Oceano Índico

Oceano Índico é conhecido por ser o menor e o mais quente entre os três oceanos (Atlântico e Pacífico). Muitos recursos naturais são encontrados no Índico, como o petróleo.

Localização do Índico.
Localização do Índico.

O oceano Índico é o menor entre os três oceanos (Atlântico e Pacífico) existentes no planeta. Suas águas são conhecidas por serem mais quentes que as dos outros dois oceanos, com uma taxa de aquecimento acima do normal nas últimas décadas devido ao aquecimento global e às mudanças climáticas.

 Leia também: Qual a diferença entre mar e oceano?

Principais características do oceano Índico

A localização do oceano Índico faz com que haja nele características peculiares. Localizado em zonas tropicais e temperadas, a temperatura do Índico é a mais quente em comparação com o Atlântico e o Pacífico.

Planeta Terra com topografia detalhada dos continentes, com o oceano Índico ao centro.
Terra com topografia dos territórios, em especial o oceano Índico.

Ademais, é no Índico que ocorrem os ventos de monções, afetando diretamente o regime de chuvas no sul e sudeste da Ásia. As monções mudam de direção de acordo com as estações do ano.

As monções de inverno (dezembro a março) levam o vento seco do continente em direção ao oceano, causando estiagem em países como Índia, Bangladesh e Paquistão. No verão (junho a setembro), ocorre o contrário, com ventos úmidos do oceano para o continente, ocasionando fortes chuvas nas áreas citadas.

Esses ventos, além da característica pluvial, têm a característica comercial, ajudando nas navegações ao longo do Índico. Funcionando como excelentes impulsionadores, os ventos contribuíram, historicamente, no deslocamento de navios chineses para a Índia e África, e vice-versa, a depender da estação do ano e de como o vento se movimentava à época.

As águas do Índico cobrem, aproximadamente, 20% da superfície do planeta, com uma profundidade média de 4200 metros. Estima-se que o ponto mais profundo do Índico está entre 7500 m e 7900 m, na fossa de Java, no arquipélago Sonda, território da Indonésia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Origem do nome do oceano Índico

A origem do nome do oceano Índico faz referência ao período das Grandes Navegações. Por muito tempo, entre os séculos XIII e XIV, esse oceano era o caminho para se chegar até as Índias, importante centro comercial de especiarias à época. Devido a isso, o oceano recebeu o nome de Índico.

Contudo, esse oceano já era usado como rota comercial muito tempo antes, principalmente por povos africanos e asiáticos, que efetuavam trocas comerciais entre seus continentes.Além da explicação histórica, temos a explicação geográfica. O Índico recebe esse nome devido às localidades banhadas por ele, como a própria Índia e a Indonésia.

Leia também: Como ocorrem as marés?

Geografia do oceano Índico

O Índico possui uma área aproximada de 73.4 milhões de km², o terceiro maior oceano do mundo. Está localizado entre quatro continentes (África, Ásia, Oceania e Antártida), banhando mais de 25 países e inúmeras ilhas.

É considerado o oceano mais novo, com recente formação geológica. Com isso, a presença de vulcões, corais, montanhas submersas e atóis é comum em suas águas. O Índico abriga vários mares importantes, como mar Vermelho, mar Arábico e mar da Indonésia.

Recursos do oceano Índico

A localização do Índico permitiu, ao longo de milhões de anos, que se formasse nele grandes reservas de petróleo, principalmente no Oriente Médio, no golfo Pérsico e no golfo de Omã. O Índico é o oceano mais rico em reservas petrolíferas conhecidas do mundo.

Países que se localizam nessa região (Arábia Saudita, Catar, Emirados Árabes Unidos e Irã) são grandes produtores desse recurso energético, que é base das principais indústrias da atualidade.

Além do petróleo, o Índico é rico em manganês, platina e vanádio, minérios utilizados na indústria do ferro e do aço com inúmeras utilidades, como para fabricação de instrumentos cirúrgicos, para a indústria de joias, entre outras. Gás natural também é encontrado nas profundezas do Índico, demonstrando sua grande importância econômica e geopolítica.

Importância do oceano Índico

O oceano Índico possui grande importância para as localidades banhadas por ele, além de ser a conexão entre as grandes economias do globo (China, Japão, países europeus) com outras localidades.

Grandes navios trafegam diariamente pelo Índico, passando pelo mar Vermelho e adentrando a Europa pelo canal de Suez, no Egito, e vice-versa. Enormes bacias petrolíferas estão no Índico, em especial as de países do Oriente Médio, como Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos.

Estima-se que 90% do comércio marítimo mundial passam pelo Índico, além de 65% de toda a produção de derivados do petróleo. Metade do tráfego mundial de containers está no Índico, sem contar a ligação entre Índico e Pacífico, pelo estreito de Málaca, na Malásia, importante via de conexão entre esses dois oceanos que concentra 40% dos negócios mundiais.

Civilizações de extrema relevância para a história da humanidade se desenvolveram nas proximidades de rios que deságuam no Índico, como os rios Tigres e Eufrates, na região conhecida como Mesopotâmia, além do rio Ganges, na Índia, que possui um caráter sagrado para os que usufruem de suas águas.

Foto de uma praia das ilhas Maldivas; no primeiro plano, água cristalina e areia, ao fundo, vegetação.
Ilhas Maldivas, no Índico.

Na história, foi através do Índico que europeus e asiáticos consolidaram um significativo mercado de especiarias entre os dois continentes, com destaque para Vasco da Gama, que saiu da Europa em 1496, conseguiu contornar o cabo da Boa Esperança, no continente africano, e chegou até a Índia, servindo de base para rotas comerciais na atualidade, seja para grandes navios cargueiros, seja para cruzeiros nas belas ilhas desse magnífico oceano.

