Os Hidrocarbonetos e suas subdivisões

A indústria pertroquímica depende dos hidrocarbonetos
A indústria pertroquímica depende dos hidrocarbonetos

Hidrocarbonetos são compostos formados exclusivamente por carbono e hidrogênio (C e H). Daí o nome: hidro (de hidrogênio) e carboneto (de carbono). Estão presentes no dia a dia, na economia e na indústria, como, por exemplo, inclui o gás natural, o petróleo e seus derivados.

Os hidrocarbonetos seguem a fórmula geral CxHy e em sua nomenclatura utiliza-se o sufixo “o”, por exemplo:

CH4                                          METANO (presente no gás natural)

H3C – CH2 – CH2 – CH3       BUTANO (presente no gás de cozinha)

Em função de ser um grupo bastante grande, ele é subdividido em grupos menores que são diferenciados a partir do tipo de ligação existente entre os carbonos (simples, duplas, ou triplas) e do tipo de cadeia. Abaixo, estes grupos são apresentados:

  • Alcanos (ou hidrocarbonetos parafínicos): Hidrocarbonetos de cadeia saturada, ou seja, possuem apenas ligações simples entre carbonos e são cadeias acíclicas (cadeias abertas).  Fórmula Geral: CnH2n+2. Na nomenclatura, possuem o intermediário “an".
  • Alcenos (Alquenos ou Olefinas): Hidrocarbonetos de cadeia insaturada com pelo menos uma ligação dupla, acíclicas (cadeias abertas). Fórmula Geral: CnH2n. Na nomenclatura, possuem o intermediário “en".
  • Alcinos (ou Alquinos): Hidrocarbonetos acíclicos, com pelo menos uma ligação tripla. Fórmula Geral: CnH2n-2. Na nomenclatura, possuem o intermediário “in".
  • Alcadienos (ou Dienos): Hidrocarbonetos de cadeias abertas com duas ligações duplas. Em sua nomenclatura possuem o intermediário –dien-.Fórmula geral: CnH2n-2.
  • Ciclanos (Cicloalcanos ou cicloparafinas): Hidrocarbonetos com apenas uma ligação dupla, de cadeia fechada, cíclicos. Sua nomenclatura difere da dos alcenos apenas por ser precedida pela palavra ciclo. Fórmula geral: CnH2n.
  • Ciclenos (Cicloalcenos ou cicloalquenos): Hidrocarbonetos saturados (somente com ligações simples) de cadeia fechada, cíclicos. Sua nomenclatura difere da dos alcanos apenas por ser precedida pela palavra ciclo.
  • Ciclinos (Cicloalcinos ou cicloalquinos): Hidrocarbonetos com uma ligação tripla, de cadeia fechada. Sua nomenclatura difere da dos alcinos apenas por ser precedida pela palavra ciclo.

Observação: Nos casos citados em que houver presença de insaturação, é necessário numerar a cadeia e determinar a posição da ligação dupla ou tripla.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Aromáticos: Possuem um ou mais anéis benzênicos (aromáticos), que são representados conforme a figura abaixo. Eles não possuem uma fórmula geral, e sua nomenclatura segue uma regra particular diferente da dos outros grupos de hidrocarbonetos, pois depende da quantidade de anéis e se apresenta ramificações.

 

Fórmula Estrutural do Benzeno e fórmula Estrutural Simplificada






Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto:

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Artigos relacionados

A Presença de Dienos em Nossas Vidas: Os Terpenos

Os terpenos são obtidos ao se unir duas ou mais unidades da molécula do isopreno.

Alcadienos ou Dienos

Alcadienos ou dienos são hidrocarbonetos alifáticos insaturados por duas duplas ligações.

Alcanos

Compostos orgânicos com simples ligações entre átomos de carbono.

Alcenos

Os alcenos possuem uma dupla ligação entre dois átomos de carbono.

Benzopireno - um composto aromático cancerígeno

O benzopireno é um dos mais potentes agentes carcinogênicos existentes. Conheça a sua constituição e como ele pode ser absorvido pelo ser humano.

Características e Propriedades dos hidrocarbonetos

São descritas algumas propriedades dos hidrocarbonetos como polaridade, ponto de fusão e ebulição, densidade e estados físicos.

Carbono

Veja os aspectos mais importantes relacionados com o elemento químico carbono, como suas propriedades, seus compostos e suas fontes.

Ciclanos ou Cicloalcanos

Conheça o grupo funcional dos ciclanos, sua fórmula geral, a nomenclatura de seus compostos ramificados e não ramificados, suas fontes de obtenção e formas de aplicação.

Classificação dos alcadienos

Conheça a classificação dos alcadienos e aprenda como ela influencia nas reações de adição com esses compostos orgânicos.

Composição química do petróleo

Conheça a composição química do petróleo e de seus derivados, como a gasolina e o óleo diesel.

Compostos sulfurados ou tiocompostos

Os tiocompostos pertencem a uma classe de substâncias que possuem um ou mais átomos de enxofre em sua estrutura.

Etileno ou eteno

Veja por que o eteno, ou etileno, é considerado o alceno mais importante e de maior uso na indústria.

Gás natural combustível

Veja as respostas dessas perguntas: o que é o gás natural? Qual é sua fonte de obtenção? Quais são os benefícios e malefícios de seu uso como combustível e gerador de energia?

Hidrocarbonetos Aromáticos e sua Nomenclatura

Hidrocarbonetos aromáticos são compostos orgânicos que possuem em sua molécula um ou mais anéis benzênicos.

Hidrocarbonetos não metânicos

Saiba mais sobre os hidrocarbonetos não metânicos (HCNM), como participam do ciclo do carbono, suas fontes e interferência na atmosfera.

Nomenclatura de alcanos

Deve-se determinar a cadeia principal, numerá-la, identificar as ramificações e indicar de quais carbonos estão saindo, em ordem alfabética.

Nomenclatura dos Alcinos

A nomenclatura dos alcinos obedece às regras da União Internacional de Química Pura e Aplicada.

Oxidação branda em alcenos

Aprenda como ocorre a oxidação branda em alcenos e a construir as equações que representam esse processo!

Reação de redução de álcoois

Clique e conheça como ocorre e quais são os produtos da reação de redução de álcoois!

Toxidez dos Compostos Aromáticos

Vários compostos aromáticos apresentam um alto nível de toxidade e se caracterizam como algumas das substâncias mais nocivas.

Xisto

O xisto betuminoso é uma rocha que depois de ser aquecida libera gases e óleos ricos em hidrocarbonetos leves. Veja como isso faz dele uma alternativa mineral para substituir o petróleo.