Florianópolis

Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina. Caracterizada pelo elevado índice de qualidade de vida, é um destaque na região Sul do Brasil.

Bandeira de Florianópolis.
Bandeira de Florianópolis.

  Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina. Sua fundação envolve o processo de povoamento da região Sul do Brasil. O território é dividido em uma porção insular e uma porção continental.

Clima subtropical e vegetações de Mata Atlântica, mangues e restinga são características de sua geografia. O litoral dá à cidade um posto turístico. O turismo é uma das principais atividades econômicas da cidade e, com os serviços diversos, administração pública e indústria, sustenta o PIB do município.

A população estimada pelo IBGE em 2021 é de 516.524 habitantes e é marcada pelo elevado índice de qualidade de vida. Florianópolis apresenta o maior Índice de Desenvolvimento Humano entre as capitais brasileiras.

Leia também: Quais são as capitais do Brasil?

Resumo sobre Florianópolis

  • Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina.

  • A cidade foi fundada em 23 de março de 1623 e alcançou sua emancipação em 23 de março de 1726.

  • Sua geografia é marcada pela presença do clima subtropical e por três tipos de vegetações: Mata Atlântica, mangues e restingas.

  • Sua economia acompanha o padrão das grandes cidades do mundo: maior geração de riquezas pelo setor de serviços. A administração pública e a indústria são as atividades que também se destacam na geração do Produto Interno Bruto (PIB) da capital.

  • É a capital com o maior Índice de Desenvolvimento Humano, medido em 0,847 no ano de 2019, e sua população é de 516.524 habitantes (estimativa IBGE, 2021).

  • Sua demografia é marcada pela forte presença dos imigrantes europeus, especialmente portugueses açorianos, italianos e alemães, que migraram em massa para a cidade a partir do século XVII.

[publicidade_omnnia]

Dados gerais de Florianópolis

  • Gentílico: florianopolitano

  • Área total: 674.844 km2 (2021)

  • Altitude: 3 m

  • Fuso horário: UTC−3

  • População total: 516.524 habitantes (estimativa IBGE, 2021)

  • Densidade demográfica: 623,68 hab/km2

  • Clima: subtropical, mesotérmico úmido

  • Fundação: 23 de março de 1673

  • Emancipação: 23 de março de 1726

  • País: Brasil

  • Unidade federativa: Santa Catarina – SC

  • Região intermediária: Florianópolis

  • Região imediata: Florianópolis

  • Região metropolitana: Florianópolis

  • Municípios limítrofes: São José

  • Divisão geográfica de Florianópolis: Sede; Barra da Lagoa; Cachoeira do B. Jesus; Campeche; Canasvieiras; Ingleses; Lagoa da Conceição; Pântano do Sul; Ratones; São João do Rio Vermelho; Ribeirão da Ilha; Sto. Antônio de Lisboa.

Mapa de Florianópolis

 Mapa de Florianópolis.

Geografia de Florianópolis

Florianópolis é uma cidade dividida geograficamente em duas porções: insular e continental. É considerada, portanto, uma capital insular (ilha), uma vez que a maior parte do território está concentrada na área fora do continente. A área total da cidade é de 674.844 km2 e a porção insular corresponde a 97,23% de seu território.

Registro feito por satélite da Nasa mostra Florianópolis, uma capital insular (ilha).
Registro feito por satélite da Nasa mostra Florianópolis, uma capital insular (ilha).
  • Clima de Florianópolis

Predomínio do clima subtropical com características típicas, como verões e invernos bem marcados em relação às temperaturas e chuvas relativamente bem distribuídas ao longo do ano. A temperatura média é de 21 ºC, e as chuvas, de 1700 mm anuais.

  • Vegetação de Florianópolis

A vegetação original é de Mata Atlântica, parcialmente devastada em função do crescimento do espaço urbano desde o processo de colonização. As atividades desenvolvidas ao longo dos séculos, especialmente a agropecuária, são responsáveis pelo desmatamento da vegetação original. O desenvolvimento de projetos ambientais, como o SOS Mata Atlântica, e a criação de Unidades de Conservação no município garantem a presença da vegetação em partes da cidade. Por ser uma cidade litorânea, a presença de manguezais e restingas é constante ao longo da costa.

  • Hidrografia de Florianópolis

A hidrografia é caracterizada pela ausência de grandes rios. O aspecto marcante é a presença de uma grande laguna de água salgada, a Lagoa da Conceição, e uma grande lagoa de água doce, a Lagoa do Peri.

