Genes

Os genes são porções do DNA que determinam as características herdadas geneticamente. São eles que possuem o molde para a produção de proteínas.

Os genes estão presentes nos cromossomos
Os genes estão presentes nos cromossomos

O gene pode ser definido de maneira simplificada como um segmento de uma molécula de DNA que determina algumas características herdadas geneticamente. Isso significa que o gene é quem traz as informações necessárias para expressar cada característica de nosso corpo, sendo ele o detentor das instruções para a síntese de cada uma das proteínas encontradas no organismo.

Localização dos genes

Os genes são encontrados nos cromossomos, que nada mais são do que estruturas formadas por uma longa molécula de DNA associada a proteínas denominadas de histonas. Cada cromossomo possui diferentes genes que determinam diferentes características.

Na espécie humana, é possível encontrar 23 pares de cromossomos, sendo 22 pares de cromossomos autossômicos (não sexuais) e um par de cromossomos sexuais, que podem ser XX, em mulheres, ou XY, nos homens. Dos 46 cromossomos, é importante salientar que metade é fornecida pelo pai e a outra metade é herdada da mãe, existindo, portanto, genes maternos e paternos em nossas células. Os genes, em sua maioria, são encontrados em duas cópias, cada uma herdada de um genitor.

Em todas as nossas células, é possível encontrar os 23 pares de cromossomos, exceto nas células reprodutivas, que possuem 23 cromossomos apenas. Apesar de conter todas as características, cada célula seleciona os genes que atuarão em uma estrutura, ativando os necessários e desligando os outros.

Alelos

Denominamos de alelo a forma alternativa de um mesmo gene. Os alelos estão localizados na mesma posição (locus) em cromossomos homólogos, ou seja, cromossomos geneticamente equivalentes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vamos supor que um gene determine a cor do pelo de um animal. Existe um gene que determina a cor preta (B) e outro que determina a cor branca (b). Nesse caso, apesar de se referirem a cores diferentes, ambos os genes estão relacionados com a cor do pelo. Sendo assim, B e b não são genes diferentes, sendo considerados apenas uma forma alternativa de um mesmo gene, ou seja, alelos.

Alelos recessivos e dominantes

Um alelo pode ser dominante em relação ao outro ou ser recessivo. Vamos considerar o exemplo anterior e determinar que o alelo B é dominante sobre o alelo b. Isso significa que basta um alelo B para determinar que a cor do animal será preta. Para que a cor fosse branca, o indivíduo em questão deveria apresentar dois alelos b. Sendo assim, os genótipos Bb e BB determinam a cor preta, e o bb determina a cor branca.

De maneira resumida, podemos dizer que um alelo dominante é aquele que se expressa mesmo que em dose simples. Já o alelo recessivo é aquele que se expressa apenas em dose dupla.

Curiosidade: Você sabia que existem técnicas que permitem introduzir genes sadios em vírus e fazer com que esses organismos insiram esses genes em células doentes? Essa técnica é conhecida como terapia gênica.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Alelos dominantes e recessivos

Clique aqui e compreenda a diferença entre alelos dominantes e recessivos!

Alterações cromossômicas estruturais

Descubra um pouco mais sobre as alterações cromossômicas estruturais, mudanças que ocorrem na morfologia dos cromossomos. Neste texto, explicaremos a estrutura básica de um cromossomo e descreveremos os tipos de alterações cromossômicas estruturais que podem ocorrer: deleções, duplicações, inversões e translocações.

Cariótipo

Clique e conheça as principais características do cariótipo, o conjunto de cromossomos humanos.

Cromossomos

Conheça as características dos cromossomos, bem como sua classificação de acordo com a posição do centrômero.

Fibrose cística

Entenda o que é fibrose cística e conheça alguns dos principais sintomas que surgem nos acometidos pelo problema.

Hemofilia

Clique aqui e aprenda mais sobre a hemofilia, uma doença que apresenta como manifestação clínica mais importante os sangramentos.

Molécula de DNA

Saiba mais sobre a molécula de DNA, um importante ácido nucleico.

Proteínas

Formadas por aminoácidos unidos por ligações peptídicas.