Favelização

A favelização revela-se a partir da urbanização acelerada das cidades e da intensificação das desigualdades socioespaciais nos grandes centros urbanos.

As favelas não necessariamente se circunscrevem aos morros ou áreas íngremes tal qual costumamos imaginar. Na verdade, qualquer área de habitações irregulares, com carência em infraestruturas básicas como saneamento, luz, esgoto, coleta de lixo e demais serviços públicos, é considerada uma favela. Observa-se, quase sempre, um padrão homogêneo em sua paisagem no que diz respeito à sua estruturação, improvisação das construções e desorganização das habitações.

Como surgem as favelas?

O processo de surgimento das favelas é denominado por favelização — uma expressão das desigualdades sociais manifesta no espaço geográfico das cidades, na qual a população economicamente menos abastada passa a residir em áreas precárias em função da ausência de renda familiar necessária para garantir as mínimas condições de vida em qualquer outro lugar.

Em linhas gerais, o processo de favelização é ocasionado pelo inchamento das cidades, quando elas não são suficientes para absorver toda a população ou quando a disponibilidade de renda e dinheiro não se efetua para todos os seus habitantes, o que é comumente chamado de macrocefalia urbana. A urbanização acelerada, típica dos países subdesenvolvidos (incluindo o Brasil), foi responsável por intensificar esse processo.

No Brasil, a origem das favelas remonta ao período da abolição da escravatura, quando muitos ex-escravos, então libertos, passaram a ocupar as áreas mais afastadas das cidades, fruto da discriminação racial e também da realidade econômica em que viviam. No Rio de Janeiro e São Paulo, as primeiras favelas surgiram de contextos mais específicos, como a Guerra de Canudos e outros eventos históricos.

Mas, no geral, a maior parte das favelas brasileiras surgiu do processo acelerado de urbanização pelo qual o país passou ao longo do século XX, quando a mecanização do campo e a industrialização do país intensificaram o êxodo rural, aumentando o número de pessoas nas grandes cidades. Cita-se também, nesse ínterim, a intensiva migração cidade-cidade, em que pessoas abandonaram as pequenas e médias cidades, ou áreas sem investimentos sociais, tal como ocorreu no Nordeste brasileiro, para habitar as grandes metrópoles. Esse processo foi chamado de metropolização, que hoje caminha lentamente em um caminho inverso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Atualmente, o espaço das favelas é ainda muito precário, com algumas poucas exceções. Além da ausência de estruturas básicas, elas contam com elevados índices de violência, tráfico e atividades irregulares. As formas de combate por parte do Estado têm sido as piores possíveis, haja vista que o único braço do poder público que costuma alcançar esses lugares é a polícia, que não coíbe totalmente a criminalidade e, quando muito, apenas “migra” os principais criminosos de um local para outro.

A favelização é uma manifestação espacial das contradições sociais
A favelização é uma manifestação espacial das contradições sociais

As melhores medidas para a questão das favelas é urbanizá-las, fornecendo estruturas como energia elétrica, água encanada, encanamento de esgoto e asfalto. Além disso, é necessária a realização de ações sociais para maior inserção da população nas escolas, com mais creches e empregos. Isso sem falar na remoção das famílias que habitam áreas de risco ou pontos de difícil acesso.

Complexo do Alemão, uma favela do Rio de Janeiro

Complexo do Alemão, uma favela do Rio de Janeiro

Por: Rodolfo F. Alves Pena

Artigos relacionados

Conurbação e regiões metropolitanas

Entenda as definições e as relações entre os processos de conurbação e formação de regiões metropolitanas.

Déficit Habitacional

Déficit Habitacional, o que é déficit habitacional, quais os fatores interligados ao déficit habitacional, as maiores concentrações do déficit habitacional, o crescimento do déficit habitacional.

Macrocefalia Urbana

Entenda o conceito de macrocefalia urbana, seus processos constitutivos e as suas consequências.

Migração pendular

Clique aqui e saiba o que é migração pendular, um deslocamento diário que ocorre nas grandes metrópoles.

Modernização, expulsão e a reurbanização do Rio de Janeiro

A reurbanização do Rio de Janeiro no século XX proporcionou a modernização urbana aliada à expulsão dos pobres da área central da cidade.

Problemas de moradia no Brasil

Entenda quais são e como ocorrem os problemas de moradia no Brasil, uma questão amplamente vivenciada nas cidades brasileiras.

Problemas sociais urbanos no Brasil

Conheça os principais problemas sociais urbanos no Brasil, processos que dificultam o bom desenvolvimento do espaço geográfico das cidades.

Problemas urbanos

Entenda o que (e quais) são problemas urbanos. Saiba as principais causas dos problemas urbanos. Aprenda possíveis soluções para problemas urbanos.

Segregação socioespacial

Saiba como se configura e quais são os fatores da segregação socioespacial.

UPPs no Rio de Janeiro

Confira algumas informações sobre as UPPs no Rio de Janeiro e acompanhe as discussões realizadas sobre esse tema.

Urbanização no mundo subdesenvolvido

As características, causas e problemas da urbanização no mundo subdesenvolvido.