Campo magnético

Ao manusear dois ímãs em forma de barra, percebe-se que a força magnética entre eles pode ter duas características – atrativa ou repulsiva – e que sua intensidade sofre variação de acordo com a distância entre eles. A fim de mostrar como se dá a ação dessa força, pode-se utilizar um pouco de limalha de ferro.

As limalhas de ferro são constituídas de pequenas lascas de ferro, que, sem a presença de um ímã, comportam-se como um punhado de pequenos grãos e não apresentam magnetização considerável.

Próximas a um ímã permanente, as limalhas magnetizam-se, transformando-se em pequenos ímãs, capazes de atrair outras limalhas. Essa imantação das limalhas de ferro é temporária e desaparece quando o ímã permanente é afastado. Podemos imantar objetos mesmo quando existem obstáculos entre o ímã e o objeto, como o papel ou a cortiça.

Se o ímã permanente tiver a forma de barra, as limalhas se organizarão de uma forma característica; se o formato do ímã for de ferradura, as limalhas serão organizadas de forma diferente.

Se retirarmos o ímã permanente, a organização das limalhas de ferro pode ser desfeita. Nesse caso, com a reaproximação do ímã, a organização das limalhas se reconstituirá. Assim, se passarmos uma bússola sobre as linhas formadas com as limalhas, sua agulha acompanhará as curvas dessas linhas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A organização das limalhas de ferro não se dá apenas no plano da folha de papel em que elas se encontram. Ela se dá no espaço tridimensional. A configuração tridimensional não pode ser construída completamente com as limalhas de ferro, pois quando se junta uma certa quantidade de limalha à força magnética, isso provoca a queda das limalhas e, consequentemente, seu afastamento do ímã e sua desmagnetização.

Apesar de não ser possível utilizar limalhas para visualizar a configuração tridimensionalmente, podemos contornar esse problema com a aproximação de uma bússola. As indicações da agulha magnética permitirão saber como estariam organizadas as limalhas no espaço ao redor do ímã.

A interação magnética manifesta-se através da força magnética na região onde há campo magnético. A interação só ocorrerá se os campos magnéticos dos dois objetos magnéticos estiverem interpenetrados ou sobrepostos.

Dizemos que um objeto magnetizado está rodeado por seu campo magnético. As limalhas de ferro constituem-se, nesse sentido, num mapeamento do formato desse campo magnético ao redor do ímã e, por isso, ele pode passar a ser representado por linhas denominadas linhas do campo magnético

Representação do campo magnético de um ímã através de limalhas de ferro.

Representação do campo magnético de um ímã através de limalhas de ferro.

Por: Domiciano Correa Marques da Silva

Artigos relacionados

Auroras polares

Conheça o fenômeno das auroras polares.

Bússola

Saiba como é possível se orientar por meio de uma bússola.

Campo magnético terrestre

Veja mais sobre o campo magnético terrestre: não podemos vê-lo, mas é ele quem nos protege das partículas e ventos solares emitidos pelo Sol.

Classificação dos materiais magnéticos

Compreenda a classificação dos materiais magnéticos e a definição de diamagnetismo, paramagnetismo e ferromagnetismo.

Eletroímãs

Clique aqui para compreender como são gerados os campos magnéticos de um eletroímã e saiba como construir seu próprio eletroímã!

Estrelas de nêutrons

Aprenda mais sobre a formação e o comportamento de uma classe de estrelas muito curiosa: as estrelas de nêutrons.

Experimento de Oersted

Clique aqui e confira como Oersted fez o experimento que comprovou a relação entre corrente elétrica e a criação de campos magnéticos.

Fluxo magnético

O fluxo magnético é proporcional ao número de linhas que atravessa a superfície. Veja mais como determinar o fluxo magnético sobre uma superfície plana.

Frequência e comprimento de onda

Frequência e comprimento de onda são, respectivamente, uma grandeza física associada a movimentos de característica ondulatória que indicam o número de oscilações por unidade de tempo e a velocidade da onda dividida pela frequência da onda. Veja mais aqui!

Galvanômetro e sua utilização como medidor

Veja aqui o que é um galvanômetro e como esse aparelho é utilizado para medir corrente elétrica e tensão.

Geração de ondas eletromagnéticas

Por meio do uso das ondas eletromagnéticas, as torres de controle podem manter contato com os aviões. Veja aqui como são geradas essas ondas eletromagnéticas!

Lei de Biot-Savart

Aprenda a calcular o campo magnético ao redor de um condutor e a indicar o seu sentido através da lei de Biot-Savart.

Levitação magnética (Princípio do Maglev)

Que tal saber mais sobre o fenômeno da levitação magnética? Ela surge quando campos magnéticos em direções opostas interagem entre si. Uma interessante aplicação disso é o Maglev, um meio de transporte capaz de flutuar sobre trilhos usando a repulsão criada entre ímãs permanentes e ímãs supercondutores.

Magnetismo

Clique aqui e entenda em que consiste o estudo do magnetismo!

Movimento da carga no campo magnético

Veja aqui como ocorre o movimento de uma carga eletrizada quando lançada em um campo magnético uniforme.

O forno de micro-ondas causa algum prejuízo à saúde?

Será que os fornos de micro-ondas fazem algum mal à saúde? Confira o artigo para descobrir. As micro-ondas são ondas eletromagnéticas que interagem com moléculas polares, como as moléculas de água, induzindo-as a entrar em movimento rotacional. Descubra se isso pode nos fazer mal!

Raio da trajetória de uma carga

Veja aqui como determinar o período e o raio da trajetória de uma carga lançada em um campo magnético uniforme.

Ressonância magnética

A ressonância magnética constrói uma imagem do interior do corpo. Clique e entenda!

Spin

Conheça as propriedades físicas do Spin e um pouco da história por trás de sua descoberta.

Ímãs

Saiba mais sobre os ímãs, como eles podem ser classificados e quais são as suas propriedades.