Veias

As veias são vasos sanguíneos, que, com as artérias, os capilares e o coração, constituem o sistema cardiovascular. Esses vasos sanguíneos são frequentemente definidos como transportadores de sangue venoso. Entretanto, essa não é uma verdade, pois veias pulmonares são responsáveis por transportar sangue rico em oxigênio, também conhecido como sangue arterial.

A melhor forma de definir esses vasos é referindo-nos à sua função: transportar o sangue de volta ao coração. As veias transportam sangue sob baixa pressão e contam com valvas que evitam o refluxo dele. Quando essas valvas são danificadas, as veias tornam-se tortuosas e acumulam sangue, um problema conhecido como varizes.

Leia também: Circulação sistêmica e pulmonar – a circulação dos vertebrados

O que são as veias?

Veias são vasos sanguíneos que garantem o retorno do sangue dos tecidos para o coração. As veias podem ser classificadas de acordo com seu calibre em: pequenas, médias e grandes. A maioria das veias, no entanto, apresenta pequeno ou médio calibre, com um diâmetro de 1 mm a 9 mm.

As veias, assim como artérias, possuem três camadas formando suas paredes: a túnica íntima, a túnica média e a túnica adventícia. Apesar de apresentar três camadas como as artérias, as veias têm uma parede mais fina. A túnica íntima é a camada mais interna da veia e é constituída por células endoteliais que estão apoiadas sobre tecido conjuntivo frouxo. Geralmente essa camada apresenta-se fina, porém, em veias de grande calibre, pode estar bem desenvolvida.

A túnica média é a camada mediana da parede das veias. Essa camada é constituída por tecido muscular liso e uma rede de fibras reticulares. Por fim, temos a túnica adventícia, que é a camada mais externa e é formada, principalmente, por fibras elásticas e colágeno. Essa túnica é a mais espessa e desenvolvida das que formam a parede das veias.

 Observe a estrutura das veias em comparação à dos outros vasos sanguíneos.
Observe a estrutura das veias em comparação à dos outros vasos sanguíneos.

As veias carregam sangue sob baixa pressão, o que dificulta o retorno dele para o coração. Além disso, o sangue, em algumas situações, como quando segue dos membros inferiores em direção ao coração, corre no sentido contrário à força da gravidade. Para resolver esse problema, as veias contam com valvas pregas da túnica íntima que se projetam para o interior do vaso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essas estruturas, que apresentam formato de meia-lua, garantem que o sangue siga em apenas um sentido, evitando, desse modo, o refluxo. Além das valvas, o retorno do sangue ao coração é garantido por meio da contração da musculatura lisa dos próprios vasos e de músculos esqueléticos dispostos ao redor da veia.

Vênulas

As vênulas são vasos, de diâmetro entre 0,1 mm e 0,5 mm, que coletam o sangue dos capilares e levam-no em direção às veias. Formam-se pela fusão dos capilares e unem-se progressivamente, formando as veias.

Leia mais: Anatomia do coração – fundamental para saber como ocorre o transporte de sangue pelo corpo

Tipos de veias

As veias podem ser classificadas em dois tipos: profundas e superficiais.

  • Veias profundas: são aquelas localizadas mais profundamente no nosso corpo. Elas podem estar sozinhas ou acompanhadas de artérias. Aquelas que não acompanham artérias são ditas solitárias, e as que acompanham são chamadas de satélites.

  • Veias superficiais: são veias que ficam mais próximas da pele. Apresentam um calibre maior na região dos membros e do pescoço. Por essa proximidade, são as veias utilizadas para a aplicação de injeções endovenosas. Em indivíduos com músculos bem desenvolvidos, elas são facilmente observadas.

O que são varizes?

As varizes são veias tortuosas e dilatadas observadas, principalmente, nos membros inferiores.
As varizes são veias tortuosas e dilatadas observadas, principalmente, nos membros inferiores.

As varizes são veias tortuosas e dilatadas que, devido a defeitos em suas valvas, não são capazes de garantir um fluxo adequado do sangue em direção ao coração. O mau funcionamento das valvas faz com que ocorra refluxo de sangue e, com isso, seu acúmulo e dilatação das veias.

São fatores de risco para o desenvolvimento da doença: histórico familiar, sexo feminino, idade acima de 30 anos, obesidade, tabagismo, sedentarismo, gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais, e reposição hormonal. Além disso, profissões que exigem que a pessoa fique muito tempo em pé ou sentada podem favorecer o surgimento de varizes, como a de secretários, vendedores e professores.

As varizes geralmente surgem nos membros inferiores, provocando sintomas como sensação de peso, ardência, câimbras e inchaços nas pernas. O problema pode levar a complicações como surgimento de feridas, conhecidas como úlceras, dermatite, inflamação nas veias, e hemorragias. O tratamento das varizes envolve diferentes técnicas, sendo que a técnica adotada dependerá do grau de comprometimento das veias do paciente. Dentre os tratamentos existentes para varizes, podemos citar a escleroterapia química, o laser endovenoso e a cirurgia.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Embolia gasosa

Você sabe o que é embolia gasosa? Entenda o que é esse problema, bem como suas principais causas, consequências, sintomas e tratamento.

Esfigmomanômetro

Esfigmomanômetro é o aparelho utilizado para medir a pressão arterial.

Hipertensão arterial

Saiba mais sobre a hipertensão arterial, seus riscos e maneiras de controlá-la.

Plasma sanguíneo

Saiba mais sobre o plasma sanguíneo, a parte líquida do sangue.

Pressão arterial

Clique aqui e aprenda o que é sístole, diástole e pressão arterial.

Pressão baixa

Entenda o que é pressão baixa e conheça mais sobre as causas e os sintomas decorrentes desse fenômeno.

Tecido muscular

Conheça a disposição das fibras musculares em cada tipo deste tecido e os órgãos onde se localizam.

Transfusão de Sangue

Procedimento seguro utilizado quando não existem alternativas para o tratamento de pacientes específicos, como transplantados e vítimas de acidentes graves.