Pretérito perfecto compuesto de subjuntivo

Pretérito perfecto compuesto de subjuntivo é usado para falar de ações hipotéticas terminadas no passado ou no futuro em espanhol.

Em espanhol, o tempo pretérito perfeito composto do subjuntivo refere-se a ações hipotéticas terminadas no passado ou no futuro.
Em espanhol, o tempo pretérito perfeito composto do subjuntivo refere-se a ações hipotéticas terminadas no passado ou no futuro.

O pretérito perfecto compuesto de subjuntivo (pretérito perfeito composto do subjuntivo em espanhol) é usado para indicar ações acabadas e de realização hipotética tanto no passado como no futuro. Também é usado em orações subordinadas, exclamativas, dubitativas e reduplicativas. É formado pelo verbo auxiliar haber, conjugado no presente do subjuntivo, e o verbo principal no particípio.

Leia também: Infinitivo, gerúndio e particípio em espanhol

Resumo sobre o pretérito perfecto compuesto de subjuntivo

  • Indica ações de realização hipotética, tanto no passado quanto no futuro.

  • É um tempo verbal composto formado pelo presente do subjuntivo do verbo haber e o verbo principal no particípio.

Formação do pretérito perfecto compuesto

PRONOMES

VERBO HABER NO PRESENTE DO SUBJUNTIVO

VERBO PRINCIPAL NO PARTICÍPIO

yo

haya

amado

conocido
subido

tú/vos

hayas

él/ella/usted

haya

nosotras(os)

hayamos

vosotras(os)

hayáis

ellos(as)/ustedes

hayan

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uso do pretérito perfecto compuesto de subjuntivo

I - Orações exclamativas: expressam desejos.

¡Ojalá hayan hecho un buen viaje!
(Tomara/Oxalá que tenham feito uma boa viagem!)

II - Orações dubitativas: expressam dúvidas ou probabilidades. Geralmente são introduzidas pelos advérbios quizá(s), tal vez, posiblemente, problablemente:

José no vino a la clase, quizás se haya despertado tarde.
(José não veio à aula, talvez tenha acordado tarde.)

III - Orações reduplicativas: repetem o verbo com a intenção de dar ênfase ao que se diz.

Haya hecho lo que haya hecho, sigue siendo un ser humano.
(Não importa o que fez/tenha feito, continua sendo um ser humano.)

IV - Orações subordinadas: exercem uma função sintática em relação a uma oração principal. Nessas orações, o verbo no subjuntivo costuma ser usado em períodos de duas orações com sujeitos diferentes.

No creo que a Mariana se le haya olvidado el cumple de su mamá.
(Não acredito/acho que a Mariana esqueceu/tenha esquecido o aniversário da mãe.)

Na primeira oração — No creo —, o sujeito é “yo” — Yo no creo. Já na oração — que a Mariana se le haya olvidado el cumple de su mamá —, o sujeito é “Mariana”.

Também há usos específicos do modo subjuntivo com advérbios e conjunções. De maneira geral, o subjuntivo é usado quando os sujeitos da oração subordinada e da oração principal são diferentes ou em orações que indicam futuro, como nos exemplos que seguem:

No es posible que hayan encontrado una plaza de estacionamiento tan rápido.
(Não é possível que tenham encontrado uma vaga de estacionamento tão rápido.)

Observe que a primeira oração — “No es posible” — é uma subordinada substantiva subjetiva, ou seja, o sujeito é a própria oração. Por sua vez, a oração iniciada por hayan llegado tem um sujeito indeterminado, indicado pelo verbo na 3a pessoa do plural. Veja outro exemplo:

Cuando hayas llegado a una conclusión, avísame.
(Quando você tiver chegado a uma conclusão, avise-me.)

Neste último exemplo, a conjunção cuando indica um tempo futuro, caso que, em português, pediria o uso do futuro do pretérito, tempo que não é usado em língua espanhola.

Leia também: Perífrasis verbales — as locuções verbais em língua espanhola

Exercícios resolvidos sobre o pretérito perfecto compuesto de subjuntivo

Questão 01

(UniEVANGÉLICA 2021/1)

¿Qué son los datos personales?

Se puede decir, de acuerdo con las normas de UE, que los datos personales son cualquier información relativa a una persona física viva identificada o identificable. Las distintas informaciones, que recopiladas pueden llevar a la identificación de una determinada persona, también constituyen datos de carácter personal.

Los datos personales que hayan sido anonimizados, cifrados o presentados con un seudónimo, pero que puedan utilizarse para volver a identificar a una persona, siguen siendo datos personales y se inscriben en el ámbito de aplicación del RGPD (Reglamento General de Protección de Datos) – UE. […]

El RGPD protege los datos personales independientemente de la tecnología utilizada para su tratamiento; es «tecnológicamente neutro» y se aplica tanto al tratamiento automatizado como manual, siempre que los datos se organicen con arreglo a criterios predeterminados (como el orden alfabético). Asimismo, no importa cómo se conservan los datos; ya sea en un sistema informático, a través de video vigilancia o sobre papel; en todos estos casos, los datos personales están sujetos a los requisitos de protección establecidos en el RGPD.

Disponível em: https://ec.europa.eu/info/law/law-topic/dataprotection/reform/what-personal-data_es. Acesso em: 19 out. 2020. (Adaptado)

El verbo subrayado en el texto utilizado generalmente para indicar una acción terminada en el pasado está conjugado en cuál de los tiempos verbales mencionados abajo:

  1. pretérito imperfecto de subjuntivo

  2. pretérito pluscuamperfecto de subjuntivo

  3. presente de subjuntivo

  4. pretérito perfecto de subjuntivo

Solução: letra D

O tempo verbal composto do verbo sublinhado no texto corresponde ao pretérito perfecto compuesto de subjuntivo.

Questão 2

Tranforma los verbos en negrita de los diálogos que siguen en la forma correspondiente del pretérito perfecto de subjuntivo:

a) Dicen que han estado un año viviendo en Madrid.

No creo que ___________ (estar) tanto tiempo allí.

b) ¡Ya encontramos la peli de Darín!

¡Es imposible que la ___________ (ustedes, encontrar) tan pronto!

c) ¿Ha llegado la computadora que pedí por internet?

No recuerdo que ___________ (llegar) ningún paquete.

d) No sé dónde están las llaves.

Es posible que tú las ____________ (dejar) en el auto.

e) Me encantó el regalo, ¡muchas gracias!

Me alegro de que te __________ (gustar).

Solução

a) hayan estado

b) hayan encontrado

c) haya llegado

d) hayas dejado

e) haya gustado

Por: Renata Martins Gornattes

Artigos relacionados

Infinitivo, gerúndio e particípio em Espanhol

Quando estamos estudando os tempos verbais, aprender sobre as formas nominais do verbo é importante, pois elas se referem a ações determinadas, contínuas ou finalizadas. Além disso, na oração, podem assumir o valor de substantivo, advérbio ou adjetivo. Aprenda seus usos e muito mais!

Las conjunciones

Aprenda quais são as “conjunciones”, conjunções em espanhol, e saiba como as usar corretamente. Resolva os exercícios propostos sobre o tema.

Perífrasis verbales

Venha aprender a usar as perífrasis verbales, as locuções verbais em espanhol! Confira exemplos e as principais situações de uso.

Verbos de cambio

Aprenda a usar os “verbos de cambio” em espanhol. Pratique com exercício contextualizado.

Verbos defectivos em espanhol

Conheça os verbos defectivos mais comuns em espanhol. Aprenda a usá-los e reconhecê-los nos enunciados. Resolva as atividades propostas sobre o tema.