Propriedades periódicas

As principais propriedades periódicas são: densidade, raio atômico, energia de ionização e eletronegatividade.

As propriedades dos elementos químicos estão diretamente ligadas à posição que os mesmos ocupam na tabela periódica, prova disso é a existência das chamadas Propriedades periódicas. À medida que o número atômico aumenta, os elementos assumem valores crescentes ou decrescentes em cada período. Veja a seguir algumas das principais propriedades periódicas:

Densidade

Nas famílias (colunas verticais da tabela), a densidade dos elementos aumenta juntamente com as massas atômicas: de cima para baixo. Já nos períodos (linhas horizontais da tabela), a densidade aumenta das extremidades para o centro.




A tabela cima ajuda a entender esta propriedade. A ilustração permite localizar o elemento mais denso de todos: o ósmio (Os) → densidade = 22,5 g/cm3 , localizado na parte central e inferior da tabela.


Raio atômico

Essa propriedade se relaciona com o tamanho do átomo, e para comparar esta medida é preciso levar em conta dois fatores:

- Quanto maior o número de níveis, maior será o tamanho do átomo;

- O átomo que apresenta maior número de prótons exerce uma maior atração sobre seus elétrons.

Sendo assim, em uma mesma família, o raio (tamanho do átomo) aumenta de cima para baixo e em um mesmo período aumenta da direita para a esquerda.

Energia de Ionização

Energia necessária para remover um ou mais elétrons de um átomo isolado no estado gasoso: quanto maior o tamanho do átomo, menor será a energia de ionização.

- Em uma mesma família esta energia aumenta de baixo para cima;

- Em um mesmo período, a Energia de Ionização aumenta da esquerda para a direita.



Eletronegatividade

É a propriedade que um átomo possui de atrair elétrons. Na tabela periódica, a eletronegatividade aumenta de baixo para cima e da esquerda para a direita.

Essa propriedade se relaciona com o raio atômico, sendo que, quanto menor o tamanho de um átomo, maior será a força de atração sobre os elétrons.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Raio atômico médio

Raio atômico médio

Por: Líria Alves

Artigos relacionados

A evolução da Tabela Periódica

Clique e conheça a história da evolução da tabela periódica!

Elementos da Tabela Periódica

Conheça os elementos da Tabela Periódica e o que os diferenciam.

Eletroafinidade ou Afinidade Eletrônica

Saiba o que é a propriedade periódica da eletroafinidade ou afinidade eletrônica e qual o seu comportamento ao longo das famílias e períodos da Tabela Periódica.

Eletropositividade

Conheça a eletropositividade, uma propriedade periódica dos elementos químicos que é mais pronunciada nos metais.

Energia de Ionização

Descubra o que é o potencial ou energia de ionização e como ela se comporta como uma propriedade periódica em relação às famílias e aos períodos da Tabela Periódica.

Origem da Tabela Periódica

Conheça a origem e a história do desenvolvimento da organização dos elementos até chegar à Tabela Periódica que usamos atualmente.

Propriedades Periódicas e Aperiódicas

Diferença entre propriedades periódicas e aperiódicas e principais exemplos de ambas.

Raio atômico

Entenda como se encontra o raio atômico, isto é, a metade da distância entre os núcleos de dois átomos vizinhos e como ele varia no período ou na família na Tabela Periódica.

Raio iônico

Aprenda a diferenciar um raio iônico de um cátion do de um ânion. Clique!

Superóxidos

Clique aqui para saber tudo a respeito dos superóxidos, um grupo de substâncias inorgânicas binárias. Confira aqui qual é a composição dessas substâncias, como é feita sua nomenclatura, os produtos formados nas reações que eles realizam e um exercício resolvido sobre o tema.

Tabela Periódica

As propriedades físicas e químicas dos elementos são em função periódica da massa atômica.

Variação do Raio Atômico em Ligações Químicas

Veja como ocorre a variação do tamanho do raio atômico quando os átomos dos elementos realizam ligações covalentes e iônicas.

Zinco

Clique e conheça as características, importância para o organismo humano e utilizações do elemento químico Zinco.