Domingo Sangrento de 1905

O Domingo Sangrento foi um conflito entre trabalhadores e os soldados que vigiavam o Palácio de Inverno em São Petersburgo, na Rússia. A reação violenta das tropas czaristas desencadeou o movimento revolucionário que eclodiu anos depois e encerrou o poder autoritário do czar Nicolau II.

Leia também: Guerra Russo-Japonesa — conflito que demonstrou a decadência do czarismo

Antecedentes

Em janeiro 1905, a Rússia vivia sob a dinastia dos Romanov, que durante séculos estava no comando do imenso império russo. Nicolau II era o czar, ou seja, o líder supremo do império, e cujo poder era absoluto. No começo de 1905, crescia a insatisfação dos trabalhadores contra as péssimas condições de trabalho, a exploração a que eram submetidos e os baixos salários. Já era rotina a realização de greves com trabalhadores e manifestações públicas contra a situação deplorável no trabalho.

Nicolau II, último czar russo. Governou a Rússia até a revolução de 1917.
Nicolau II, último czar russo. Governou a Rússia até a revolução de 1917.

A religião ortodoxa tinha muita influência na sociedade russa daquela época. O padre George Gapon se sensibilizou com a situação dos trabalhadores e se uniu a eles nas causas que defendiam. As greves e as manifestações públicas eram feitas de forma pacífica.

O sacerdote escreveu uma petição ao czar para que ele se sensibilizasse com os problemas vividos pelos trabalhadores e utilizasse os poderes que tinha em mãos para ajudá-los. Nessa petição, além de melhores condições de trabalho e salários justos, exigia também a redução da jornada de trabalho e o fim das horas extras que eram exigidas pelos donos das fábricas. Pedia-se também o fim da guerra contra o Japão, que tantos prejuízos trouxera para a Rússia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que foi o Domingo Sangrento de 1905?

Em 8 de janeiro de 1905, os trabalhadores se organizaram em uma passeata em direção ao Palácio de Inverno, em São Petersburgo, para entregar ao czar Nicolau II a petição escrita pelo padre George Gapon. O czar não estava no palácio e os soldados deram tiros para o alto no intuito de dispersar a multidão que participava da manifestação.

Como os trabalhadores permaneceram no local, os soldados começaram a atirar contra as pessoas. Milhares saíram feridos e outros tantos perderam a vida. Como era domingo o dia da manifestação e em razão do grande número de mortos e feridos, esse evento entrou para a História com o nome de “Domingo sangrento”. Relatos da época dizem que a neve que encobria o chão das ruas próximas do palácio ficou vermelha por causa do sangue derramado.

Como Nicolau II não estava no palácio, a ordem para atirar nas pessoas não partiu dele, mas sobre ele recaiu a culpa do massacre. Após o ataque dos soldados contra os manifestantes, iniciou-se uma revolta popular contra o czar e seu poder absoluto.

No Domingo Sangrento, em 1905, milhares de pessoas morreram por conta do ataque dos soldados do czar nas proximidades do Palácio de Inverno, em São Petersburgo.
No Domingo Sangrento, em 1905, milhares de pessoas morreram por conta do ataque dos soldados do czar nas proximidades do Palácio de Inverno, em São Petersburgo.

Revolução Russa de 1905

O Domingo Sangrento de 8 de janeiro de 1905 foi o estopim para as revoltas sociais por toda a Rússia. No campo, os camponeses exigiam melhores salários, os pequenos proprietários exigiam mais terras e os arrendatários, menores salários. Nas cidades, as greves dos trabalhadores se espalharam, paralisando a produção industrial russa. Era o começo do movimento revolucionário que mudaria a Rússia para sempre em 1917. Os sovietes tiveram influência direta nessas greves. Os trabalhadores se reuniram para discutir a situação russa e elaborar formas para destituir o poder do czar.

Outro fator que colaborou para o movimento revolucionário foi a derrota russa na guerra contra o Japão. Além da perda de vidas, o confronto gerou gastos para o império russo, o que inviabilizava melhorias nas condições de vida dos trabalhadores do campo e da cidade.

Leia também: Revolução de Fevereiro de 1917 — o fim do absolutismo monárquico russo

Consequências do Domingo Sangrento

As consequências do Domingo Sangrento foram o fortalecimento da luta dos trabalhadores por melhores condições de vida e de trabalho, bem como o aumento da revolta contra o poder absoluto do czar. Enquanto Nicolau II esbanjava luxo e riqueza, a maioria da população russa passava frio e fome. Essas movimentações desencadeadas em 1905 foram o ensaio geral para a Revolução de 1917.

Resumo

  • O Domingo Sangrento foi o conflito envolvendo trabalhadores em greve contra soldados do czar em janeiro de 1905.

  • O poder absoluto do czar foi responsabilizado pela vida precária da população e pela morte das pessoas em São Petersburgo.

  • Foi o estopim para a Revolução Russa de 1917.

Exercícios resolvidos

1) Assinale a alternativa correta que aponta as causas da Revolução Russa.

a) Domingo Sangrento, ocorrido em 1905.

b) Primeira Guerra Mundial e a derrota russa.

c) Invasão dos Estados Unidos no contexto da Guerra Fria.

d) Revolta dos industriais contra o apoio do czar à greve dos trabalhadores.

Resposta

Letra A. O conflito entre trabalhadores e soldados czaristas na porta do Palácio de Inverno em São Petersburgo, em 8 de janeiro de 1905, chamado de Domingo Sangrento, foi o estopim para a revolução contra o poder absoluto do czar.

1) Sobre a Revolução Russa de 1905, é correto afirmar que:

a) a Igreja Ortodoxa se rebelou contra a interferência do czar nas celebrações.

b) o czar convocou eleições diretas para o Parlamento russo.

c) foi um conjunto de revoltas contra o czar desencadeado após o Domingo Sangrento de 1905.

d) foi um golpe de Estado organizado por Joseph Stalin.

Resposta

Letra C. A Revolução Russa foi motivada pelos acontecimentos ocorridos em janeiro de 1905, o chamado Domingo Sangrento. A reação violenta e desproporcional dos soldados do czar que faziam a segurança do Palácio de Inverno mostrou o peso do poder autoritário de Nicolau II contra as manifestações populares.

Por: Carlos César Higa

Artigos relacionados

Duplo poder na Rússia revolucionária

Conheça as características do duplo poder na Rússia entre fevereiro e outubro de 1917.

Guerra Civil Russa

Saiba o que foi a Guerra Civil Russa, que ocorreu logo após a Revolução de Outubro e a chegada dos bolcheviques no poder.

Guerra Russo-Japonesa

Saiba mais sobre a Guerra Russo-Japonesa e entenda o que motivou esse conflito e as consequências para os dois países.

O Controle Operário na Rússia em 1917

Saiba mais sobre o Controle Operário na Rússia, clicando aqui!