Níveis tróficos

Os níveis tróficos podem ser definidos como grupos de organismos que, em um ecossistema, apresentam hábitos semelhantes de alimentação.

As relações de alimentação entre os seres vivos formam a cadeia alimentar
As relações de alimentação entre os seres vivos formam a cadeia alimentar

A cadeia alimentar é a relação de alimentação existente entre os seres vivos, uma série linear de como a energia passa de um organismo para outro. Quando analisamos os organismos de um ecossistema que possuem hábitos alimentares semelhantes e que adquirem seu alimento pelo mesmo número de passos, dizemos que eles pertencem ao mesmo nível trófico.

Nas cadeias alimentares e teias alimentares, é possível encontrar diferentes níveis. O primeiro nível trófico é sempre representado pelos organismos autotróficos, tais como as plantas, seguidos dos seres heterotróficos, chamados de consumidores. Os decompositores atuam em todos os níveis e garantem a decomposição da matéria orgânica.

Níveis tróficos

  • Produtores: os organismos produtores são os seres autotróficos, isto é, que são capazes de produzir seu próprio alimento. Nos ambientes terrestres, podemos citar como produtores as plantas, que produzem seu alimento pela fotossíntese. No ambiente aquático, os principais produtores são as algas, as quais constituem o fitoplâncton e obtêm seu alimento da mesma forma que as plantas terrestres;

  • Consumidores: esse nível trófico engloba os organismos heterotróficos, isto é, que se alimentam de outros seres vivos. Os consumidores podem ser classificados em primários, secundários, terciários, quaternários e assim por diante. Os consumidores primários são aqueles que se alimentam dos produtores, sendo assim, são representados normalmente por organismos herbívoros. Os consumidores secundários são aqueles que se alimentam dos primários, os terciários alimentam-se dos secundários e assim por diante.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Decompositores: organismos que se alimentam dos restos dos seres vivos que participaram da cadeia. Esse nível trófico possui como representantes os fungos e bactérias.

Exemplo de cadeia alimentar e seus níveis tróficos

Nessa cadeia alimentar, que é bastante simples, o capim representa o primeiro nível trófico, ou seja, é o produtor. O gafanhoto, que do capim se alimenta, é o consumidor primário. O rato, por sua vez, é o consumidor secundário. Esse último animal serve de alimento para a serpente, que ocupa o nível trófico de consumidor terciário. Por fim, temos a águia, que representa o topo dessa cadeia e é classificada como consumidor quaternário. Os fungos, que são decompositores, atuam nos diferentes níveis tróficos.


Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada:

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Cadeia alimentar

A cadeia alimentar é representada por uma série linear de seres vivos na qual a energia flui. Clique e confira suas principais características.

Cadeia e teia alimentar

Aprenda a diferença entre cadeia e teia alimentar, dois importantes conceitos que se referem às relações de alimentação em um ecossistema.

Pirâmides Ecológicas

Pirâmides ecológicas representam, graficamente, o fluxo de energia e matéria entre os níveis tróficos. Clique e saiba mais!

Teia alimentar

As cadeias alimentares representam de forma simplificada relações que ocorrem na natureza. Clique e descubra qual a relação da teia alimentar com a cadeia alimentar.