Reprodução sexuada

A reprodução sexuada envolve a troca e/ou mistura de material genético entre indivíduos de uma mesma espécie, geralmente por meio da união de gametas, dando origem a indivíduos semelhantes aos pais. Algumas espécies podem realizar tal modalidade e, também, a reprodução assexuada.

A conjugação é um tipo de reprodução que não está relacionada à presença de gametas, mas que, no entanto, envolve a troca de material genético dos núcleos de alguns organismos unicelulares e algas filamentosas. O resultado são organismos com uma nova configuração genética.

Nos animais, geralmente machos liberam espermatozoides, e fêmeas, óvulos. No caso das plantas, há variações. Nas briófitas e pteridófitas temos os anterozoides, que são as células sexuais masculinas, e a oosfera, a feminina; nas gimnospermas e angiospermas, temos os grãos de pólen e o óvulo.

No entanto, um único indivíduo pode produzir os dois gametas, sendo assim chamado de hermafrodita. Ele pode se autofecundar ou trocar gametas com outros indivíduos de sua espécie. Neste último caso, falamos em fecundação cruzada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nos animais, a fecundação pode ser externa ou interna (ou seja: no interior do indivíduo que possui óvulos). O zigoto pode se desenvolver no interior de ovos lançados no ambiente; em ovos que ficam no organismo parental até sua eclosão; ou internamente, mas sem a presença do ovo. Falamos, respectivamente, em oviparidade, ovoviparidade e viviparidade.

A reprodução sexuada é um dos fatores responsáveis pela variabilidade genética entre indivíduos de uma mesma população, propiciando uma melhor resistência a alterações ambientais já que, neste caso, dentre um mesmo grupo, alguns podem se apresentar suscetíveis e outros não; fazendo com que a probabilidade de se ter sobreviventes seja bem maior e as chances de extinção, menores.

O ovo é uma estrutura relacionada a alguns casos de reprodução sexuada.

O ovo é uma estrutura relacionada a alguns casos de reprodução sexuada.

Por: Mariana Araguaia

Artigos relacionados

Características de um ser vivo

Conheça as principais características de um ser vivo e como diferenciá-lo de um ser não vivo.

Ciclos de vida

Saiba mais sobre os ciclos de vida dos seres vivos, isto é, o ciclo haplobionte e o diplobionte.

Divisão múltipla (esquizogonia)

Conheça um pouco mais a respeito do processo de reprodução assexuada conhecido como divisão múltipla ou esquizogonia. Neste texto explicaremos rapidamente a diferença entre reprodução assexuada e sexuada, conheceremos as etapas da divisão múltipla e mostraremos um caso em que essa divisão é observada.

Especiação

Entenda o que é especiação, os fatores determinantes para que ela ocorra e a diferença entre a especiação simpátrica, parapátrica e alopátrica.

Fecundação

Saiba mais sobre o que é e como acontece a fecundação do óvulo pelo espermatozoide.

Reprodução assexuada

Conheça as características e os tipos de reprodução assexuada.

Reprodução por brotamento

Amplie seus conhecimentos a respeito da reprodução por brotamento, um tipo de reprodução assexuada que ocorre em algumas plantas e animais. Neste texto falaremos como ocorre esse tipo de reprodução, quais organismos realizam esse processo e também lembraremos as características básicas de uma reprodução assexuada.

Seleção sexual

Saiba mais sobre a seleção sexual e compreenda por que essa seleção às vezes propicia a permanência de características pouco vantajosas.