Toxidez dos Compostos Aromáticos

A cola de sapateiro é nociva aos seus usuários pois é rica em compostos aromáticos, que são altamente tóxicos
A cola de sapateiro é nociva aos seus usuários pois é rica em compostos aromáticos, que são altamente tóxicos

Os compostos aromáticos* estão presentes em muitas áreas de nosso cotidiano. Em alguns aspectos eles são bem positivos, por exemplo, algumas embalagens e objetos descartáveis que utilizamos no dia a dia, como pratos, talheres, copos, isopor, entre outros, são produzidos a partir de poliestirenos (PS). A principal matéria-prima usada na indústria para a produção de PS é o estireno – composto aromático cuja fórmula está representada abaixo:

Fórmula estrutural do estireno e do poliestireno, usado na produção de materiais descartáveis.

No entanto, alguns compostos aromáticos são tóxicos e estão entre as substâncias mais nocivas.  Por exemplo, nas indústrias, os operários podem se intoxicar respirando os vapores desses compostos; como o benzeno. O pior é que muitas vezes a pessoa fica exposta a esses gases e nem percebe seu “cheiro”, porém, se esta situação ocorrer em um tempo prolongado, pode gerar várias doenças, como intoxicação crônica, leucopenia, anemia e até leucemia.

Outro exemplo bastante comum são as chamadas “colas de sapateiro”, que podem causar problemas de saúde não só aos profissionais desta área, mas, principalmente, às pessoas que as usam como drogas. A cola de sapateiro é rica em compostos aromáticos, entre eles temos o hidrocarboneto aromático tolueno (metilbenzeno); aliás, todos os hidrocarbonetos aromáticos são tóxicos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No Brasil, as colas de sapateiro costumam ter 25% de tolueno.

Principais efeitos da inalação da cola de sapateiro.
Principais efeitos da inalação da cola de sapateiro.

Os compostos aromáticos são também cancerígenos. Um dos mais potentes é o benzopireno, que é um hidrocarboneto policíclico aromático (HPA). Os HPAs possuem dois ou mais anéis aromáticos condensados e são formados durante a combustão incompleta de matéria orgânica, como na queima do cigarro, na carne assada na brasa, em carnes e peixes defumados, na incineração do lixo, na fritura de certos alimentos, na queima da madeira, gasolina, óleo diesel, carvão, etc.

Eles são agentes cancerígenos e mutagênicos que são absorvidos pela pele, por ingestão e inalação.

Benzopireno: composto aromático liberado principalmente na queima do cigarro e que pode causar câncer de pulmão.

* Para um melhor entendimento sobre o que caracteriza um composto aromático, leia o texto “Hidrocarbonetos Aromáticos e sua Nomenclatura

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Artigos relacionados

Benzopireno - um composto aromático cancerígeno

O benzopireno é um dos mais potentes agentes carcinogênicos existentes. Conheça a sua constituição e como ele pode ser absorvido pelo ser humano.

Características e Propriedades dos hidrocarbonetos

São descritas algumas propriedades dos hidrocarbonetos como polaridade, ponto de fusão e ebulição, densidade e estados físicos.

Cigarro eletrônico

Veja como funciona o cigarro eletrônico, conhecido também como e-cigarette ou e-cigar. Conheça seus benefícios, malefícios e por que seu uso foi proibido pela Anvisa.

Gás Orgânico

De onde são vêm os gases orgânicos.

Hidrocarbonetos Aromáticos e sua Nomenclatura

Hidrocarbonetos aromáticos são compostos orgânicos que possuem em sua molécula um ou mais anéis benzênicos.

O perigo dos fogões a lenha

Veja o perigo que existe no uso de fogões a lenha, quais são as substâncias tóxicas liberadas na queima da madeira e como elas atuam no organismo.

O sonho de Kekulé e a descoberta do benzeno

Saiba mais sobre a interessante história do sonho de Kekulé, que o auxiliou na descoberta da estrutura do benzeno.

Os Hidrocarbonetos e suas subdivisões

Hidrocarbonetos são compostos formados exclusivamente por carbono e hidrogênio (C e H). Seguem a fórmula geral CxHy e em sua nomenclatura utiliza-se o sufixo o.