Revolução Russa

Em 1917, o mundo conheceu uma nova forma de governo que mudaria a cara da política e suas relações: o socialismo. Em 1905, a Rússia vivia uma de suas piores crises, tanto econômica quanto social. Faltava emprego, moradia, alimentação e, para piorar, o frio castigava a população. Uma parte desta, inconformada, resolveu protestar. Cantando um hino de adoração ao Czar, marcharam pacificamente até a porta do palácio de Inverno do Czar Nicolau II em São Petersburgo. Foram recebidos a tiros. Tal episódio ficou conhecido como o Domingo Sangrento e serviu para desencadear uma grande onda de protestos a favor da queda imperial.

Em 1917, uma organização contra o czarismo, conhecida por “sovietes”, tomou o poder. Este grupo era formado por bolcheviques (vermelhos) e mencheviques (brancos). Ficou decidido que os mencheviques assumiriam a direção, mas, por questões ideológicas, perderam o comando. Liderados por Vladimir Lênin e coordenados por Josef Stálin e Leon Trótsky, os bolcheviques tomaram o poder.

A revolução transformava a Rússia. Empregos foram gerados, empresas particulares estatizadas e a renda distribuída de forma satisfatória. Lênin criou as fazendas comunitárias, onde a população tirava seu sustento em troca de mão de obra. Mas, poucos meses depois, Lênin adoeceu e morreu. O comando do partido comunista foi disputado entre Stálin e Trótsky. Stálin defendia uma forma de governo mais dura, com pouca participação da população nas decisões políticas e muito trabalho. Trótsky era adepto do equilíbrio nas decisões. Defendia uma revolução permanente, disseminando a política socialista mundo afora, enquanto Stálin propunha o desenvolvimento do socialismo num só país para, depois de consolidado, disseminá-lo. Por divergências ideológicas, Stálin organizou uma frente de oposição a Trótsky, tomou o poder e ordenou sua expulsão da Rússia. Trótsky se exilou no México, de onde enviava textos discordando da forma de governo ditatorial vigente na Rússia. A mando de Stálin, foi assassinado.

A Rússia, aos poucos, ia se reerguendo, mas viveu sob as égides de um governo cruel, ditatorial e persecutório. Milhares morreram, outros milhares abandonaram o país. A Revolução Russa mudou todo o contexto político mundial. Anos mais tarde, a Rússia se tornou uma grande potência, disputando a hegemonia bélica e tecnológica com os Estados Unidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto:

Após a derrubada do czar os comunistas tomaram o poder na Rússia.

Por: Demercino José Silva Júnior

Artigos de Revolução Russa

A morte de Rasputin

A macabra morte do bruxo que influenciava a dinastia Romanov.

A religião na Revolução Russa

A Igreja foi considerada inimiga dos revolucionários. Saiba mais!

Duplo poder na Rússia revolucionária

Conheça as características do duplo poder na Rússia entre fevereiro e outubro de 1917.

Nova política Econômica na Rússia

O plano econômico de Lênin, após a Revolução Russa.

O Controle Operário na Rússia em 1917

Saiba mais sobre o Controle Operário na Rússia, clicando aqui!

O regime Russo

Clique aqui e conheça como era o regime russo antes da Revolução Russa.

Os bolcheviques e o Comunismo de Guerra

Conheça a política do comunismo de guerra adotada pelos bolcheviques durante a Revolução Russa.

Revolução de fevereiro de 1917

Saiba como ocorreu a Revolução de fevereiro de 1917, em que o partido Menchevique destituiu do poder o Czar Nicolau II.

Revolução de Outubro de 1917, a Revolução Bolchevique

A Revolução de Outubro de 1917 representou a ascensão dos bolcheviques ao poder na Rússia.