1º de janeiro – Dia Mundial da Paz

Criado no final de 1967 pelo papa Paulo VI, o Dia Mundial da Paz é uma data que celebra a paz e que tem como objetivo criar discussões para fortalecer o diálogo pela paz no mundo. É comemorado em 1º de janeiro e coincide com o Dia da Confraternização Universal. Todo dia 1º de janeiro o papa realiza um discurso que aborda um tema relacionado com a paz.

Acesse também: Qual é a origem do Natal?

O que é o Dia Mundial da Paz?

O Dia Mundial da Paz é uma data comemorativa que acontece anualmente no primeiro dia do ano, o 1º de janeiro. Foi criado pela Igreja Católica no final do ano de 1967. O idealizador dessa data foi o papa Paulo VI, pontífice da Igreja entre 1963 e 1978.

Celebrado no dia 1º de janeiro, o Dia Mundial da Paz visa promover ações em garantia da paz no mundo.
Celebrado no dia 1º de janeiro, o Dia Mundial da Paz visa promover ações em garantia da paz no mundo.

O Dia Mundial da Paz coincide com outra comemoração que também é celebrada universalmente e que tem proposta parecida: a de reforçar os laços de união e fraternidade entre os povos da humanidade. Essa data é o Dia da Confraternização Universal, que aqui no Brasil é feriado desde o ano de 1935 por meio de um decreto de Getúlio Vargas.

Assim, o dia 1º de janeiro é feriado não por causa do Dia Mundial da Paz, mas, sim, em razão do Dia da Confraternização Universal. A última lei no Brasil que reafirmou o dia 1º de janeiro como feriado foi a Lei nº 10. 607, de 19 de dezembro de 2002.

Acesse também: Mahatma Gandhi, um dos grandes pacifistas do século XX

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Criação do Dia Mundial da Paz

Como mencionado, o Dia Mundial da Paz foi idealizado pela Igreja Católica, particularmente durante o pontificado de Paulo VI. A proposta de criação da data comemorativa foi divulgada pelo próprio papa em discurso realizado no Vaticano, no dia 8 de dezembro de 1967. O objetivo era utilizar o dia 1º de janeiro como momento simbólico para que a humanidade pudesse reforçar as medidas em defesa da paz.

O papa Paulo VI foi quem idealizou e o primeiro que celebrou o Dia Mundial da Paz.[1]
O papa Paulo VI foi quem idealizou e o primeiro que celebrou o Dia Mundial da Paz.[1]

A criação da data enquanto medida que visava ampliar os esforços pela paz fazia sentido pelo contexto no qual ela surgiu. Na década de 1960, o mundo passava pelo momento de maior tensão da polaridade existente por causa da Guerra Fria. Norte-americanos e soviéticos promoveram uma escalada de tensão, que contou com uma corrida nuclear. Além disso, no ano de 1967, uma das guerras mais famosas do século XX estava em curso: a Guerra do Vietnã.

Esse contexto de conflitos e de tensões políticas e ideológicas serviu de motivação para a criação de uma data mundial que promovesse a paz. O objetivo do papa Paulo VI não era criar uma data comemorativa católica ou cristã, mas, sim, algo que pudesse ser celebrado pela humanidade independentemente da religião de cada um.

O Dia Mundial da Paz não foi criado para promover a paz exclusivamente se pensando em guerra e  conflitos armados. A data tem como papel também incentivar o debate de ações promotoras da paz no sentido de garantir o bem-estar e o desenvolvimento da humanidade. Assim, durante o Dia Mundial da Paz, questões importantes, como o direito à educação, o combate ao trabalho escravo ou mesmo o desenvolvimento de políticas de sustentabilidade ecológica, já foram debatidas.

Acesse também: Você sabe quando o Vaticano foi criado?

Discursos

O Dia Mundial da Paz é celebrado pela Igreja Católica com um discurso que é realizado pelo pontífice no Vaticano. A cada ano um novo tema é abordado nesse discurso e, até então, quatro pontífices já falaram durante essa ocasião:

  • Paulo VI, o idealizador da data;
  • João Paulo II, papa entre 1978 e 2005;
  • Bento XVI, papa entre 2005 e 2013;
  • Francisco, papa desde o ano de 2013.

Os últimos cinco discursos do Dia Mundial da Paz foram realizados pelo papa Francisco e os temas abordados por ele foram os seguintes:

  • 2016 – Vence a indiferença e conquista a Paz;
  • 2017 – A não violência: estilo de uma política para a Paz;
  • 2018 – Migrantes e refugiados: homens e mulheres em busca da Paz;
  • 2019 – A boa política está ao serviço da Paz;
  • 2020 – A Paz como caminho de esperança: diálogo, reconciliação e conversão ecológica.

Outros discursos realizados nos pontificados de outros papas foram os seguintes:

Ano

Papa

Tema

1970

Paulo VI

Educação para a Paz mediante a reconciliação

1978

Paulo VI

Não à violência, sim à Paz

1987

João Paulo II

Desenvolvimento e Solidariedade: duas chaves para a Paz

2002

João Paulo II

Não há Paz sem justiça, não há justiça sem perdão

2009

Bento XVI

Combater a pobreza, construir a Paz

2013

Bento XVI

Bem-aventurados os construtores de Paz

Créditos da imagem

[1] YANGCHAO e Shutterstock

Por: Daniel Neves Silva

Artigos relacionados

15 de maio - Dia Internacional da Família

Veja detalhes sobre o Dia Internacional da Família, data comemorativa instituída pela ONU a ser celebrada em 15 de maio. Aprenda o conceito de família!

19 de abril – Dia do Índio

Clique aqui e descubra como e em que ano foi instituída a data para a celebração do Dia do Índio nos países americanos.

1º de abril – Dia da Mentira

Clique aqui e descubra uma das hipóteses mais aceitas da criação Dia da Mentira. Entenda a relação dessa data com a adoção do calendário gregoriano.

25 de dezembro – Dia de Natal

Clique no link para saber mais detalhes sobre o Dia de Natal. Entenda por que ele é comemorado em 25 de dezembro e conheça outras tradições natalinas.

26 de junho – Dia Internacional de Apoio às Vítimas de Tortura

Leia este texto para saber mais informações sobre o Dia Internacional de Apoio às Vítimas de Tortura. Veja como se deu sua criação e quais são seus objetivos.

História do Carnaval

Conheça alguns aspectos da história do Carnaval. Veja de que forma as comemorações mudaram com o decorrer do tempo no Brasil e no mundo.

Mahatma Gandhi

Neste link você terá acesso a informações a respeito dos principais acontecimentos que marcaram a vida do ativista indiano Mahatma Gandhi.

Martin Luther King

Descubra quem foi Martin Luther King Jr. e conheça sua história de vida. Veja de que forma ele contribuiu para o fim da segregação racial nos EUA.

Vaticano: sede do cristianismo católico

A importância dada ao Vaticano remonta o próprio processo de disseminação do cristianismo.