Substantivo

O substantivo é a classe de palavras que nomeia seres, objetos, fenômenos, sentimentos, estados, substâncias, entre outras coisas. Essa ampla classe de palavras é subdividida a partir das características daquilo que nomeia. Os substantivos podem variar em:

  • gênero (masculino ou feminino);
  • número (singular ou plural);
  • grau (aumentativo e diminutivo).

Leia também: Temas de Gramática que mais caem no Enem

Classificação dos substantivos

Os substantivos têm algumas classificações de acordo com aquilo que nomeiam. Assim, podem ser:

  • comuns ou próprios;
  • concretos ou abstratos;
  • primitivos ou derivados;
  • simples ou compostos.

Além dessas, o substantivo pode ser coletivo ou não.

Os substantivos são palavras que têm como função a nomeação de seres, locais, sentimentos, sensações etc.
Os substantivos são palavras que têm como função a nomeação de seres, locais, sentimentos, sensações etc.
  • Substantivos comuns e próprios

Substantivo comum é o nome genérico dado a uma espécie ou tipo de ser ou coisa. Representa toda a categoria, sem especificar o indivíduo. Costuma estar em letra minúscula, exceto quando está no início da frase.

Você já escutou essa cantora?

Na sentença acima, “cantora” é um substantivo comum, pois não especifica por si só a cantora à qual se refere.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Substantivo próprio é o nome específico dado a um indivíduo, lugar, animal, marca, entre outros. O nome próprio serve para identificar um substantivo em relação aos demais, tornando-o inconfundível. Por isso, aparece em letra maiúscula.

Você já escutou Adriana Calcanhotto?

Nesse enunciado, “Adriana Calcanhotto” é um substantivo próprio, que identifica um indivíduo especificamente.

substantivo

comum

próprio

cantora

Adriana Calcanhotto

cidade

Salvador

escritor

Carolina de Jesus

marca

Google

gato

Garfield

  • Substantivos concretos e abstratos

Substantivo concreto é o substantivo cuja existência é própria e independente de outros seres ou coisas, ou seja, não depende de outros para existir. O substantivo concreto pode existir fisicamente (por exemplo, seres vivos, objetos inanimados, coisas e fenômenos concretos e palpáveis na realidade) ou ser imaginário (como seres mitológicos ou irreais, contanto que ganhem forma no pensamento e que sua existência seja tida como própria e autônoma).

  • Preciso comer uma fruta!
  • Veja que lindo unicórnio!

No exemplo acima, “fruta” e “unicórnio” são substantivos concretos, já que suas existências, reais ou imaginárias, ganham forma e são tidas como autônomas.

Substantivo abstrato depende de outro ser para ser produzido. Sua existência vem atrelada a outro substantivo, geralmente concreto, e não pode ser independente. É o caso de sentimentos, anseios ou fenômenos não palpáveis.

  • Estou com muita fome!
  • Precisamos da respiração para sobreviver.

Nesses exemplos, os substantivos “fome” e “respiração” são abstratos por dependerem de outro ser para serem produzidos. A fome e a respiração não têm forma e sua existência não é dada como própria.

substantivo

concreto

abstrato

cabeça

imaginação

anjo

fogo

calor

mecânico

conserto

ser humano

vida

Veja também: Desse ou deste? 

  • Substantivos primitivos e derivados

Substantivo primitivo é o nome que não se origina a partir de outra palavra da língua portuguesa. Muitas vezes ele origina outros nomes, como substantivos derivados, adjetivos e até verbos.

Já o substantivo derivado tem seu nome originado a partir de outra palavra da língua portuguesa. É comum que essa origem se dê pelo radical da palavra.

substantivo

primitivo

derivado

copo

copeira

lenha

lenhador

chuva

chuveiro

ferro

ferreiro

casa

casamento

  • Substantivos simples e compostos

Substantivo simples apresenta apenas um radical em sua forma. O radical é o pedaço da palavra que é o seu núcleo, ou seja, traz o seu significado central.

Substantivo composto tem mais de um radical em sua forma. Isso acontece porque esse substantivo é formado a partir da junção de duas ou mais palavras, transformando-se em uma nova. Essa junção pode acontecer por justaposição (quando as palavras são ligadas por hífen) ou por aglutinação (quando não há hífen).

substantivo

simples

composto

água

água-viva

plano

planalto

sol

girassol

queda

paraquedas

costas

guarda-costas

  • Substantivos coletivos

Substantivo coletivo é o nome usado para representar um conjunto muito numeroso de seres ou objetos de mesma espécie ou categoria. Ele representa um grupo numeroso, mas fica no singular.

substantivo

individual

coletivo

animais de uma mesma região

fauna

plantas de uma mesma região

flora

árvore

floresta

chave

molho

músico

orquestra, banda

cachorro

matilha

  • Vi uns cachorros soltos naquela região.
  • Vi uma matilha solta naquela região.

