O Antigo Império Egípcio

Pirâmides de Gizé
Pirâmides de Gizé

A civilização egípcia desenvolveu-se às margens do Rio Nilo, ladeada pelos desertos da Arábia e da Líbia. As primeiras populações do Egito eram de origem camita, mas, lentamente, a dominação semita prevaleceu. As terras habitadas pelos egípcios ao longo do Nilo formaram pequenas comunidades dedicadas à agricultura. O Nilo dividia o Egito em Baixo Egito, no Norte; e Alto Egito, no Sul. Essa divisão culminou em sequentes lutas e grande rivalidade entre os estados egípcios. Assim, as batalhas ocorridas entre os estados do Baixo e do Alto Egito terminaram com a unificação dos dois reinos por volta de 3200 a.C., pelas mãos de Menés, que se tornou o primeiro faraó.

O Egito Antigo foi estudado de várias formas e seus períodos receberam diversas denominações, como: Antigo Império (3300-2300 a.C.); Período Revolucionário (2300-2100 a.C.); Médio Império ou Primeiro Império Tebano (2100-1750 a.C.); Dominação dos Hicsos (1750-1580 a.C.); Novo Império ou Segundo Império Tebano (1580-1090 a.C.); Período de Decadência (1090-670 a.C.); Domínio dos Assírios (670-663 a.C.); Renascimento Saíta (663-525 a.C.); Domínio dos Persas (525-332 a.C.); Domínio Greco-romano (332 a.C.-638 d.C.).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Abordaremos algumas características do Antigo Império a seguir:

• O Antigo Império foi fundamentado no regime teocrático.

• A capital do Egito era Tinis e depois foi transferida para Mênfis, região do Cairo.

• O relativo isolamento do Egito permitiu que sua civilização mantivesse um aspecto original que gerou um nacionalismo exacerbado traduzido claramente pelas lutas travadas com os povos estrangeiros.

• Os faraós, na civilização egípcia, principalmente no Antigo Império, eram considerados a encarnação dos deuses. Através dessa intermediação divina, detinham o poder absoluto, espiritual e temporal.

• Nesse período as pirâmides de Gizé foram construídas.

• O Antigo Império entrou em decadência em razão de uma série de revoltas provocadas pelos administradores das províncias. O principal objetivo das revoltas era o enfraquecimento do poder do faraó. Com isso, a sociedade egípcia entrou em uma fase caótica e o Egito viveu um período de tormentas, guerra civil e invasões asiáticas na região do Nilo.

Por: Lilian Maria Martins de Aguiar

Artigos relacionados

A sociedade egípcia na Antiguidade

A sociedade egípcia na Antiguidade era hierarquizada por classes.

Champollion e a Pedra de Roseta

Entenda um pouco mais sobre Champollion e a Pedra de Roseta e saiba como começaram os estudos sobre os hieróglifos dos antigos egípcios.

Religiosidade no Antigo Egito

Povo politeísta, os egípcios homenagevam seus mortos construíndo monumentos.

Religião no Egito Antigo

Conheça algumas características da religião existente no Egito Antigo, como a crença na vida após a morte que tinha grande influência em seu cotidiano.