Tire suas dúvidas sobre o ProUni

O Programa Universidade Para Todo (ProUni) é a oportunidade de fazer um curso superior com bolsas de estudos de 50% ou 100%, utilizando as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

Veja também: O que fazer com a nota do Enem?

O Prepara Enem dá uma ajudinha para quem quer participar do ProUni para conseguir a tão desejada bolsa de estudos esclarecendo as principais dúvidas sobre o programa. Vem com gente!

O que é o ProUni?

O ProUni é um programa do Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC), para a concessão de bolsas de estudos de 100% e 50% em cursos de graduação no Brasil. 

Como funciona o ProUni?

O site do ProUni fica aberto duas vezes ao ano, geralmente em fevereiro e julho. Os interessados nas bolsas podem escolher até dois cursos, indicando qual a preferência. A seleção leva em consideração as notas do Enem e a modalidade de concorrência do candidato.

Quem pode participar do ProUni?

É necessário ter feito o Enem mais recente para participar do ProUni. O MEC exige média mínima de 450 pontos e nota acima de zero na redação. 

Veja como calcular a média do Enem

O candidato precisa comprovar a renda familiar mensal per capita (por pessoa) para se inscrever:

  • Bolsas de 100%: até um salário mínimo e meio por pessoa
  • Bolsas de 50%: até três salários mínimos por pessoa

Além da participação no Enem e a renda, o candidato precisa estar em uma das categorias abaixo:

- Ter feito todo o ensino médio em escola pública;
- Ter estudado todo o ensino médio com bolsa integral em colégio particular;
- Ter feito parte do ensino médio em escola pública e parte como bolsista integral em colégio particular;
- Ser pessoa com deficiência (PcD);
- Ser professor da rede pública, que esteja em exercício do magistério na educação básica e seja integrante do quadro permanente da instituição. Esta categoria não exige comprovação de renda e só é válida para cursos de licenciatura.

Quando abrem as inscrições do ProUni?

O ProUni tem duas edições por ano, uma por semestre. As inscrições da edição do primeiro semestre são realizadas em fevereiro, já o programa do segundo tem cadastros em julho. 

Como fazer a inscrição no ProUni?

A inscrição do ProUni é feita exclusivamente pela internet, no site prouniportal.mec.gov.br, no período definido pelo Ministério da Educação e informado em edital próprio. 

O candidato precisa informar o CPF e a senha da Página do Participante (site do Enem). Login feito, é necessário colocar um e-mail válido. 

Em seguida, o concorrente precisa informar até duas instituições de ensino, local de oferta, curso, turno e tipo de bolsa (conforme a renda familiar), sempre na ordem de preferência. 

Por último, é preciso escolher a modalidade de concorrência (cotas ou ampla concorrência). Não é permitido se inscrever em mais de uma modalidade de concorrência para o mesmo curso (na mesma instituição). 

Como conseguir bolsa de 100% no ProUni?

As bolsas de 100% são destinadas aos candidatos com renda familiar per capita (por pessoa) de até um salário mínimo e meio. 

A renda é informada pelo candidato no momento da inscrição do ProUni. É importante que o concorrente tenha toda a documentação que comprove o rendimento de até um salário mínimo e meio por pessoa da família, já que a ausência de documentos impossibilita a matrícula do pré-selecionado. 

Existem cotas no ProUni?

Sim. Existe uma porcentagem de bolsas do ProUni para as cotas. São considerados cotistas os candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas, independente de renda.
 
O percentual reservado para cotistas considera dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou seja, a quantidade de pessoas das etnias por região, avaliando a demanda social. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tenho que fazer o Vestibular da instituição para tentar o ProUni?

Depende. As instituições têm a opção de aplicar um vestibular nos pré-selecionados para as bolsas que não estão matriculados no curso, mas geralmente isso não acontece. 

O que é nota de corte no ProUni?

A nota de corte do ProUni é a pontuação mínima necessária para ser aprovado dentro do número de bolsas disponíveis em cada instituição. 

Apesar do MEC exigir somente a média de 450 pontos no Enem e nota acima de zero na redação para a inscrição, a pontuação necessária para ser aprovado costuma ser maior por causa da concorrência, ou seja, quanto mais concorrido for o curso maior é o mínimo para passar. 

O que fazer depois que ganho a bolsa do ProUni?