Leia também: Região Sul — dados da região composta por Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

Demografia de Florianópolis

Segundo a estimativa para 2021 do IBGE, Florianópolis tem população de 516.524 habitantes. É o segundo município mais populoso do estado de Santa Catarina, sendo Joinville o mais populoso. Encontra-se na 48ª posição de cidade mais populosa do Brasil. A região metropolitana de Florianópolis, 21ª maior do país, concentra 1.209.818 habitantes, segundo as estimativas do IBGE para 2021.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dois fatores especiais chamam atenção em relação à população de Florianópolis: os elevados índices de qualidade de vida e a forte presença de descendentes europeus. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é o indicador que mede a qualidade de vida de uma população. Varia de 0 a 1, e Florianópolis apresentou o valor de 0,847 em 2019, representando o maior IDH entre as capitais brasileiras.

A presença de imigrantes europeus na composição étnica da população de Florianópolis se dá em função da migração de portugueses açorianos, italianos e alemães a partir do século XVII, estabelecendo uma forte influência dos costumes europeus na população da cidade. Ao longo do século XX, a cidade atraiu brasileiros de todas as regiões, o que contribuiu para a formação de uma sociedade mais diversificada do ponto de vista étnico.

Veja, a seguir, o crescimento populacional de Florianópolis, de acordo com dados do IBGE:

Censo

População

1872

25.709

1900

32.229

1920

41.338

1940

46.771

1950

51.317

1960

98.520

1970

138.337

1980

187.880

1991

255.390

2000

342.315

2010

421.203

Estimativa 2021

516.524

Economia de Florianópolis

Florianópolis figura entre os cem municípios mais ricos do Brasil. Seu Produto Interno Bruto (PIB) superou os R$ 21 bilhões no ano de 2019 (IBGE), e a atividade que mais gera renda na cidade é o setor de serviços, seguido pelas riquezas geradas pela administração pública e indústria.

O turismo é uma importante atividade econômica desenvolvida em Florianópolis e compõe o setor de serviços. Além das belas e bem estruturadas praias, a cultura proveniente das imigrações europeias atrai turistas em função da arquitetura, da culinária e das festas típicas.

Infraestrutura de Florianópolis

 Vista parcial de Florianópolis, a capital de Santa Catarina.
 Vista parcial de Florianópolis, a capital de Santa Catarina.

Florianópolis é reconhecida como uma cidade bem servida em setores de saneamento básico e urbanização adequada: 87,8% (2010) das residências possuem serviços de água tratada e esgoto adequados, e mais da metade das residências tem presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio.

O turismo, uma das atividades econômicas mais importantes de Florianópolis, incrementa o transporte rodoviário e aéreo da cidade, que conta com a presença do Aeroporto Internacional Hercílio Luz.

O sistema educacional da cidade é responsável pelos elevados índices de escolaridade da população: 98,4% da população com idade entre 06 e 14 anos frequentam a escola regularmente, segundo o IBGE, e o município conta com mais de 20 instituições que oferecem cursos de graduação e pós-graduação.

Governo de Florianópolis

Seguindo o padrão de governo instituído no Brasil, Florianópolis é governada por prefeito, escolhido pelo voto popular direto, e uma Câmara Legislativa, constituída por 23 vereadores.

Leia também: Hierarquia das cidades — a classificação de acordo com o grau de influência em uma região

História de Florianópolis

A história de Florianópolis como cidade foi iniciada no processo de colonização do Brasil. O território, originalmente ocupado pela tribo indígena dos Carijós, recebeu as primeiras expedições portuguesas no século XVI.

Por volta de 1673, o bandeirante Francisco Dias Velho deu início ao povoamento da ilha com a fundação do povoado de Nossa Senhora do Desterro, na época, o segundo núcleo de povoamento do estado. Em 23 de março de 1726, o povoado foi elevado à categoria de vila.

No século XIX, em fevereiro de 1823, o povoado de Nossa Senhora do Desterro se tornou uma cidade, a capital da província de Santa Catarina. A cidade iniciou seu processo de crescimento por conta dos fortes investimentos em infraestrutura urbana e melhoria nos portos da região.

As maiores transformações da cidade ocorreram no século XX, quando o município mudou sua dinâmica econômica. A intensificação da atividade industrial e o crescimento do setor de serviços introduziram Florianópolis no grupo de cidades modernas. Com esse crescimento e modernização, ela passou a atrair grande número de migrantes de todas as regiões do país.  

Por: Larissa Mesquita

Artigos relacionados

Capitais do Brasil

Veja tabelas das capitais do Brasil. Descubra quais são as maiores e as mais ricas capitais brasileiras. Saiba quais cidades já foram as capitais brasileiras.

Região Sul

As características do menor complexo regional do Brasil.

Santa Catarina

Veja aspectos gerais de Santa Catarina. Aprenda também sobre a geografia e história desse estado, que é o menor da Região Sul.