Telescópio

O telescópio é um instrumento que permite a observação de grandes objetos situados a longas distâncias. Inventado em 1608, ele revolucionou os estudos da astronomia.

O telescópio é um instrumento óptico que tem o objetivo de permitir a observação de grandes objetos a longas distâncias, como galáxias, estrelas e planetas. Ele é composto por duas partes: a objetiva, que pode ser uma lente ou um espelho curvo, e a ocular, composta por um conjunto de lentes.

Veja na figura abaixo como é a disposição dos elementos que compõem o telescópio:

Disposição dos elementos que compõem o telescópio
Disposição dos elementos que compõem o telescópio

De acordo com a figura, considera-se que o objeto está localizado no infinito, em razão da longa distância em que ele pode encontrar-se. Os raios de luz que saem do objeto chegam praticamente paralelos à objetiva, formando uma imagem i1 no foco da objetiva (fob). A imagem i1 comporta-se como um objeto para a ocular, que produz uma imagem virtual i2, distante do observador e invertida.

A distância focal da objetiva é representada por fob na figura, enquanto a distância focal da ocular é representada por foc. A ampliação angular mθ é dada pela razão entre as duas distâncias focais:

mθ = - fob/ foc

O sinal negativo da equação indica que a imagem formada i2 é invertida.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Um pouco de história

A invenção do telescópio representou um grande impulso para a astronomia. Antes disso, as observações celestes era feitas apenas a olho nu, o que não fornecia muita precisão.

Alguns cientistas afirmam que o primeiro instrumento feito para observação de objetos a distância foi construído em 1608 por um holandês chamado Hans Lippershey. Esse instrumento era constituído por duas lentes dentro de um tubo. Baseando-se nesse princípio, Galileu Galilei construiu vários instrumentos e teve a ideia de apontá-lo para o céu. Galileu é considerado o primeiro homem que utilizou o telescópio para observações astronômicas. Ele observou inúmeros fenômenos celestes, como manchas solares, crateras, as fases de Vênus etc. Além disso, forneceu dados consistentes para sustentar a teoria heliocêntrica de Nicolau Copérnico.

O telescópio Hubble

O telescópio Hubble é um satélite que transporta um grande telescópio. Ele foi lançado pela Agência Espacial Americana (NASA) em 24 de abril de 1990.

Seu nome foi dado em homenagem ao cientista Edwin Powell Hubble, o responsável pela teoria que afirma que o universo está em expansão.

O telescópio é um instrumento óptico que permite a observação de objetos grandes a longas distâncias

O telescópio é um instrumento óptico que permite a observação de objetos grandes a longas distâncias

Por: Mariane Mendes Teixeira

Artigos relacionados

Unidades astronômicas

Conheça as unidades astronômicas que medem o cosmos. É só clicar aqui!

Buraco negro

Conheça as principais características do buraco negro, o monstro da gravidade que é capaz de aprisionar até mesmo a luz!

Missão Kepler

Saiba mais sobre a missão Kepler, atividade executada pela NASA que tem por objetivo descobrir novos mundos!

Estrelas cadentes

Clique aqui para entender o que realmente são aqueles rastros luminosos no céu que chamamos de estrelas cadentes.

Telescópio Hubble

Clique e saiba mais sobre o Hubble, telescópio que revolucionou a Astronomia nos anos 1990 ao mostrar imagens inéditas do universo.

Estação Espacial Internacional

Você sabia que é possível ver a Estação Espacial Internacional a olho nu? Clique aqui e saiba tudo sobre esse superlaboratório que orbita a Terra.

Nebulosas

Clique aqui e saiba o que são e quais são os tipos existentes de nebulosas e suas propriedades.

Por que olhar para o céu é ver o passado?

Clique para entender por que, quando olhamos o céu, na verdade, estamos vendo o passado!

Associação de lentes esféricas

Veja aqui as características da associação das lentes esféricas e aprenda a associar lentes justapostas e lentes separadas.

Convergência da lente esférica

Veja aqui a definição de convergência de uma lente esférica e veja também qual é a relação matemática que calcula a vergência de uma lente.

Aumento linear transversal

Veja aqui como podemos determinar o aumento linear transversal em uma lente esférica de Gauss.

Luneta astronômica

Saiba aqui o que é uma luneta e veja também como é formada a imagem de um objeto no interior da luneta astronômica.