Veja, no exemplo acima, que o coletivo “matilha” fez com que o enunciado fosse passado para o singular e, nesse caso, para o feminino, para concordar em gênero e número com o substantivo coletivo.

Gênero dos substantivos

Na língua portuguesa, os substantivos podem variar em dois gêneros:

  • masculino;
  • feminino.

Substantivos masculinos: são antepostos pelos artigos o, os, um, uns.

Substantivos femininos: são antepostos pelos artigos a, as, uma, umas.

Quando se trata dos gêneros dos substantivos, estes podem ser classificados como substantivos biformes ou uniformes. Os substantivos uniformes ainda podem ser subclassificados como sobrecomuns, comuns de dois gêneros ou epicenos.

  • Substantivos biformes

Têm duas formas diferentes para cada gênero do substantivo. Essa diferença costuma ser evidente no final da palavra.

substantivo

masculino

feminino

o gato

a gata

o vencedor

a vencedora

o leitão

a leitoa

o maestro

a maestrina

Algumas palavras apresentam dois gêneros para indicar características distintas e específicas, como no caso de alguns objetos:

  • o jarro – a jarra
  • o barco – a barca

A jarra é um tipo específico de jarro, tido como mais refinado. A barca também é um tipo de barco específico, muito maior do que os barcos comuns.

  • Substantivos uniformes

Têm apenas uma única forma e um único gênero. O gênero é reconhecido pelo contexto, por meio do artigo, adjetivo ou pronome que acompanha o substantivo.

  • o amor
  • a flor
  • o garfo
  • a escola

 

  • Substantivos sobrecomuns: têm um único gênero, que não varia, e refere-se a pessoas,  podendo indicar alguém do gênero masculino ou feminino.

- a pessoa

- o indivíduo

- a testemunha

- o cônjuge.

  • Substantivos comuns de dois gêneros: podem estar no masculino ou no feminino, mas sua forma permanece a mesma em ambos os casos. O gênero é marcado pelo contexto e por termos que acompanham o substantivo, como o artigo, o adjetivo ou o pronome.

Exemplos:

- o/a linguista

- o/a atleta

- o/a gerente

- o/a estudante

  • Substantivos epicenos: também são invariáveis, mas é uma classificação voltada apenas a animais. Podem vir acompanhados dos termos “macho” ou “fêmea” para diferenciar o gênero.

Exemplos:

- a cobra

- o crocodilo

- a andorinha

- o guepardo

Acesse também: Silepse – a concordância ideológica

Número dos substantivos

Os substantivos também variam em número, podendo estar no singular ou no plural. Na língua portuguesa, é comum indicar o plural com o acréscimo da letra –s ao final das palavras.

substantivo

singular

plural

prédio

prédios

vaca

vacas

árvore

árvores

maçã

maçãs

Há algumas exceções que requerem a adaptação dessa regra.

  • Palavras terminadas em -m no singular: passam a terminar em -ns no plural.
  • Palavras terminadas em -s, -r ou -z no singular: passam a terminar em -es no plural.
  • Palavras terminadas em -el no singular: passam a terminar em -éis no plural.
  • Palavras terminadas em -ão no singular: podem passar para -ões, -ãos ou -ães no plural.

substantivo terminado em –m

singular

plural

imagem

imagens

pinguim

pinguins

bombom

bombons

substantivo terminado em –s, –r, –z

singular

plural

freguês

fregueses

flor

flores

rapaz

rapazes

substantivo terminado em –el

singular

plural

pincel

pincéis

cascavel

cascavéis

aluguel

aluguéis

substantivo terminado em –ão

singular

plural

ação

ões

irmão

irmãos

pão

pães

Também há substantivos que mantêm a mesma forma no singular e no plural. Muitas vezes são substantivos terminados em -x ou paroxítonas e proparoxítonas terminadas em -s. Novamente, o contexto e as palavras que acompanham esses substantivos dirão se se trata de singular ou de plural.

substantivo terminado em –x ou paroxítona e proparoxítona terminadas em –s

singular

plural

a xérox

as xérox

o tênis

os tênis

o ônibus

os ônibus

Atenção: “os óculos” é um substantivo plural, que já está popularizado dessa forma. O singular de óculos é “o óculo”, quando há apenas uma lente (ao invés de duas).

Grau dos substantivos

Os substantivos também podem variar em grau. Nesse caso, podem ter seu grau no aumentativo ou no diminutivo, gerando um efeito de intensificação ou de redução.

O uso do diminutivo pode passar a ideia de carinho ou de menosprezo, enquanto o uso do aumentativo pode passar a ideia de admiração ou de chacota, a depender do contexto e do uso.

