Florestas

Florestas são as variadas vegetações do mundo que se caracterizam pelo elevado porte de suas espécies. São encontradas em todos os continentes do planeta.

Vista aérea do dossel de uma floresta.
Florestas são as formações vegetacionais de maior porte no mundo.

  Florestas são as vegetações de maior porte do planeta e correspondem a cerca de 30% das áreas continentais do mundo. Apresentam-se em vários tipos, segundo sua origem e adaptação ao meio, surgindo por meio do processo de sucessão ecológica nos diversos ambientes onde se encontram.

A importância das florestas passa pela manutenção do equilíbrio climático ao fornecimento de recursos naturais, sendo assim elementos naturais essenciais para o planeta e para a sociedade. No Brasil, quatro tipos de florestas são encontrados: Floresta Amazônica, Floresta Tropical Atlântica, mata dos cocais e floresta de araucárias.

Leia também: Quais são os domínios morfoclimáticos presentes no Brasil?

Resumo sobre florestas

  • Florestas são vegetações que se caracterizam pelo grande porte das espécies. Os dois conceitos mais aceitos para as florestas foram desenvolvidos pela FAO e pela UNFCC.

  • São formadas pela sucessão ecológica, em que vegetações primárias geram condições biológicas para que os solos sustentem vegetações de porte mais elevado com o passar do tempo.

  • Os tipos de florestas variam de acordo com sua origem e adaptação ao ambiente. Podem ser naturais ou plantadas, primárias ou secundárias e homogêneas ou ripárias.

  • A importância das florestas está associada à manutenção dos ecossistemas de todo o mundo, além de influenciarem no clima e terem importante papel à sociedade humana.

  • O Brasil possui quatro formações florestais: Floresta Equatorial Amazônica, Floresta Tropical Atlântica ou Mata Atlântica, mata dos cocais e mata de araucárias.

  • Cerca de 30% da superfície continental do planeta é recoberta por florestas. Os países que mais concentram esse tipo de vegetação são Rússia, Brasil, Canadá, Estados Unidos e China.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que são as florestas?

Florestas são as formações vegetacionais de maior porte no mundo. Popularmente, recebem vários nomes — mato, bosque, mata ou selva são algumas das denominações simplistas dadas às florestas. Existem conceitos oficiais para a vegetação de florestas. Veremos os dois mais conhecidos e aceitos a seguir.

→ Conceito da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO)

Floresta é uma área medindo mais de 0,5 ha com árvores maiores de 5 m de altura e cobertura de copa superior a 10% ou árvores capazes de alcançar esses parâmetros. Isso não inclui terra que está predominantemente sob uso agrícola ou urbano.|1|

→ Conceito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCC)

Floresta é uma área de no mínimo 0,05–1,0 ha com cobertura de copa (ou densidade equivalente) de mais de 10–30%, com árvores com o potencial de atingir a altura mínima de 2–5 m na maturidade. Uma floresta pode consistir tanto de formações florestais fechadas (densas), em que árvores de vários estratos e suprimidas cobrem uma alta proporção do solo, quanto de florestas abertas. Povoamentos naturais jovens e todas as plantações que ainda atingirão densidade de 10–30% e uma altura entre 2 e 5 metros são incluídos como floresta, assim como áreas que normalmente fazem parte da área florestal e que estão temporariamente desflorestadas como resultado da intervenção humana, como a colheita ou causas naturais, mas cuja reversão da floresta é esperada.|2|

Importante: No Brasil, o conceito utilizado pelo Serviço Florestal Brasileiro considera como floresta todos os tipos de vegetação lenhosas que mais se aproximam do que foi estabelecido pela FAO.

Como ocorre a formação das florestas?

A formação das florestas está associada ao processo de sucessão ecológica. Trata-se de um ciclo de modificações nas condições ambientais de determinado local, geradas pelos próprios organismos que ali vivem. A vegetação local se encarrega de gerar cada vez mais matéria orgânica nos solos, que obtêm a possibilidade de sustentar vegetações mais altas com o passar do tempo. A figura abaixo ilustra esse processo:

Representação do processo de sucessão ecológica por meio do qual as florestas são formadas.

Quais são os tipos de florestas?

As florestas podem apresentar vários tipos, dependendo de sua origem e forma de adaptação ao meio ambiente. Os principais tipos são:

  • Florestas naturais: estão em seu estado original, sem intervenção humana.

  • Florestas plantadas: produzidas pelos seres humanos a fim de alcançar um objetivo, que pode ser exploração econômica ou conservação.

  • Florestas primárias: aquelas que nunca sofreram desmatamento ou corte de suas espécies.

  • Florestas secundárias: são as que se encontram em processo de regeneração natural após processo de desmatamento.

  • Florestas homogêneas: formadas por uma ou poucas espécies de árvores.

  • Florestas ripárias: também chamadas de matas ciliares, são as que aparecem ao longo de cursos d’água.

Veja também: Qual a diferença entre mata ciliar e mata de galeria?

Qual a importância das florestas?

