Nova política Econômica na Rússia

Cartaz soviético da NEP: "O capitalismo a serviço do comunismo".
Cartaz soviético da NEP: "O capitalismo a serviço do comunismo".


Em 1917 o mundo testemunhava a ascensão de uma nova organização política: o socialismo. Descontentes com a má administração do Czar Nicolau II, manifestantes de esquerda deram um golpe de Estado, decretando o fim da monarquia, na Rússia. Liderados por Vladimir Lênin, os sovietes (como eram conhecidos os revolucionários russos) adotaram um regime socialista, em que a propriedade privada e o acúmulo de riquezas seriam erradicados, vigorando a distribuição igualitária de bens, controlados pelo Estado.

No início da Revolução, a Rússia experimentou um relevante crescimento econômico. Mas, ao longo do tempo, a economia se estagnou, gerando descontentamento entre os russos. Uma crise era esperada. Lênin, temendo a perda de apoio populacional e, consequentemente, o declínio comunista, adotou medidas econômicas e políticas, a fim de sanar a crise. Uma delas foi o Comunismo de Guerra, em que foi adotada uma economia totalmente centralizada pelo Estado. Outra medida foi, em 1921, a criação da “Nova Política Econômica”, conhecida pela sigla “NEP”.

Lênin acreditava que para se conseguir um desenvolvimento econômico sólido, era preciso abrir mão do radicalismo da doutrina socialista e permitir certas práticas capitalistas. Ilustrada pela frase “Um passo atrás, dois à frente”, a NEP permitiu o controle do comércio varejista por um setor privado, a formação de cooperativas, o aluguel de terras, a abolição do trabalho compulsivo nas fábricas e a coletivização das propriedades. O Estado supervisionaria todas essas práticas, como também o controle do comércio externo, do sistema bancário e das indústrias de base.

A Nova Política Econômica lograva êxitos. A economia russa voltou a crescer, fato que possibilitou o diálogo com outras nações, perdido após a crescente da ideologia socialista. Mas, em 1924, Vladimir Lênin faleceu e o governo russo foi disputado entre Trótsky e Stálin. Este último, vencedor do embate, aboliu a NEP e instaurou os “Planos Quinquenais”, como medida econômica de seu governo.
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Por: Demercino José Silva Júnior

Artigos relacionados

A religião na Revolução Russa

A Igreja foi considerada inimiga dos revolucionários. Saiba mais!

As etnias russas

As etnias russas, Rússia: um país com enorme variedade de etnias, As causas da ocorrência de distintas etnias na Rússia, Número de etnias presentes nas Rússia.

Catarina, a Grande

Conheça a história de Frederica Sofia - conhecida como Catarina, a Grande.

Duplo poder na Rússia revolucionária

Conheça as características do duplo poder na Rússia entre fevereiro e outubro de 1917.

Mundo Bipolar

A influência exercida por Estados Unidos e União Soviética no período pós-guerra.

O Controle Operário na Rússia em 1917

Saiba mais sobre o Controle Operário na Rússia, clicando aqui!

Os bolcheviques e o Comunismo de Guerra

Conheça a política do comunismo de guerra adotada pelos bolcheviques durante a Revolução Russa.

Revolução de Outubro de 1917, a Revolução Bolchevique

A Revolução de Outubro de 1917 representou a ascensão dos bolcheviques ao poder na Rússia.

Revolução de fevereiro de 1917

Saiba como ocorreu a Revolução de fevereiro de 1917, em que o partido Menchevique destituiu do poder o Czar Nicolau II.