Temas da Redação do Enem

Os temas da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) costumam ser bastante debatidos nos colégios e cursinhos e despertam a curiosidade dos estudantes antes da aplicação das provas.

Mas o certo mesmo é que é impossível saber o tema antes do primeiro dia de provas, quando a redação é aplicada. Pode até acontecer casos de alguém adivinhar, já que existem muitos palpites, mas a certeza mesmo é só depois que começa o exame.

Veja também: Tudo sobre a redação do Enem

No entanto, há um direcionamento para os estudantes se prepararem para a redação e, muito mais importante do que adivinhar o tema, é estar preparado para estruturar um bom texto que atenda as competências exigidas pelo Enem.

Veja quais são as cinco competências:

1) Domínio da norma padrão da língua portuguesa;
2) Compreensão da proposta de redação;
3) Seleção e organização das informações;
4) Demonstração de conhecimento da língua necessária para argumentação do texto
5) Elaboração de uma proposta de solução para os problemas abordados, respeitando os valores e considerando as diversidades socioculturais.

As redações são avaliadas por dois corretores, com a função de atribuir uma nota de 0 a 200 pontos em cada uma dessas competências. A nota final da redação do Enem é a média aritmética da pontuação total.

Veja também: Como é feita a correção da redação do Enem

Escolha do Tema

Muito se fala sobre os assuntos atuais na hora de tentar adivinhar o tema da redação do Enem, mas, o que muitos não sabem, é que escolha do tema é feita cerca de cinco meses antes de aplicação do exame. Isso afasta a possibilidade de assuntos muito recentes caírem na prova.

Por isso, é importante estar ligado aos assuntos que estão sendo discutidos anteriormente a este período e, principalmente, aos problemas sociais do Brasil. Assuntos como meio ambiente, saúde, direitos humanos, cidadania costumam aparecer na redação do Enem.

Para que você tenha uma noção das escolhas do Inep, veja abaixo todos os temas de redação do Enem desde a primeira edição, em 1998.

  • 1998: Viver e Aprender
  • 1999: Cidadania e participação social
  • 2000: Direitos da criança e do adolescente: como enfrentar esse desafio nacional?
  • 2001: Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?
  • 2002: O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita?
  • 2003: A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?
  • 2004: Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação?
  • 2005: O trabalho infantil na realidade brasileira
  • 2006: O poder de transformação da leitura
  • 2007: O desafio de se conviver com a diferença
  • 2008: Máquina de chuva da Amazônia
  • 2009: O indivíduo frente à ética nacional
  • 2010: O trabalho na construção da dignidade humana
  • 2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado
  • 2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21
  • 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  • 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil
  • 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira
  • 2016 - 1ª aplicação: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil
  • 2016 - 2ª aplicação: Caminhos para combater o racismo no Brasil
  • 2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil
  • 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet
  • 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Em relação aos temas de Direitos Humanos, os assuntos mais abordados costumam ser relacionados à cidadania, combate à violência e aos diversos tipos de preconceito, como de gênero, religioso e racial. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para a construção de um bom texto sobre esses assuntos, é fundamental que o estudante tenha conhecimento dos direitos do cidadão, que esteja atento aos dados sobre as questões sociais do país e que também conheça as garantias da Constituição Federal. Ter consciência dessas informações auxilia na capacidade de argumentação e na construção de uma boa proposta de intervenção durante a produção do texto em qualquer tema.

Questões sobre sustentabilidade, escassez de água, preservação da fauna e da flora e demais assuntos ligados ao Meio Ambiente são possíveis temas que podem também ser cobrados na prova do Enem. Assuntos como a preservação ambiental e impactos das ações do homem no meio ambiente são temas que também podem aparecer.

Mais: Como estudar para a redação do Enem

Atenção aos “Direitos Humanos” e a nota zero

Até a edição do Enem 2016, os participantes que desrespeitavam os direitos humanos na redação tinham a nota zerada. A partir de 2017 essa regra foi modificada e, agora, o participante acaba perdendo os pontos da competência número 5, mencionada acima.

Porém, alguns outros erros ainda podem fazer com que o participante tenha a nota da redação zerada. Confira abaixo quais são!

1) Fuga total ao tema
2) Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa
3) Texto com até 7 linhas
4) Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto
5) Redação em branco, mesmo com texto em rascunho.
6) Cópia do texto motivador
7) Assinar a redação fora do local designado
8) Escrever em outra língua que não o português

Estrutura da Redação

Sabendo os possíveis temas e o que você deve e não deve fazer na hora de produzir a redação, agora é conhecer como deve ser a estrutura da redação do Enem.

Mais: Dicas para fazer uma boa redação no Enem

O Inep oferece a frase-tema e mais quatro textos de apoio. Esses textos podem ser ilustrações, notícias, pesquisas científicas, entre outros materiais que vão auxiliar o participante a produzir o texto.

A partir daí, a função do estudante é produzir um texto dissertativo-argumentativo, de no máximo 30 linhas e no mínimo 8 linhas, com uma proposta de intervenção ao tema exigido. O texto deve ser escrito em língua portuguesa e não é obrigatório o uso de título.

Cartilha de Redação

Em 2020, com o período de pandemia pelo coronavírus e a paralisação das aulas escolares presenciais, o Inep decidiu liberar a Cartilha de Correção da Redação do Enem, para auxiliar os estudantes em preparação para a prova.

O material era restrito aos corretores e, a partir da sua divulgação, o público geral pôde ter acesso aos manuais que explicam detalhadamente todos os critérios de avaliação da redação do Enem. Clique aqui para conferir!

Por: Giullya Franco

Artigos relacionados

Proposta de intervenção do Enem

Aprenda o que é a proposta de intervenção do Enem. Veja quais são seus principais elementos e como escrever uma boa proposta. Leia um exemplo pronto com comentário.

Dicas de Redação para o Enem

Clique aqui e confira algumas dicas que podem te ajudar a se preparar e se sair muito bem na prova de redação do Enem, que é vista por muitos como um desafio.

Como funciona a correção da redação do Enem

Entenda como funciona a correção da redação do Enem, parte muito importante do maior exame educacional do país. Quais são os critérios de avaliação.