Os pré-selecionados no ProUni devem verificar a documentação necessária e comparecer às instituições para a confirmação das informações prestadas durante a inscrição e, caso esteja tudo correto, a matrícula é feita. 

Algumas instituições realizam um processo seletivo próprio após a pré-seleção do candidato, o que deve ser informado aos concorrentes ainda durante a inscrição. Após a convocação no site do ProUni, a universidade deve informar ao candidato selecionado os critérios e como será a avaliação dentro de 24 horas, formalmente. 

Como funcionam as bolsas remanescentes do ProUni?

As bolsas remanescentes do ProUni são aquelas que retornam ao sistema após a reprovação de pré-selecionados, seja por erro na confirmação da inscrição ou desistência, ou que sobram por falta de interesse.

As inscrições para as bolsas remanescentes são abertas após o período de matrículas dos pré-selecionados em segunda chamada, em período determinado pelo MEC. 

Existe a exigência da média mínima de 450 pontos e nota acima de zero na redação do Enem, mas é possível utilizar a pontuação das edições a partir de 2010. Também é exigido do candidato a comprovação de renda e a inclusão em uma das categorias citadas anteriormente. 

O preenchimento das bolsas é feito pela ordem de inscrição. Assim que conclui o cadastro, o candidato deve procurar a instituição dentro do prazo para formalizar a concessão da bolsa. Caso não faça, a bolsa volta para o sistema.

Quem tem bolsa do ProUni pode reprovar?

Quem tem bolsa do ProUni precisa de aprovação mínima em 75% das disciplinas de cada período/semestre do curso, podendo reprovar em 25% delas. A instituição não pode cobrar nenhuma taxa para que o estudante faça novamente a matéria. 

Como posso perder a bolsa do ProUni?

O bolsista pode perder o benefício em algumas situações: 

  • Reprovação em mais de 25% das disciplinas cursadas por semestre/período.
  • Faltas que ultrapassem 25% da carga horária de cada semestre/período.
  • Matrícula em outra instituição de ensino superior (pública ou privada).
  • Perda do período de matrículas.
  • Aumento na renda familiar que faça os rendimentos ultrapassarem o mínimo exigido para cada tipo de bolsa. 

Quanto tempo a bolsa do ProUni pode ficar trancada?

Os beneficiados com a bolsa do ProUni têm até duas vezes a duração do curso para se formar. Durante esse tempo pode trancar a matrícula, mas o período que ela ficar trancada também é contabilizado. Por exemplo, se o curso tem duração mínima de quatro anos, o bolsista precisa concluí-lo em no máximo oito anos, independente se trancou a matrícula nesse período.

Antes de trancar a matrícula, o estudante deve solicitar a suspensão da bolsa junto ao coordenador do ProUni em sua instituição. 

O tempo máximo que a matrícula pode ficar trancada depende da faculdade. Geralmente, é permitido trancar pelo tempo mínimo para se formar no curso. No entanto, nem toda instituição aceita tanto tempo de suspensão, por isso somente a sua universidade ou faculdade pode determinar o período. 

Ainda tem dúvidas sobre o ProUni? Leia o Manual do Bolsista.

Por: Lorraine Vilela

Artigos relacionados

Bolsas remanescentes do ProUni

Confira tudo sobre as bolsas remanescentes do ProUni e sabia como participar! Tire suas dúvidas sobre as bolsas que sobram do ProUni.

Dúvidas sobre o Fies

Tire suas dúvidas sobre o Fies, programa que usa as notas do Enem para conceder financiamento de mensalidade em faculdades particulares.

ProUni

Conheça o ProUni, programa de bolsas de estudos em cursos superiores que usa as notas do Enem; veja como participar e tire suas dúvidas.

ProUni

ProUni, Programa Universidade Para Todos, o que é o ProUni, bolsas universitárias, como conseguir uma bolsa do ProUni, quem pode tentar uma bolsa do ProUni.

Veja o que fazer a cem dias para o Enem 2020

Daqui a exatamente cem dias começa o Enem 2020. Especialistas da área de educação dão oito dicas para você aproveitar ao máximo esse período antes das provas.

10 aplicativos para estudar para o Enem

Veja como utilizar seu celular e escolher os melhores aplicativos para ajudar nos estudos. Entenda como os apps podem ser úteis para sua preparação ao Enem.