Se compararmos com Atlântico e Pacífico, o Índico é o mais calmo dos três, sendo o mais recomendado para navegações a longa distância, o que enfatiza sua importância não só histórica mas atual e contemporânea. Sua importância vai além das riquezas naturais, dizendo respeito também às rotas comerciais, aos recursos energéticos e à segurança econômica mundial.

Veja também: Petróleo e água no Oriente Médio

Problemas ambientais

A grande quantidade de petróleo transportada pelo Índico nos enormes navios diariamente constitui um grave problema ambiental. Os vazamentos que ocorrem nesses navios, por menores que sejam, se somados, tornam-se um agravante ambiental severo, contaminando toda a vida marinha e a população que consome os peixes do Índico, sendo um efeito em cadeia.

A poluição causada pelo petróleo e por fábricas nos países banhados pelo Índico ameaça a comunidade aquática. Nos últimos anos, a Ásia apresentou um enorme potencial industrial, principalmente em países como Malásia, Cingapura e Índia, todos banhados pelo Índico. Os dejetos industriais das fábricas desses países muitas vezes são jogados nos rios que deságuam no Índico, aumentado o grau de poluição do oceano.

Além da poluição, o Índico sofre com as mudanças climáticas e o derretimento das calotas polares. Com esses acontecimentos se intensificando nas últimas décadas, o volume de água desse oceano aumenta a cada ano, ocasionando aumento na temperatura de suas águas e redução da fauna marinha.

Quais são os continentes e países banhados pelo oceano Índico

O Índico é cercado por quatro continentes:

Com isso, alguns países localizados nesses continentes são banhados pelo oceano Índico, como os presentes na costa leste do continente africano, no sul e sudeste asiático, e na costa oeste da Austrália.

Além disso, o Índico conta com inúmeras ilhas, alguma delas paradisíacas, como as Maldivas, ideais para passeios e férias, e outras remotas, como a ilha de Máfia, no leste da África.

Confira os países banhados pelo Índico, de acordo com seus respectivos continentes:

- África

  • Egito, banhado pelo mar Vermelho, que deságua no Índico;

- Ásia

  • Jordânia, banhada pelo mar Vermelho, que deságua no Índico;

  • Israel, banhado pelo mar Vermelho, que deságua no Índico;

  • Arábia Saudita, banhada pelo mar Vermelho, que deságua no Índico;

- Oceania

Ilhas Maurícias, oceano Índico.
Ilhas Maurícias, oceano Índico.

Confira o nome de algumas ilhas presentes no oceano Índico:

  • Ilha Sentinela do Norte, região autônoma da Índia

  • Ilha de Pemba, território da Tanzânia

  • Ilha Diego Garcia, território britânico

  • Ilha de Nias, território da Indonésia

  • Comores, país africano

  • Madagascar, país africano

  • Seychelles, país africano

  • Ilhas Kerguelen, território francês

  • Ilha de Havelock, território indiano

  • Ilha Weh, território da Indonésia

  • Ilhas Maldivas

  • Ilhas Maurícias, território francês

  • Ilhas da Reunião, território francês

  • Sri Lanka, país asiático

Curiosidades sobre o oceano Índico

Foto de local da Indonésia devastado após um tsunami; no primeiro plano, rastros da destruição, ao fundo, um edifício.
Indonésia em 2004, após um tsunami.[1]

Vejamos algumas curiosidades sobre o oceano Índico:

  • É no Índico que está a quarta maior ilha do mundo: Madagascar.

  • O peixe ocellaris, conhecido como peixe-palhaço e personagem de destaque do filme Procurando Nemo, habita o oceano Índico.

  • É o oceano mais quente da Terra.

  • O Índico cresce cerca de 20 cm por ano devido ao derretimento das calotas polares, causado pelo aquecimento global.

  • Comparando o Índico com o Atlântico e o Pacífico, o primeiro é o que possui a menor vida aquática devido às altas temperaturas de suas águas.

  • Ilhas do Índico já foram cenários de filme, como as ilhas Ko Phi Phi, na Tailândia, em que foi filmado o filme A praia, protagonizado por Leonardo DiCaprio.

  • Tsunamis são frequentes no Índico, como o que atingiu a Indonésia, em 2004. Esse tsunami deixou mais de 220 mil vítimas fatais.

Crédito da imagem

[1] Frans Delian / Shutterstock     

Por: Átila Matias

Artigos relacionados

Como ocorrem as marés?

Você sabe como ocorrem as marés? Descubra em apenas um clique!

Diferença entre mar e oceano

Clique e descubra os critérios para estabelecer a diferença entre mar e oceano!

Maremoto

Aprenda mais sobre o fenômeno conhecido como maremoto, que nada mais é do que um abalo sísmico no solo oceânico que provoca a agitação das águas, as quais se propagam no sentido do litoral. Descubra também como se formam as ondas gigantes, qual é a sua dimensão e como elas podem tornar-se destrutivas.

Maré

Maré, O que é a maré, Como acontece a maré, maré alta, maré baixa, Quais são as consequência da maré.

Oceanos

Saiba mais sobre os cinco oceanos terrestres. Entenda o processo de formação dos oceanos, as suas principais características e a sua importância socioambiental.

Oceanos e mares

Oceanos e mares, planeta, climático, economia, países, fluxos comerciais, exportação, importação, recursos hídricos, peixes, pescados, renda, jazida, petróleo, navegadores, terras, Américas, Pacífico, Atlântico, Índico, Ártico, Antártico, mares abertos, mares interiores, mares fechados.