Nomenclatura de hidrocarbonetos cíclicos

Os hidrocarbonetos são compostos formados somente por átomos de carbono e hidrogênio. No caso dos hidrocarbonetos cíclicos, eles formam cadeias fechadas, formando um ciclo.

Os cicloalcanos (ciclanos ou cicloparafinas) são hidrocarbonetos cíclicos saturados, ou seja, possuem apenas ligações simples. Já os cicloalquenos (cicloalcenos, ciclenos ou ciclolefinas) são hidrocarbonetos cíclicos insaturados por uma ligação dupla.

A nomenclatura desses hidrocarbonetos cíclicos seguem as mesmas regras de nomenclatura dos hidrocarbonetos de cadeias abertas, com uma única diferença: o nome deve ser precedido pela palavra “ciclo”.

Regras de nomenclatura oficial para os hidrocarbonetos cíclicos

A quantidade de carbonos no ciclo é identificada pelos seguintes prefixos:

Prefixos que indicam a quantidade de carbonos no ciclo

Exemplos:

Exemplos de ciclanos e suas nomenclaturas

No caso dos ciclenos, a única diferença será a ligação dupla, que será indicada pelo infixo “en”, como mostra o exemplo abaixo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nomenclatura e estrutura de cicloexeno

Se os hidrocarbonetos cíclicos forem ramificados, o ciclo será a cadeia principal e deve-se escrever primeiro o nome da ramificação, seguido do nome do hidrocarboneto cíclico. Se você tiver dúvidas sobre os nomes das ramificações, leia o texto Nomenclatura de cadeias ramificadas.

Exemplos:

Exemplos de nomenclatura de hidrocarbonetos cíclicos ramificados

Se houver mais de uma ramificação ligada ao ciclo, será necessário numerar os átomos de carbono da cadeia principal e localizá-las. Se também houver a presença de insaturações, também é necessário localizar. Veja os exemplos abaixo:

Nomenclatura de cicloalcanos e cicloalcenos ramificados

Modelo de hidrocarboneto cíclico e desenhos desse tipo de cadeia carbônica no quadro ao fundo

Modelo de hidrocarboneto cíclico e desenhos desse tipo de cadeia carbônica no quadro ao fundo

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Artigos relacionados

Grupos Orgânicos Substituintes e Radicais

Conheça os Grupos Orgânicos Substituintes e radicais

Hidrocarbonetos Aromáticos e sua Nomenclatura

Hidrocarbonetos aromáticos são compostos orgânicos que possuem em sua molécula um ou mais anéis benzênicos.

Nomenclatura de alcadienos

Clique e conheça a regra de nomenclatura dos alcadienos e aprenda a utilizá-la com variados exemplos.

Nomenclatura de alcanos

Deve-se determinar a cadeia principal, numerá-la, identificar as ramificações e indicar de quais carbonos estão saindo, em ordem alfabética.

Nomenclatura de alcanos com mais de dez carbonos

Aprenda a nomear as cadeias de hidrocarbonetos com mais de dez carbonos, segundo a nomenclatura estabelecida pela IUPAC.

Nomenclatura dos Alcinos

A nomenclatura dos alcinos obedece às regras da União Internacional de Química Pura e Aplicada.

Nomenclatura dos compostos de função mista

Aprenda a nomear corretamente os compostos de função mista, sabendo escolher qual será a função principal e qual é a ordem de prioridade entre os grupos funcionais.

Nomenclatura dos ésteres

Veja como é fácil realizar a nomenclatura dos ésteres baseando-se no nome do ácido carboxílico de origem.

Reações de substituição no benzeno

Clique e conheça quais são as reações de substituição que ocorrem com o benzeno e quais são os produtos obtidos nessas reações.