Principais funções orgânicas abordadas no Enem

Entre as principais funções orgânicas abordadas no Enem, estão as oxigenadas e as nitrogenadas.

Um dos assuntos de Química bastante abordados na prova de Ciências da Natureza do Enem são as funções orgânicas (grupos de substâncias que apresentam como principal elemento químico o carbono). Porém, várias são as funções existentes e nem sempre todas elas aparecem nas provas. Por isso, neste texto, vamos explorar as principais funções orgânicas que já apareceram no Enem.

É fundamental que o estudante conheça o grupo funcional (parte específica da cadeia que identifica a função) e a regra de nomenclatura oficial de cada função orgânica para tornar a identificação delas algo simples.

Principais funções orgânicas abordadas no Enem


1- Hidrocarbonetos

Função orgânica cujas substâncias apresentam apenas átomos de carbono e hidrogênio em sua estrutura.

Estrutura de um hidrocarboneto qualquer
Estrutura de um hidrocarboneto qualquer

Caso o exercício utilize um hidrocarboneto a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo (indicativo do número de carbonos na cadeia) + infixo (referente ao tipo de ligação presente entre os carbonos da cadeia) + o

A função orgânica hidrocarbonetos é dividida nas seguintes subclasses:

a) Alcanos

Hidrocarbonetos de cadeia aberta que apresentam apenas ligações simples entre os carbonos.

Estrutura de um alcano
Estrutura de um alcano

b) Alcenos

Hidrocarbonetos de cadeia aberta que apresentam uma ligação dupla entre dois carbonos da cadeia.

Estrutura de um alceno
Estrutura de um alceno

c) Alcinos

Hidrocarbonetos de cadeia aberta que apresentam uma ligação tripla entre dois carbonos da cadeia.

Estrutura de um alcino
Estrutura de um alcino

d) Alcadienos

Hidrocarbonetos de cadeia aberta que apresentam duas ligações duplas entre pelo menos três carbonos da cadeia.

Estrutura de um alcadieno
Estrutura de um alcadieno

e) Ciclanos

Hidrocarbonetos de cadeia fechada que apresentam apenas ligações simples entre os carbonos.

Estrutura de um ciclano
Estrutura de um ciclano

f) Ciclenos

Hidrocarbonetos de cadeia fechada que apresentam uma ligação dupla entre dois carbonos da cadeia.

Estrutura de um cicleno
Estrutura de um cicleno

g) Aromáticos

Hidrocarbonetos de cadeia fechada que apresentam uma ou mais estruturas compostas por seis átomos de carbono e três ligações duplas alternadas entre eles.

Estrutura de um aromático
Estrutura de um aromático

2- Álcool

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam um grupo hidroxila ligado a um átomo de carbono saturado (só apresenta ligações simples).

Representação geral do grupo hidroxila de um álcool
Representação geral do grupo hidroxila de um álcool

Caso o exercício utilize um álcool a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo + infixo + ol

3- Aldeído

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam um grupo carbonila (carbono ligado a um oxigênio por meio de uma dupla ligação) ligado a um átomo de carbono ou a um hidrogênio, sempre na extremidade de uma cadeia.

Representação geral do grupo carbonila de um aldeído
Representação geral do grupo carbonila de um aldeído

Caso o exercício utilize um aldeído a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo + infixo + al

4- Cetona

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam um grupo carbonila (carbono ligado a um oxigênio por meio de uma dupla ligação) ligado a, no mínimo, dois átomos de carbono, sempre na região central da cadeia e nunca na extremidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Representação geral do grupo carbonila de uma cetona
Representação geral do grupo carbonila de uma cetona

Caso o exercício utilize uma cetona a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo + infixo + ona

5- Ácido carboxílico

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam um grupo carboxila (carbono ligado a um oxigênio por meio de uma dupla ligação e a uma hidroxila) sempre na extremidade da cadeia.

Representação geral do grupo carboxila
Representação geral do grupo carboxila

Caso o exercício utilize um ácido carboxílico a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Ácido + prefixo + infixo + oico

6- Sal de ácido carboxílico

Função orgânica que se difere de um ácido carboxílico por possuir um metal no lugar do hidrogênio da hidroxila (OH) da carboxila.

Representação geral de um sal de ácido carboxílico
Representação geral de um sal de ácido carboxílico

Caso o exercício utilize um sal de ácido carboxílico a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo + infixo + oato + de + nome do metal

7- Éster

Função orgânica que se difere de um ácido carboxílico por possuir um radical no lugar do hidrogênio da hidroxila (OH) da carboxila.