Muitas vezes, o grau é marcado acrescentando-se um adjetivo, como “grande” ou “pequeno”, para classificar o substantivo.

Também é comum que o diminutivo seja marcado pelo acréscimo do sufixo -inho/-inha, enquanto o aumentativo é marcado pelo acréscimo do sufixo -ão/-ona. No entanto, há variações de uso.

substantivo

 

diminutivo

aumentativo

peixe

peixinho

peixão

gata

gatinha

gatona

carro

carrinho

carrão

tela

telinha

telona

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Cesgranrio — adaptada)

Os vocábulos destacados apresentam, respectivamente, a mesma classe das palavras "saber" e "especialista", nas expressões "proteger seu saber" e "alguns especialistas", em:

A) Uma forma de poder e prestígio é conhecer as leis e saber aplicá-las.

B) Um advogado ocasional possui várias outras atividades, independentes do Direito.

C) Os jovens patrícios começaram a conhecer de cor as leis das XII Tábuas.

D) O código romano não era de modo algum conhecido pelos plebeus.

E) O crescimento da população romana não tardou a demandar mais advogados.

Resolução

Alternativa D. As palavras “saber” e “especialista”, no contexto apresentado, são substantivos. Nesse sentido, a alternativa D é aquela que contém apenas substantivos destacados: “código” e “plebeus”.

Questão 2 – (Fuvest)

amora

a palavra amora
seria talvez menos doce

e um pouco menos vermelha
se não trouxesse em seu corpo
(como um velado esplendor)
a memória da palavra amor
a palavra amargo
seria talvez mais doce
e um pouco menos acerba
se não trouxesse em seu corpo
(como uma sombra a espreitar)
a memória da palavra amar

Marco Catalão, Sob a face neutra.

Tal como se lê no poema,

A) a palavra “amora” é substantivo, e “amargo”, adjetivo.

B) o verbo “amar” ameniza o amargor da palavra “amargo”.

C) o substantivo “corpo” apresenta sentido denotativo.

D) o substantivo “amor” intensifica o dulçor da palavra “amora”.

E) o verbo “amar” e o substantivo “amor” são intercambiáveis.

Resolução

Alternativa D. Como se lê no poema, “a palavra amora / seria talvez menos doce / [...] se não trouxesse em seu corpo / [...] a memória da palavra amor [...]”. Em outras palavras, a semelhança entre as palavras “amor” e “amora” intensifica a sensação de doçura da palavra “amora”.

Por: Guilherme Viana

Artigos de Substantivo

Gênero de alguns substantivos

Os substantivos podem ser flexionados quanto ao gênero, nas formas masculina e feminina.

Grau dos substantivos

Atenha-se às características que demarcam este fato linguístico!

Morfossintaxe do substantivo

Amplie ainda mais seus conhecimentos acerca dos fatos que norteiam a língua, conhecendo a morfossintaxe do substantivo em apenas um clique!

O gênero dos substantivos

Apreenda acerca de sua principais características!

O plural dos substantivos compostos

Constate suas peculiaridades!

O plural dos substantivos terminados em -ão

Constate algumas particularidades que a eles se relacionam!

O substantivo e seu diminutivo

Atente-se para mais uma particularidade referente aos fatos linguísticos!

Os substantivos e sua flexão de número

Atenha-se a algumas peculiaridades a eles inerentes!

Plural metafônico dos substantivos

Uma ocorrência ligada à pronúncia. Conheça-a!

Substantivo derivado

Aprenda mais sobre os substantivos derivados e como eles diferem dos primitivos. Descubra quais são os processos de derivação que formam esse grupo de substantivos.

Substantivo primitivo

Entenda o que são substantivos primitivos e aprenda com exemplos. Descubra a diferença entre substantivos primitivos e derivados.

Substantivo próprio

Leia este artigo sobre os substantivos próprios, tipo de substantivo concreto que atribui nomes aos seres, lugares e instituições particularizando-os.

Substantivos coletivos

Interaja-se com as particularidades que lhes são inerentes!

Substantivos comuns

Saiba mais sobre o substantivo comum, o qual nomeia objetos e seres sem particularizá-los.

Substantivos comuns de dois gêneros

Saiba mais sobre Gramática: entenda o que são os substantivos comuns de dois gêneros!

Substantivos heterossêmicos

Atenha-se às particularidades que os demarcam!

Substantivos referentes a partes do corpo: flexão e não flexão

Atente-se às particularidades de mais uma ocorrência linguística, ora demarcada pela flexão e não flexão dos substantivos referentes a partes do corpo.

Substantivos sobrecomuns

Curiosidades da língua portuguesa: Você sabe o que são os substantivos sobrecomuns? Clique e confira!