Como analisar um heredograma?

O heredograma é uma esquematização que mostra a relação de parentesco e as características de alguns indivíduos.

Analisar um heredograma pode ser simples
Analisar um heredograma pode ser simples

O heredograma é uma representação das relações de parentesco. Cada símbolo representa um indivíduo e suas características. Frequentemente, temos que analisar esses heredogramas em questões de genética para descobrir os genótipos e fenótipos de cada indivíduo. Observe como é simples a resolução desses problemas:

Observe os indivíduos deste heredograma
Observe os indivíduos deste heredograma

Os indivíduos pintados de preto possuem uma doença que desejamos saber se é determinada por um alelo recessivo (a) ou dominante (A).

O primeiro passo é observar todos os casais do heredograma. O primeiro casal, por exemplo, é representado por dois indivíduos normais e uma filha portadora da doença.

Observe o primeiro casal com indivíduos normais e a filha portadora
Observe o primeiro casal com indivíduos normais e a filha portadora

Neste caso, já é possível determinar se a doença é dominante ou recessiva. Lembre-se de que apenas indivíduos heterozigotos podem ter um filho com características diferentes das apresentadas por eles, logo a mãe possui genótipo Aa e o pai também é Aa. A filha apresenta genótipo aa, assim como todos os outros indivíduos afetados. Podemos concluir, então, que a doença é determinada por um alelo recessivo.

Observe agora o segundo casal:

Observe o segundo casal, em que a mulher é afetada e o homem e a filha não
Observe o segundo casal, em que a mulher é afetada e o homem e a filha não

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como a mãe é portadora da doença e apresenta genótipo aa, sua filha deverá herdar um de seus alelos recessivos. Como a filha é normal, seu genótipo é Aa, sendo que o alelo a veio de sua mãe. O pai é normal, entretanto é impossível determinar se ele é AA ou Aa, pois não temos os genótipos de seus pais.

Observe agora o terceiro e último casal:

Observe o terceiro casal, em que o homem é portador, assim como seu filho
Observe o terceiro casal, em que o homem é portador, assim como seu filho

Já sabemos o genótipo do pai, entretanto, a mãe permanece incógnita. Por ser um indivíduo normal, filha de pais heterozigotos, ela poderia ser AA ou Aa. Mas observe que seu filho é aa, então um a veio do pai e o outro, da mãe. A mãe é, portanto, Aa.

Por fim, restou apenas o filho do primeiro casal, que pode ser AA ou Aa, pois é um indivíduo normal, filho de pais heterozigotos. Esse indivíduo também não terá seu genótipo informado, pois não possui descendentes. Só podemos concluir que ele possui um alelo A.

Observe que a análise foi concluída
Observe que a análise foi concluída

Viu só? A análise de um heredograma é simples, basta ter atenção em alguns detalhes.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Genética nas provas do Enem

Entenda como é abordada a Genética nas provas do Enem e por que é tão importante estudar esse conteúdo antes da realização das provas.

Primeira Lei de Mendel

Saiba quem foi Mendel e conheça suas descobertas no campo da genética.

Probabilidade Aleatória de Eventos Genéticos

Probabilidade, Análise estatística, Casualidade, Eventos aleatórios, Lançamento de moeda, Universo amostral, Genética, Formação dos gametas, Cromossomos homólogos, Genes alelos, Gametogênese, Meiose, Lei da segregação genética, Primeira lei de Mendel.

Segunda lei de Mendel

Clique aqui e aprenda mais sobre a segunda lei de Mendel.