Representação geral de um éster
Representação geral de um éster

Caso o exercício utilize um éster a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo + infixo + oato + de + nome do radical + a

8- Éter

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam um átomo de oxigênio ligado simultaneamente a dois átomos de carbono, sempre na região central da cadeia e nunca na extremidade. Assim, podemos dizer que, no éter, o oxigênio separa dois lados diferentes com carbonos.

Representação geral de um éter
Representação geral de um éter

Caso o exercício utilize um éter a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo do lado com menos carbonos + oxi + prefixo do lado de mais carbonos + infixo + o

9- Amina

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam o elemento nitrogênio ligado a um, dois ou a três átomos de carbono simultaneamente. No caso de o nitrogênio estar ligado a apenas um ou dois carbonos, ele estará ligado também a um ou mais átomos de hidrogênio.

Representações gerais possíveis para uma amina
Representações gerais possíveis para uma amina

Caso o exercício utilize uma amina a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Nome do radical ou nome dos radicais + amina

10- Amida

Função orgânica na qual suas substâncias apresentam uma carbonila ligada a carbono e a um átomo de nitrogênio. O nitrogênio pode estar ligado a um ou dois hidrogênios ou a um ou dois radicais orgânicos.

Representações gerais possíveis para uma amida
Representações gerais possíveis para uma amida

Caso o exercício utilize uma amida a partir de seu nome, devemos conhecer a regra de nomenclatura para essas substâncias, que é:

Prefixo + infixo + amida





Aproveite para conferir nossas videoaulas sobre o assunto:

Estruturas orgânicas são muito cobradas na prova de Ciências da Natureza do Enem

Estruturas orgânicas são muito cobradas na prova de Ciências da Natureza do Enem

Por: Diogo Lopes Dias

Artigos relacionados

Trabalho e sociedade nas questões do Enem

Saiba como é abordado o tema da relação entre trabalho e sociedade no Enem e fique afiado para acertar todas as questões em que tal relação aparecer.

Como estudar química para o Enem

Clique aqui e saiba mais sobre quais técnicas podem ser usadas para otimizar o tempo, memorizar o conteúdo e estar preparado para fazer o Enem com êxito.

Temas de química que mais caem no Enem

Clique aqui e veja quais são os tópicos e subtópicos de química que mais caem no Enem e prepare-se para alcançar um ótimo resultado no exame.

Dicas de química para o Enem

Clique aqui e veja algumas dicas de como sair-se bem na prova do Enem, quais são os assuntos que mais caem na prova de química, e como otimizar seus estudos.

Alcanos

Compostos orgânicos com simples ligações entre átomos de carbono.

Alcenos

Os alcenos possuem uma dupla ligação entre dois átomos de carbono.

Alcinos

Os alcinos são hidrocarbonetos com grande aplicação no mercado. Confira!

Alcadienos ou Dienos

Alcadienos ou dienos são hidrocarbonetos alifáticos insaturados por duas duplas ligações.

Aldeídos

Compostos carbonílicos porque apresentam o grupo carbonila.

Nomenclatura dos aldeídos

Veja como é feita a nomenclatura usual dos aldeídos e também a nomenclatura que segue as regras estabelecidas pela IUPAC.

Álcoois

Clique aqui e conheça quais são os principais álcoois e como eles são classificados!

Nomenclatura dos álcoois

Aprenda a realizar a nomenclatura dos álcoois com ou sem a presença de ramificações e insaturações.

Cetonas

Substâncias orgânicas onde o grupo funcional carbonila se encontra ligado a dois átomos de carbono.

Nomenclatura das cetonas

Conheça as regras da IUPAC para a nomenclatura das cetonas e veja também como é feita a sua nomenclatura usual.

Éteres

Clique aqui e conheça as características e a utilização dos éteres!

Ésteres

Conheça as características físicas dos Ésteres.

Nomenclatura dos Éteres

Aprenda a nomenclatura dos éteres segundo as regras estabelecidas pela IUPAC, além também da nomenclatura usual.

Nomenclatura dos ésteres

Veja como é fácil realizar a nomenclatura dos ésteres baseando-se no nome do ácido carboxílico de origem.

Ácidos Carboxílicos

Ácidos carboxílicos se caracterizam pela presença do grupo funcional carboxila.

Nomenclatura dos Ácidos Carboxílicos

Descubra como realizar a nomenclatura oficial dos ácidos carboxílicos, segundo as regras estabelecidas pela IUPAC.

Sais Orgânicos Derivados de Ácidos Carboxílicos

Os sais orgânicos são originários da substituição do hidrogênio do grupo carboxila de um ácido carboxílico por um cátion de um metal ou amônio.

Aminas

Aminas são compostos orgânicos nitrogenados.

Nomenclatura das aminas

Aprenda as regras de nomenclatura das aminas, tanto oficial como usual.

Amidas

As amidas são compostos orgânicos nitrogenados e derivam da amônia.