A importância das florestas é incalculável para o meio ambiente e para a sociedade. Reunidas, as florestas cobrem cerca de 30% da superfície terrestre. Os principais fatores que caracterizam a importância das florestas se relacionam com o fato de que são:

  • chamadas de “sumidouros de carbono”, visto que nas florestas um maior volume de fotossíntese é feito, e, com isso, produção de oxigênio em grande quantidade ocorre;

  • importantes reguladoras do clima, especialmente por causa de sua participação na geração de umidade;

  • responsáveis pelo fornecimento de substâncias que são princípios ativos de medicamentos cruciais à saúde humana;

  • encarregadas pela proteção do solo contra problemas de erosão e posterior assoreamento dos rios;

  • fontes de recursos naturais indispensáveis à sociedade moderna — matérias-primas diversas, madeira, alimentos, combustíveis —, que podem ser utilizados de forma sustentável, sem a degradação da vegetação e ainda garantindo sustento econômico às comunidades locais;

  • concentradoras da maior parte da biodiversidade do planeta, incluindo conjuntos de espécies vegetais e animais.

Florestas brasileiras

O território do Brasil, em função de sua extensão, possui variadas formações vegetacionais, e se destacam quatro formas de florestas. Veja cada uma delas a seguir.

→ Floresta Equatorial Amazônica

Vista aérea da Floresta Amazônica no Brasil.
A Floresta Equatorial Amazônica é a maior floresta equatorial do mundo.

A área de ocorrência da Amazônia está associada ao clima equatorial presente na maior parte da região Norte, partes da região Centro-Oeste e dos estados do Maranhão e Piauí, estando também presente em oito países: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela. Ela é a maior floresta equatorial do mundo. Segundo o Instituto Socioambiental (ISA), abriga cerca de 2500 espécies de árvores, além de milhares de espécies animais.

Floresta Tropical Atlântica ou Mata Atlântica

Vista aérea do encontro da Mata Atlântica com a região urbana da cidade de São Paulo.
A Mata Atlântica cobria cerca de 15% de todo o território brasileiro antes de ser desmatada no processo de colonização do país.

Em sua formação original, a Mata Atlântica estendia-se do Pernambuco até o Rio Grande do Sul, seguindo a faixa litorânea. Atualmente, estima-se que seu total corresponde a cerca de 7–8% da sua área original. A acelerada degradação está diretamente ligada ao processo de ocupação do território nacional a partir da colonização portuguesa no século XV.

Assim como a Floresta Amazônica, detém enorme biodiversidade, e suas áreas residuais são associadas à criação de Unidades de Conservação e Proteção, estabelecidas por lei.

→ Mata dos cocais

Ambiente com presença de babaçu, palmeira característica da mata dos cocais.
A vegetação da mata dos cocais é constituída por palmáceas, como o babaçu.

Localizada na sub-região nordestina Meio-Norte, a mata dos cocais localiza-se nos estados do Maranhão, Ceará e Piauí, além de partes do Tocantins. É uma vegetação de transição entre Floresta Amazônica, Cerrado e Caatinga. Caracteriza-se por uma vegetação constituída por palmeiras, tendo destaque o babaçu e a carnaúba.

→ Mata de araucárias ou mata dos pinhais

Vista da mata de araucárias em Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul.
O pinheiro do Paraná é a principal espécie da mata de araucárias.

Com predomínio da espécie do pinheiro do Paraná, a mata de araucárias é a floresta adaptada ao clima subtropical no Brasil. Sua formação e localização correspondem à região Sul do país, em seus três estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. É uma das vegetações mais degradadas do Brasil — cerca de 95% de seu total original já foi desmatado para a expansão da agropecuária, ocupação territorial e atividade industrial.

Saiba mais: Quais são as causas e as consequências do desmatamento na Floresta Amazônica?

Florestas no mundo

Em variados tipos, as florestas podem ser encontradas em todos os continentes. Cerca de 30% da superfície continental do mundo é recoberta por florestas, e 54% das florestas estão concentradas em apenas cinco países: Rússia, Brasil, Canadá, Estados Unidos e China.

As florestas primárias, ou seja, aquelas que se mantêm de forma natural, estão localizadas, principalmente, em três países: Brasil, Canadá e Rússia. Por outro lado, a maior parte das florestas degradas está na Europa.

Notas

|1| Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Termos e definições utilizados na Avaliação Global dos Recursos Florestais (FRA). Disponível aqui.

|2| Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC). Acordo de Marrakesh e Declaração de Marrakesh. Disponível aqui.  

Por: Larissa Mesquita

Artigos relacionados

As vegetações Brasileiras

As vegetações brasileiras, Os tipos de vegetações brasileiras, As características das vegetações brasileiras, O clima e as vegetações brasileiras, Onde estão localizados os variados tipos de vegetações brasileiras.

Domínios morfoclimáticos no Brasil

Saiba o que são os domínios morfoclimáticos e conheça as principais regiões naturais do espaço geográfico brasileiro.

Floresta Amazônica

Clima quente e úmido, elevado índice pluviométrico e maior biodiversidade do planeta são algumas características da floresta Amazônica.

Mata Atlântica

Conheça aspectos da Mata Atlântica. Saiba mais sobre suas características físicas e os motivos da sua elevada degradação ambiental.

Mata de Araucária

Clique aqui e conheça as características da Mata de Araucária, veja também o que vem contribuindo para destruição desse bioma.

Vegetação

Vegetação, elemento da paisagem, higrófilas, hidrófilas, xerófilas, plantas, vegetais, luz, calor, umidade, solo, hidrografia, ambientes aquáticos, Linha do Equador, florestas Tropicais, equatoriais, florestas Temperadas, coníferas, caducifólias, Estepe, Tundra, Pradarias.