filho escreve uma carta à sua mãe contanto como estão sendo os primeiros dias na instituição de ensino. Prevalece nesse tipo de escrita, portanto, um caráter narrativo, com verbos de ação no passado.

  • Carta pessoal com descrição

A carta pessoal com prevalência da tipologia descritiva é aquela em que são detalhados aspectos de determinado lugar, pessoa, animal, objeto etc. Seu objetivo é oferecer ao leitor uma imagem do que está sendo descrito, com uso de verbos descritivos como ser e parecer.

  • Carta pessoal com argumentação

A carta pessoal com prevalência da tipologia argumentativa é um texto em que o remetente aborda determinado assunto para convencer o seu destinatário acerca de sua opinião. Para isso, ele utiliza marcadores de argumentação, como os operadores argumentativos.

  • Carta pessoal com exposição

A carta pessoal com prevalência da tipologia expositiva tem como característica transmitir um relato sem necessariamente convencer o destinatário. Ela funciona por meio da composição de algum assunto e, para tal, faz uso de informações ou dados de outros campos do conhecimento ou mesmo de impressões do próprio autor.

  • Carta pessoal com injunção

Na carta pessoal com injunção, prevalece a tipologia textual injuntiva. O texto injuntivo tem como principal característica explicar ou descrever o método para a realização de alguma atividade. Em sua composição, há verbos predominantemente no imperativo, infinitivo ou presente do indicativo com sujeito indeterminado.

Assim, é possível, em uma carta pessoal, enviarmos receitas ou indicarmos a dosagem de algum remédio para o nosso destinatário, por exemplo, ou então receber tais informações deles.

Exemplos de carta pessoal

Brasília, 17 de fevereiro de 2019

Querido irmão,

Escrevo mais uma vez a você porque preciso desabafar isso com alguém. Gostaria de dizer-te que estou perdidamente apaixonado por Luísa, minha vizinha. Todos os dias, às 6h30 da manhã, ela sai do seu apartamento. Você sabe que eu acordo bem cedo, mas só saio no horário mencionado pois o meu dia não faria sentido nenhum se eu não pudesse vê-la. Antes mesmo de encontrá-la na porta do elevador, consigo sentir o seu perfume. Ele é doce assim como o seu olhar.

Eu sinceramente não sei o que fazer, irmão. Quero me declarar, mas tenho medo de que ela me veja apenas como “o seu vizinho”. O que eu faço? Você sabe que sempre teve mais jeito para essas coisas do que eu, e é justamente por isso que escrevo isso a você.

Desculpe-me o desespero. Um grande abraço.

Do seu irmão, Fábio.

 

Salvador, 30 de janeiro de 2017

Caro pai,

Como em nosso último debate não houve um consenso, e dada a impossibilidade de encontrá-lo novamente, resolvi escrever-lhe retomando nossa discussão. Procurarei expor, da forma mais concisa possível, os meus argumentos.

Conforme eu havia dito, sou contra a venda total das ações da empresa e digo-lhe o porquê. Em primeiro lugar, nós estamos passando por uma crise financeira, e o preço que conseguiremos é muito abaixo daquele que a companhia realmente vale. O meu segundo ponto é sobre a dificuldade em negociar com nossos investidores, que, no início do ano, colocaram uma grande quantia financeira e agora estão diante de uma situação de fechamento e venda e, consequentemente, de grandes perdas. Por fim, meu último argumento é um apelo mais emocional do que técnico. A empresa foi fundada por meu bisavô, que a sustentou nos piores momentos possíveis. Em seguida, meu avô, seu pai, passou pela mesma situação pela qual o senhor está passado agora. Ambos consideram a empresa um ativo de nossa família, e foi onde todos nós crescemos — eu, você, meus irmãos.

Peço, encarecidamente, que reconsidere a posição de vender a nossa empresa. Espero encontrá-lo em breve, ainda como presidente da instituição e feliz por mantê-la como havia feito meu avô.

Um beijo do seu filho.

Fernando

As duas cartas acima são cartas pessoais, mas com opções temáticas e, portanto, recursos linguísticos distintos. Enquanto a primeira recorre a descrições (juras de amor de um irmão apaixonado por sua vizinha), a segunda é menos emocional e mais objetiva, dedicada à argumentação. Ambos os exemplos são apenas algumas das diversas possibilidades que a carta pessoal possui.

Leia também: Diferenças entre gêneros e tipos textuais

Quais as diferenças entre carta pessoal e carta aberta?

Enquanto a carta pessoal é direcionada a um destinatário com o qual se tem uma relação de proximidade, a carta aberta é voltada para uma ampla audiência. Além disso, a carta aberta tem como principal característica o uso da argumentação para persuadir seu leitor. Já a carta pessoal pode possuir marcadores argumentativos, mas isso não é regra, sendo tal recurso utilizado apenas em assuntos específicos.

Por: Rafael Camargo de Oliveira

Artigos relacionados

Carta aberta

A carta aberta possui uma finalidade argumentativa, no intuito de convencer o interlocutor a respeito de um dado assunto.

Carta argumentativa

Conheça a carta argumentativa e descubra todas as características e funções desse gênero textual. Leia um exemplo para compreender melhor.

Carta comercial

Descubra o que é uma carta comercial. Aprenda suas principais características e estrutura. Conheça os tipos desse gênero e veja exemplos deles.

Carta de reclamação

Descubra o que é carta de reclamação, conheça suas características e estrutura e acompanhe o passo a passo de como desenvolver a sua.

Carta do leitor

Veja como interpretar e fazer uma carta do leitor por meio de exemplos, de sua definição e do estudo de sua estrutura e características.

E-mail

Conheça as características que norteiam este gênero!

Gêneros textuais orais e escritos

Você sabia que os gêneros textuais podem ser orais e escritos, não é mesmo? Pois bem, confira sobre isso e muito mais clicando aqui!

Instruir - Característica de alguns gêneros textuais

Conheça sobre as características pertencentes aos mesmos!

Notícia - características relevantes

A notícia é um gênero textual que está presente em nosso cotidiano. Confira algumas características para elaboração de uma notícia.

Relato Pessoal

O relato pessoal, ora concebido como um gênero textual, constitui-se de características distintas. Conheça-as aqui.

Tipos e gêneros textuais

Amplie seus conhecimentos interagindo-se com as características destes!