Quaresma

A Quaresma é um período do calendário litúrgico com duração de 40 dias (outros a estendem por alguns dias) e serve como preparação para a Páscoa, a festa que celebra a ressurreição de Jesus. A Quaresma foi estabelecida, em 325, pelas autoridades da Igreja Católica no Primeiro Concílio de Niceia.

Acesse também: Você conhece a história do Carnaval?

Como funciona a Quaresma?

Quando falamos de Quaresma, estamos nos referindo àquele período de 40 dias que serve como antecipação e preparação para a Páscoa, a celebração mais importante do calendário litúrgico dos cristãos. A forma mais conhecida da Quaresma tem seu início estabelecido na Quarta-feira de Cinzas, e seu término, no Domingo de Ramos, marcando exatamente 40 dias corridos.

A Quaresma é um período de 40 dias entendido como preparação da Páscoa.
A Quaresma é um período de 40 dias entendido como preparação da Páscoa.

Outras tradições acabaram se estabelecendo ao longo do tempo, e existem aqueles que entendem a Quaresma como um período que se estende até o Sábado de Aleluia, totalizando 46 dias. O papa Paulo VI, por exemplo, entendia-a como um período que durava até a Quinta-feira Santa, portanto, 44 dias.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A duração precisa da Quaresma não é o detalhe mais importante, mas, sim, o seu significado para os fiéis. Por ser um momento de preparação para a Páscoa, a Quaresma é tida como um momento de penitência. Assim, recomenda-se aos fiéis a realização de jejuns, obras de caridade e que as práticas de leitura da Bíblia e de oração sejam reforçadas.

A realização de penitências durante a Quaresma é entendida pelos cristãos como uma forma de santificação, afastando-se de práticas pecaminosas e aproximando-se de Deus. Assim, por meio do jejum, por exemplo, os cristãos acreditam fortalecer seu autocontrole e desenvolver resistência a situações difíceis que podem aparecer na vida.

Muitos cristãos reforçam a leitura da Bíblia durante a Quaresma.
Muitos cristãos reforçam a leitura da Bíblia durante a Quaresma.

O termo “quaresma” deriva de uma palavra do idioma latino: quadragesima, que significa exatamente “quarenta dias”. Esse termo é encontrado em outros idiomas, como no italiano, em que esse período é conhecido como Quaresima.

Os historiadores não sabem ao certo o porquê da Quaresma ter sido estabelecida com 40 dias de duração, mas acredita-se que tenha alguma relação com eventos narrados na Bíblia. O número 40 tem grande importância no livro sagrado dos cristãos, uma vez que o jejum de Jesus no deserto deu-se por 40 dias, Elias fez uma viagem de 40 dias, os hebreus demoraram 40 anos para cruzar o deserto, o dilúvio durou 40 dias e 40 noites, entre outros casos.

A prática da Quaresma começou a estabelecer-se quando a Igreja era apenas uma (católicos e ortodoxos separaram-se no século XI, e os protestantes surgiram no século XVI). Assim, a prática é realizada tanto por católicos como por ortodoxos, luteranos e anglicanos. A exceção é para os cristãos evangélicos, que não a consideram.

Acesse também: Você sabe o que se celebra no dia de Corpus Christi?

Surgimento da Quaresma

Os historiadores afirmam que é praticamente impossível reconstituir como exatamente surgiu a Quaresma e de quais práticas precisamente ela derivou. O que existem atualmente são algumas fontes históricas que permitem o levantamento de alguns indícios. O nosso ponto de partida é o estabelecimento da Quaresma enquanto prática da Igreja.

A Quaresma se tornou prática da Igreja no ano de 325 d.C., portanto, no século IV. Isso aconteceu durante o Primeiro Concílio de Niceia, evento realizado no Império Romano do Oriente (conhecido como Império Bizantino a partir do século V) que reuniu os grandes bispos da Igreja para discutir questões relevantes ao cristianismo da época.

Nesse concílio foi estabelecida a data da Páscoa, e usou-se o equinócio da primavera e as fases da Lua como marcos para determinação de qual dia seria celebrada essa importante festa cristã. Nesse concílio também, segundo documentos elaborados pelos participantes, estabeleceu-se a Quaresma.

Em um dos documentos, mencionava-se tessarakonta, palavra grega que significa “quarenta”. Ela foi usada para referir-se ao que conhecemos como Quaresma, estabelecendo, então, essa prática importante do cristianismo. Não se sabe como se deu a assimilação da Quaresma, mas sabe-se que se tornou prática importante dos cristãos durante a Idade Média.

Muitos historiadores acreditam que a Quaresma foi resultado da evolução de práticas pré-pascais que existiam nos séculos III d.C. e IV d.C., nas regiões onde o cristianismo era influente: Turquia,  Grécia, Egito etc.

Fala-se, por exemplo, que em alguns locais era comum que jejuns fossem realizados dias antes da Páscoa. Nesse caso, a influência das práticas pré-pascais mais a influência do número 40 podem ter resultado no estabelecimento da Quaresma. Entretanto, existem também historiadores que apontam que os jejuns pré-pascais não tinham relação direta com a Quaresma e que ambos coexistiram depois do Concílio de Niceia.

Acredita-se que foi durante o pontificado de Gregório I (590-604) que se decidiu que o marco inicial da Quaresma seria a Quarta-feira de Cinzas.

Por: Daniel Neves Silva

Artigos relacionados

Quarta-feira de Cinzas

Acesse este texto para aprender mais sobre a Quarta-feira de Cinzas, data muito tradicional do cristianismo. Aprenda seu significado e origem.

História da Páscoa

Conheça a História da Páscoa e sua importância para a cultura ocidental!

Cisma do Oriente: as diferenças entre a Igreja Romana e a Ortodoxa

Conheça os motivos que deflagraram o Cisma do Oriente e as diferenças culturais entre a Igreja Romana e a Ortodoxa.

Diferença entre religião e seita

Neste texto você descobrirá a definição e as diferenças existentes entre os termos seita e religião. Veja o que a obra de Santo Agostinho diz sobre o conceito dúbio de religião, entenda o que é crença e sua relação com a Ciência, bem como o significado de seita e sua relação conflituosa com a religião.

Diferença entre o Candomblé e a Umbanda

Neste texto você conhecerá um pouco sobre o candomblé e a umbanda e as principais diferenças entre essas duas religiões. Apesar de ambas as religiões terem nascido no Brasil, elas possuem características específicas. Conheça as vertentes do candomblé e algumas das entidades da Umbanda.

21 de Janeiro – Dia Mundial da Religião

Clique aqui e saiba mais sobre o Dia Mundial da Religião. Conheça como se deu sua criação e qual seu objetivo.

Religião dos povos vikings

Clique e conheça as características da religião dos vikings e algumas particularidades da mitologia nórdica.

Cristianismo japonês

Em meados de 1587, os japoneses empreenderam formas de resistência que deram origem aos chamados kakure kirishtan (cristãos ocultos).

Códice medieval

Conheça alguns aspectos do códice medieval e de sua importância na vida monástica e na história da escrita e da leitura.

Natal

Clique aqui para ver detalhes sobre o Natal, festividade cristã comemorada no dia 25 de dezembro. Saiba quais são seus símbolos e práticas! Aprenda sobre sua origem.