Embolia gasosa

Embolia gasosa é uma complicação que pode surgir em diferentes procedimentos clínico-cirúrgicos. Ela se caracteriza pela entrada de gás no interior de estruturas vasculares, uma situação que apresenta alta mortalidade.

Definição de embolia gasosa

A embolia gasosa pode ser definida como a presença de gás no interior de estruturas vasculares, ou seja, dentro de vasos sanguíneos, como veias e artérias. Para um funcionamento correto do nosso sistema cardiovascular, essas bolhas não devem estar presentes. Quando elas surgem, o fluxo sanguíneo pode ser interrompido, provocando, entre outros problemas, colapso cardiocirculatório.

Leia também: Acidente vascular cerebral (AVC) — problema de saúde que gera diversas mortes

Causas da embolia gasosa

A embolia gasosa é um evento que está associado, geralmente, a procedimentos clínico-cirúrgicos, como ventilação mecânica, cesariana, angiografia, procedimento cirúrgico com circulação extracorpórea, procedimento cirúrgico por videolaparoscopia e craniotomia na posição sentada.

perda de consciência; confusão mental; ansiedade; tontura; náusea; dor no peito; sensação de morte iminente; falta de ar súbita.
Na embolia gasosa, é verificada a presença de gás no interior dos vasos sanguíneos.

A embolia gasosa pode ocorrer também em outra situação que não envolve procedimentos clínico-cirúrgicos: o mergulho a grandes profundidades. Nessas situações, o mergulhador, ao subir, pode enfrentar um aumento do volume do ar retido nos pulmões devido à redução da pressão. Essa situação pode provocar a ruptura dos alvéolos, o que faz com que o ar entre na corrente sanguínea.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sintomas da embolia gasosa

A embolia gasosa pode se manifestar de diferentes formas, a depender do órgão acometido, bem como da quantidade de gás presente no interior dos vasos sanguíneos. São sintomas da embolia gasosa:

  • perda de consciência;
  • confusão mental;
  • ansiedade;
  • tontura;
  • náusea;
  • dor no peito;
  • sensação de morte iminente;
  • falta de ar súbita.

Leia também: Infarto do miocárdio — problema causado pela morte das células do tecido muscular do coração

Consequências da embolia gasosa

A embolia gasosa pode provocar complicações graves, podendo levar o indivíduo à morte. Esse problema pode acometer artérias e veias. O acometimento de artérias pode culminar em um evento isquêmico, que se caracteriza pela redução ou suspensão da irrigação sanguínea em uma região. A falta de fluxo sanguíneo faz com que o oxigênio não chegue até as células, uma situação conhecida como hipóxia.

A hipóxia é potencialmente fatal quando afeta o cérebro e o miocárdio. A embolia gasosa pode também acometer as veias, o que leva à obstrução da circulação pulmonar. A obstrução pode ocorrer no tronco pulmonar, situação que pode desencadear insuficiência cardíaca aguda devido à sobrecarga do ventrículo direito.

Tratamento da embolia gasosa

A embolia gasosa não possui um tratamento específico. Inicialmente é necessário interromper o problema que está causando a entrada de gás no interior dos vasos sanguíneos. Feito isso, é importante que medidas para manter as funções vitais do indivíduo sejam tomadas.

Algumas opções terapêuticas que podem ser adotadas incluem a terapia de infusão, que visa à redução da viscosidade sanguínea e à hemoconcentração, e o oxigênio hiperbárico, que ajuda a prevenir o edema cerebral. A oxigenoterapia hiperbárica consiste em submeter o paciente à respiração de oxigênio puro a uma pressão 2 a 3 vezes a pressão atmosférica ao nível do mar.

Diferença entre a embolia pulmonar e embolia gasosa

A embolia pulmonar pode ser fatal e se caracteriza pela presença de trombos na artéria pulmonar ou em um de seus ramos.
A embolia pulmonar pode ser fatal e se caracteriza pela presença de trombos na artéria pulmonar ou em um de seus ramos.

A embolia gasosa e a embolia pulmonar são duas situações distintas, sendo essa última uma desordem que ocorre como consequência da formação de trombos que obstruem a artéria pulmonar ou um de seus ramos.

Também chamada de tromboembolismo pulmonar, a embolia pulmonar é uma situação grave e  pode ser letal, caso o diagnóstico não seja realizado de maneira rápida e o tratamento não seja feito de maneira adequada. Geralmente os êmbolos pulmonares são provenientes de trombos que se formam nos membros inferiores, no sistema venoso profundo. Entre os sintomas da embolia pulmonar, podemos citar falta de ar, dor torácica e tosse. Para saber mais, leia: Embolia pulmonar.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Embolia pulmonar

Amplie seus conhecimentos a respeito da embolia pulmonar, um problema de saúde grave que pode levar à morte. Neste texto, falaremos a respeito do que é embolia pulmonar, os fatores de risco para seu desenvolvimento, os sintomas desse problema e como são feitos seu diagnóstico e tratamento.

Sangue

O sangue é um tipo de tecido conjuntivo. Conheça quais são seus componentes e qual é a sua função em nosso corpo.

Sistema circulatório

Conheça mais sobre as funções e os componentes do sistema circulatório.

Sistema respiratório

Clique aqui e saiba mais sobre como funciona o sistema respiratório humano e quais órgãos o compõem.

Veias

Saiba mais sobre as veias, um tipo de vaso sanguíneo. Neste texto abordaremos as características das veias e sua classificação. Falaremos também sobre as varizes.