Segunda lei de Mendel

A segunda lei de Mendel também pode ser chamada de lei da segregação independente
A segunda lei de Mendel também pode ser chamada de lei da segregação independente

Já estudamos que na primeira lei de Mendel, também chamada de lei da segregação dos fatores, Mendel considerou apenas uma característica de cada vez (monoibridismo), sem se preocupar com as demais características. A partir desses estudos, Mendel começou a considerar duas, uma em relação à outra, no mesmo cruzamento, tratando-se assim de diibridismo.

Nessa nova etapa de estudos, Mendel cruzou plantas puras de Pisum sativum de sementes lisa e amarela (caracteres dominantes), com plantas puras, também de Pisum sativum, de sementes rugosa e verde (caracteres recessivos). Mendel observou que a geração F1 era composta somente por sementes lisas e amarelas. Esse resultado já era esperado, uma vez que os pais eram puros e esses caracteres eram dominantes.

Cruzamento da segunda lei de Mendel

Em seguida, Mendel plantou as sementes da geração F1e deixou que elas se autofecundassem, as sementes originadas dessa autofecundação constituíram a geração F2, que era composta por sementes amarela/lisa, amarela/rugosa, verde/lisa e verde/rugosa.        

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Autofecundação na segunda lei de Mendel

A partir dos resultados obtidos, Mendel concluiu que o fato de a semente ser lisa ou rugosa independe de ela ser amarela ou verde. Dessa forma, a herança que condiciona a textura das sementes independe do fator que condiciona a cor dela.

Essa é a segunda lei de Mendel, que também pode ser chamada de lei da segregação independente ou lei da recombinação, e pode ser definida como:

“Os genes para duas ou mais características são repassados aos gametas de forma independente, se recombinando ao acaso e formando todas as combinações possíveis.”


Videoaula relacionada:

Por: Paula Louredo Moraes

Artigos relacionados

Como analisar um heredograma?

Compreenda aqui como analisar um heredograma passo a passo!

Gregor Mendel

Você já ouviu falar sobre Gregor Mendel? Clique aqui e conheça um pouco mais sobre a vida e as contribuições desse pesquisador.