Classificação das Cadeias Carbônicas

Cadeia carbônica mista
Cadeia carbônica mista

Os átomos de carbono possuem a capacidade de se agrupar formando estruturas, essa capacidade é a principal responsável pela existência de milhões de compostos orgânicos. Cadeia carbônica é o conjunto de átomos de carbono e de heteroátomos que compõem as moléculas orgânicas.

Uma cadeia de carbono pode possuir, além de átomos de carbono, átomos de outros elementos, são os chamados heteroátomos. Os diferentes elementos que fazem parte com maior freqüência das cadeias carbônicas são: O, N, S, P.

O Anel benzênico ou Aromático corresponde às estruturas que tem seis átomos de carbono e formam um hexágono regular com ligações simples e duplas alternadas. Veja a seguir os diferentes tipos de cadeias existentes, suas características e os exemplos específicos:

Cadeia

Característica

Exemplo

Aberta ou Acíclica ou Alifática

Apresenta extremos livres 

Fechada ou Cíclica

Não apresenta extremos livres e forma um ciclo

Normal (aberta)

Apenas dois extremos livres

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ramificada (aberta)

Mais de dois extremos livres

Saturada (aberta ou fechada)

Somente ligação simples entre átomos de carbono

Insaturada ou não saturada (aberta ou fechada)

Pelo menos uma ligação dupla ou tripla entre átomos de carbono 

Heterogenia (aberta ou fechada)

Apresenta heteroátomo (S, O, N, P entre átomos de carbono)

Homogenia

Não apresenta heteroátomo

Aromática

Possui anel benzênico ou aromático

Alicíclica (fechada)

Não possui anel benzênico ou aromático

Mista

Ciclo e extremo livre

Obs: O Anel benzênico ou Aromático; cada anel tem seis átomos de carbono que formam um hexágono regular com ligações simples e duplas alternadas.


Aproveite para conferir nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Artigos relacionados

Ciclo do Carbono

O ciclo do carbono é imprescindível para a vida na Terra. Entenda como ele se processa e seus efeitos sobre a vida animal e vegetal.

Compostos orgânicos: características gerais

São formados pela ligação entre átomos de carbono e hidrogênio.

Evolução das Fórmulas Estruturais do Carbono

Conheça as principais fórmulas estruturais do carbono usadas ao longo do tempo para explicar a formação dos compostos orgânicos.

Fórmulas Moleculares de Compostos Orgânicos

Entenda o que expressam as fórmulas moleculares dos compostos orgânicos e como você pode determiná-las por meio das fórmulas estrutural, simplificada e de traços.

Hibridização do carbono

Conheça o fenômeno da hibridização que explica por que o carbono é tetravalente, isto é, realiza quatro ligações covalentes.

Hibridização sp

O gás cianídrico e outras moléculas que têm ligações duplas ou triplas no carbono fazem hibridização sp. Leia este texto e entenda como isso ocorre.

Isomeria plana de cadeia

Veja quais são os critérios necessários para que duas substâncias químicas de mesma fórmula molecular apresentem isomeria plana de cadeia.

Isomeria plana de posição

Clique e conheça quais são os critérios utilizados para a verificar isomeria plana de posição entre substâncias.

Moléculas orgânicas polares e apolares

Veja como é possível identificar as moléculas orgânicas em polares e apolares.

Propriedades do carbono

Conheça as propriedades do elemento fundamental da Química Orgânica.